ADOECIMENTO MENTAL NO TRABALHO: UMA REALIDADE DOS DIAS ATUAIS

  • Elisana Ligia Garcia Barboza Universidade Federal do Tocantins
  • Erica Lissandra Bertolossi Dantas Universidade Federal do Tocantins
  • Marta Azevedo Santos Universidade Federal do Tocantins

Resumo

Resumo: Levantamento de dados de servidores de uma Universidade Federal do Norte do Brasil, com dados secundários obtidos no período de 2011 a 2018 que se afastaram para tratamento da saúde por transtornos mentais, ocasionados por questões que envolvem o trabalho, e/ou ambiente de trabalho, relações interpessoais no trabalho, relações hierárquicas. Hoje, as condições de ambiente, saúde e segurança no trabalho passam a ser compreendidas como garantias essenciais para a qualidade de vida dos indivíduos e direito à cidadania. Observamos um aumento nos casos de afastamentos de trabalhadores da Instituição de Ensino Superior com causas transtornos de saúde mental. O presente artigo busca discutir os fatores que tem levado ao aumento destes índices nas IES.

Biografia do Autor

Elisana Ligia Garcia Barboza, Universidade Federal do Tocantins
Psicóloga, Especialista em Psicopedagoia Clínica (PUC-RJ1995), Especialista em Gestão de Saúde(UNITINS/IHAC'S-2001), Especialista em Políticas Públicas de RH em Saúde(OPAS/ENSP/FIOCRUZ -2007), Mestre em Ciências da saúde (UFT-2017). Psicóloga Assistencial do HGP, Psicóloga UFT/SIASS.   
Erica Lissandra Bertolossi Dantas, Universidade Federal do Tocantins

Administradora junto a Universidade Federal do Tocantins (UFT). Possui graduação em Administração de Empresas pela Fundação Universidade Federal do Tocantins (2004), especialista em Políticas Públicas, MBA em Gestão de Pessoas e Mestra em Gestão de Políticas Públicas. Diretora de Desenvolvimento Humano no período de 2012 a 2015 e Pró-Reitora de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas da UFT, área responsável pela Gestão de Pessoas da UFT de 2015 a 2017, período foi membro fundadora e participante da construção do Forgepe / Andifes (Fórum de Pró-Reitores de Gestão de Pessoas da Universidades Federais) e atual na Coordenação Nacional deste fórum até 2017..

Marta Azevedo Santos, Universidade Federal do Tocantins

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina-SC (1990), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina-SC (1997) e Doutorado em Psicologia pela Universidade de Sevilla-ES (2003). Professora Associada, do quadro de professores da Universidade Federal do Tocantins, nos cursos de Enfermagem e Nutrição e do quadro permanente do Mestrado em Ciências da Saúde. Tem experiência na área da Psicologia, Educação, Educação e Promoção em Saúde. Avaliação de Política Pública. Desenvolvendo pesquisas na área interdisciplinar, nas linhas de Gestão e Planejamento, Avaliação de Políticas Públicas, Educação e Promoção da Saúde e Saúde do trabalhador. Consultora Técnica do Ministério da Saúde.

Publicado
2019-12-23
Seção
Dossiê Saúde Mental nas IES