PEGA LEVE – SAÚDE MENTAL DO ESTUDANTE UNIVERSITÁRIO

UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Resumo

A saúde mental no ambiente universitário envolve diversos fatores pessoais, institucionais e ambientais em uma etapa de transição do ciclo vital dos estudantes, o que pode torná-los mais vulneráveis ao início, agravamento ou perpetuação de transtornos mentais comuns. Somado a isso, as buscas por ajuda e tratamento adequado nessa população são insuficientes, principalmente devido às barreiras atitudinais como o estigma e estratégias de coping disfuncionais, o que propicia desfechos piores. Dessa forma, o projeto de extensão “Pega Leve – saúde mental do estudante universitário”, intervenção baseada em treinamento de gatekeepers entre os próprios estudantes se apresenta como uma potencial ferramenta de promoção e prevenção em saúde mental nessa população, permitindo a criação de redes de apoio, identificação precoce dos casos de risco e encaminhamento adequado para serviço de saúde mental. Durante os anos de 2018 e 2019, foram mais de setecentas pessoas atingidas pelas ações promovidas pelo Pega Leve e três turmas de gatekeepers formadas segundo o protocolo inédito desenvolvido para o projeto, resultando subjetivamente em uma maior percepção de engajamento e apoio social e colocando o estudante como agente ativo de promoção de saúde mental nos diversos microambientes compreendidos pela Universidade.

Biografia do Autor

Daniel Luccas Arenas, Hospital Psiquiátrico São Pedro

Médico pela Universidade Federal de Ciências de Saúde de Porto Alegre e residente em psiquiatria no Hospital Psiquiátrico São Pedro. Extensionista do Pega Leve.

Anna Viduani, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Acadêmica de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e de Escrita Criativa na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Extensionista do Pega Leve.

Franco Zortéa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Médico pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Extensionista do Pega Leve.

Ana Margareth Siqueira Bassols, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Médica Psiquiatra da Infância e Adolescência, Mestre e Doutora pela UFRGS. Psicanalista. Professora Adjunta do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da Faculdade de Medicina da UFRGS. Professora coordenadora do Pega Leve.

Publicado
2019-12-23
Seção
Relato de Experiência