INTERDISCIPLINARIDADE E ESTUDOS DAS INFÂNCIAS: DESAFIOS NA CONTEMPORANEIDADE

  • Patrícia Simões Fundaj
  • Humberto Miranda UFRPE

Resumo

O artigo propõe a discussão do estudo das infâncias na sociedade contemporânea numa abordagem interdisciplinar, pretendendo contribuir para o debate conceitual, teórico e metodológico desse “novo” campo do conhecimento. Diante do caráter fragmentário dos estudos disciplinares tradicionais e clássicos, a abordagem interdisciplinar para os estudos das infâncias possibilita uma nova perspectiva que transcende a visão naturalizada da criança. Novos paradigmas precisaram emergir para a construção de um conhecimento diante da “novidade” da infância na contemporaneidade que não mais parece caber nas explicações da racionalidade da ciência moderna. O conhecimento como representação da experiência humana precisou se aproximar dessa realidade sem pretender alcançar sua complexidade e completude. A interdisciplinaridade constitui-se, assim, como um contexto mais amplo de diálogo onde há possibilidade de assegurar a posição de sujeito à criança na pesquisa e a compreensão da infância enquanto categoria de análise na construção de um campo de conhecimento crítico das ideias adultocêntricas e normatizadoras das nossas infâncias.

Biografia do Autor

Humberto Miranda, UFRPE

Docente do Departamento de Educação/UFRPE, do Programa de Pós-Graduação em História/UFRPE e do Programa Educação, Culturas e Identidades - UFRPE/Fundaj.

Publicado
2022-05-17
Como Citar
Simões, P., & Miranda, H. (2022). INTERDISCIPLINARIDADE E ESTUDOS DAS INFÂNCIAS: DESAFIOS NA CONTEMPORANEIDADE. DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 9(2), 117-128. https://doi.org/10.20873/uftv9-9334
Seção
Artigos