ASSISTÊNCIA ÀS GESTANTES E RECÉM-NASCIDOS NO CONTEXTO DA INFECÇÃO COVID-19: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

  • Giuliana Paola Hoeppner Rondelli Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.
  • Danúbia Mariane Barbosa Jardim Hospital Sofia Feldman, Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica e Multiprofissional em Neonatologia, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.
  • Graziela Brito Neves Zboralski Hamad Universidade Federal de Campina Grande, Curso de Enfermagem, Campina Grande, Paraíba, Brasil.
  • Erika Luciana Gomes Luna Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil e Santa Casa de Misericórdia, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil.
  • Wilson Junior Maia Marinho Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Ibertioga, Ibertioga, Minas Gerais, Brasil.
  • Larissa Loures Mendes Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Nutrição, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.
  • Kleyde Ventura de Souza Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.
  • Lucia Helena Almeida Gratão Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Nutrição, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

Resumo

A infecção por SARS-CoV-2 tem direcionado a atenção de pesquisadores para a criação de estratégias de prevenção e gestão clínica da infecção COVID-19. Alguns grupos populacionais devem ser priorizados como as gestantes e os recém-nascidos. Assim, foi realizada uma revisão sistemática de estudos observacionais e documentos oficiais a fim de explorar e sintetizar evidências e recomendações sobre a atenção e o manejo de gestantes e recém-nascidos suspeitos ou confirmados com a infecção. Utilizou-se a base de dados PubMed, a biblioteca virtual Scielo, as plataformas de sociedades científicas e sites governamentais. Foram incluídas 33 referências organizadas em: atenção à saúde das gestantes com suspeita ou diagnóstico de infecção por SARS-CoV-2: epidemiologia e caracterização, cuidado pré-natal e realização de procedimentos eletivos, recomendações quanto via de nascimento, orientações para a admissão, trabalho de parto/parto e puerpério, agentes farmacológicos e monitoração; e manejo de recém-nascidos filhos de mulheres com diagnóstico de infecção COVID-19: epidemiologia e caracterização de recém-nascidos, risco de infecção por transmissão vertical e no pós parto,  amamentação e manejo dos cuidados com recém-nascidos. As recomendações contidas no artigo são passíveis de mudanças diante das novas descobertas sobre o comportamento e repercussões da doença em gestantes, puérperas e recém-nascidos.

Palavras-chave: COVID-19; recém-nascidos; gestantes.

Publicado
2020-04-22
Como Citar
Rondelli, G., Jardim, D., Hamad, G., Luna, E., Marinho, W., Mendes , L., Souza, K., & Gratão, L. (2020). ASSISTÊNCIA ÀS GESTANTES E RECÉM-NASCIDOS NO CONTEXTO DA INFECÇÃO COVID-19: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 7(Especial-3), 48-74. https://doi.org/10.20873/uftsuple2020-8943