TRATAMENTO DE OCLUSÃO ARTERIAL AGUDA POR ÊMBOLO SÉPTICO COM SONDA DE FOGARTY EM GESTANTE COM ENDOCARDITE INFECCIOSA

  • Valdir Francisco Odorizzi
  • Beatriz Silva de Melo
  • Gabriel Leal Costa Moura UFT
  • Wanderson Batista Silva

Resumo

A endocardite infecciosa é uma infecção microbiana do endotélio cardíaco potencialmente grave e rara durante a gestação. Partes da vegetação infecciosa podem se desprender, formando êmbolos sépticos, que se impactados, podem provocar infarto renal, infarto agudo do miocárdio e oclusão arterial aguda (OAA). Essa última se caracteriza pela obstrução do fluxo arterial que nutre o segmento distal do vaso acometido, repercutindo clinicamente com todas as manifestações oriundas da isquemia gerada.  Este trabalho tem como objetivo relatar um caso de OAA em gestante, com sucesso terapêutico clínico e cirúrgico, para conhecimento da comunidade médica. O tratamento da complicação vai depender da classificação da oclusão podendo ser desde amputação do membro, tratamento intervencionista ou conservador.

 

 

Publicado
2020-02-07