A CRIAÇÃO E EFETIVAÇÃO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PALMAS-TO: CRITÉRIOS E PROCESSO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO

  • Dalva Marçal Mesquista Soares UFG
  • Celene Cunha Monteiro Barreira

Resumo

Trata-se de estudo que se origina de tese de doutorado. Nele se objetiva discutir o processo de criação e efetivação da Região Metropolitana de Palmas (RMP), bem como os critérios e o processo de sua institucionalização. A partir de pesquisas realizadas na Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, na Unidade Estadual do Tocantins do IBGE, na Secretaria Estadual de Planejamento e Orçamento, de Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos e na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Palmas, apresenta-se como ocorreu o processo de institucionalização da RMP e quais critérios foram utilizados. Assim, por meio de entrevistas e de um estudo analítico e dialético dos desenhos traçados pelos entrevistados, identifica-se que a RMP foi criada mediante interesses políticos e, no processo de sua institucionalização, não estão sendo observados os critérios preestabelecidos no Estatuto das Metrópoles.

Biografia do Autor

Dalva Marçal Mesquista Soares, UFG

Doutorandanda em Geografia - UFG

Celene Cunha Monteiro Barreira

Professora doutorada Graduação e Pos-graduação em Geografia - UFG

Publicado
2019-01-10