O TERRITÓRIO NA REGIÃO GEOGRÁFICA IMEDIATA DE MOSSORÓ

  • João Paulo Silva dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Joana Tereza Vaz de Moura Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Winifred Knox Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Resumo

A compreensão sobre como as relações contraditórias existentes entre fatores naturais, sociais, políticos e econômicos podem promover a formatação de territórios e de suas características socioeconômicas é provavelmente uma das mais complexas tarefas das ciências sociais. A heterogeneidade dos territórios e das suas dinâmicas foi um dos pilares que serviu para a análises e comparações de fenômenos sociais realizadas por teóricos como Weber, Durkheim, Marx e por Giddens. Nesse contexto encontram-se as discussões que tratam das relações existentes entre os territórios rurais e urbanos. As análises da sociologia entre o final do século XIX e as primeiras décadas do século XX criaram uma forma de pensar essas duas áreas como categorias espaciais opostas e de modo binário. A proposta deste artigo é, a partir de concepções verificadas em Weber, Durkheim, Marx e Giddens e do aprimoramento do entendimento sobre o termo “território” realizado por teóricos brasileiros, posicionar a realidade da Região Geográfica Imediata (RGIM) de Mossoró no debate territorial binário rural/urbano. Foram criados mapas com as tipologias definidas pelo IBGE e por meio de uma abordagem qualitativa, realizou-se análises baseadas na conjuntura territorial da área determinada. Dos 17 municípios da RGIM apenas Mossoró e Areia Branca foram classificados oficialmente como urbanos. Apodi, Baraúna, Caraúbas, Itaú e Rodolfo Fernandes foram considerados intermediários e o como rurais. É possível apreender que os territórios rurais em boa parte da RGIM não podem ser entendidos como periféricos aos urbanos. O processo que prevê que os territórios rurais serão eclipsados pelo avanço da urbanização não possui uma atuação forte na RGIM e é provável que as relações rural/urbano estejam associadas a emergência de uma nova ruralidade.

Biografia do Autor

João Paulo Silva dos Santos, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutorando em Estudos Urbanos e Regionais na Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Joana Tereza Vaz de Moura, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutora em Ciencia Politica. Professora do Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais (PPEUR), Departamento de Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Winifred Knox, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutora em Ciencias Sociais. Professora do Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais (PPEUR), Departamento de Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Publicado
2021-09-14