“MOONLIGHT – SOB A LUZ DO LUAR" E O SOFRIMENTO EMOCIONAL DE HOMOSSEXUAIS

Resumo

Este trabalho apresenta a análise do filme Moonlight – sob a luz do luar, do diretor Barry Jenkins, centrado no sofrimento emocional e a difícil experiência de vida enfrentada pelo personagem Chiron, um rapaz negro, homossexual e pobre, cuja vivência é representada por bullying, preconceito e ausência de base familiar como pano de fundo. O personagem central da trama cresce em um violento bairro de Miami, sob a influência de uma mãe usuária de drogas, um traficante local que o ensina lições de vivência e a namorada do traficante que sempre o acolhe nos momentos mais difíceis. Chiron precisa lidar com a hostilidade de seus amigos e familiares devido sua forma diferente de se comportar em sociedade e a forma como enxerga o mundo. O rapaz cresce e durante sua adolescência é preso. Após sair, torna-se também um traficante de drogas, porém, reencontra Kevin, um amigo de infância que durante a trama o apresentou o mundo homossexual. O filme demonstra a dificuldade da sociedade em entender e aceitar homossexualidade, e o sofrimento emocional que homossexuais são submetidos quando seus espaços iniciais de vivência não é acolhedor.

Biografia do Autor

Marlos Coutinho Alves de Souza, Universidade Federal Fluminense UFF

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Administração pela Universidade Federal Fluminense, MBA em Gestão de Negócios e Marketing, Graduado em Farmácia. Foi docente em cursos como Administração, Marketing, Gestão Hospitalar e Recursos Humanos. Experiência com Marketing para a Indústria Farmacêutica. Atualmente atua como Business Controller na indústria alimentícia, Consultor e Instrutor de Educação Corporativa e Gestão de Pessoas filiado à SBPNL, São Paulo/SP.  Interessa-se por pesquisas no campo da Diversidade sexual, Diversidade cultural, Gestão da Diversidade e Estudos Organizacionais.

 

Mariana Rambaldi, Universidade Federal Fluminense UFF

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Administração pela Universidade Federal Fluminense, MBA em Direitos Humanos. Graduada em Psicologia na Universidade Federal Fluminense. Atualmente atua como Psicóloga na Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Saquarema/RJ. Interessa-se por pesquisas no campo da Saúde no trabalho e Estudos Organizacionais.

 

Publicado
2018-12-04