Tempo de armazenamento e métodos de superação da dormência de pirê-nios de Byrsonima crassifolia (L.) Kunt

Palavras-chave: germinação, tratamentos, vigor

Resumo

Objetivou-se avaliar a germinação dos pirênios de Byrsonima crassifolia considerando períodos de armazenamento e métodos de superação de dormência. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado com 60 pirênios por tratamento, distribuídos em quatro repetições e oito tratamentos, semeados em sacos plásticos com dimensões de 17 x 22 x 0,15cm contendo solo do local das matrizes sendo realizadas regas diárias para manutenção da umidade do substrato. O armazenamento dos pirênios foi de 0, 60, 120 e 180 dias e os tratamentos totalizaram em 8 com testemunha, e outros realizado as superações química e mecânica. Os resultados obtidos permitiram concluir que os pirênios de Byrsonima crassifolia apresentaram melhor qualidade fisiológica quando armazenadas por 120 dias. A embebição em (H2SO4) por 40 minutos e (GA3) por 48 horas favoreceram a germinação e proporcionaram maiores índices de velocidade de germinação (IVG) em relação aos demais.

Referências

Biruel RP, Aguiar IB, Paula RC. Germinação de sementes de pau-ferro submetidas a diferentes condições de armazena-mento, escarificação química, temperatura e luz. Revista Brasileira de Sementes, v.29, n.3, p.151-159, 2007.

Borges EEL, Borges RCG, Candido JF, Gomes JM. Compa-ração de métodos de quebra de dormência em sementes de copaíba. Revista Brasileira de Sementes, v.4, n.1, p.9-12, 1982.

Cabral EL, Barbosa DCA, Simabukuro EA. Armazenamento e germinação de sementes de Tabebuia aurea (Manso) Benth. & Hook. F. EX. S. Moore. Acta Botânica Brasileira, Recife, v.17, n.4, p.609-617, 2003.

Lopes JC, Capucho MT, Krohling B, Zanotti P. Germinação de sementes de espécies florestais de Caesalpinia ferrea Mart. ex Tul. var. Leiostachya Benth., Cassia grandis L. e Samanea saman MERRILL, após tratamentos para superar a dormência. Revista Brasileira de Sementes, Brasília, v.20, n.1, p.80-86, 1998.

Loureiro MB, Andrade ACS, Ramos FN, Souza ADO. Que-bra de dormência de sementes de sucupira-preta (Bowdichia virgilioides H.B.K. In: Congresso brasileiro de sementes, IX, Florianópolis-SC, ago. 23-27. Informativo ABRATES, Londrina, v.5, n.2, p.202. 1995.

Maguire JD. 1962. Speed of germination-aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, v.1, p.176-177, 1962.

Martins R, Carvalho NM, Oliveira AP. Quebra de dormência de sementes de sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia BENTH.). Revista Brasileira de Sementes, Brasília, v.14, n.1, p.5-8. 1992.

Melo MGG, Mendonça MS, Nazário PM, Angela MS. Supe-ração de dormência em sementes de três espécies de Parkia spp. Revista Brasileira de Sementes, v.33, n.3 p.533-542, 2011.

Morais Júnior OP, Leão ÉF, Silva FCE, Silva DC, Aguiar JT, Peixoto N. Métodos para superação de dormência em se-mentes de murici. Revista Agrotecnologia, v.6, n.1, p.01, 2015.

Murakami DM, Bizão N, Vieira RD. Quebra de dormência de semente de murici. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboti-cabal - SP, v. 33, n. 4, p. 1257-1265, 2011.

Nascimento IL, Alves EU, Bruno RLA, Gonçalves EP, Cola-res PNQ, Medeiros MS. Superação da dormência em se-mentes de faveira (Parkia platycephala Benth). Revista Ár-vore, Viçosa-MG, v.33, n.1, p.35-45, 2009.

Oliveira LM, Bruno RLA, Silva KRG, Silva VDM, Ferrari CS, Silva GZ. Germinação e vigor de sementes de Sapindus saponaria L. submetidas a tratamentos pré-germinativos, temperaturas e substratos. Ciência Rural, v.42, p.638-644, 2012.

Passos, I.R.S.; Matos, G.V.C.; Meletti, L.M.M.; Scott, M.D.S.; Bernacci, L.C.; Vieira, M.A.R. Utilização do ácido giberélico para a quebra de dormência de sementes de Passi-flora nitida Kunth germinadas in vitro. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v.26, n.2, p.380-381, 2004.

Scalon, S.P.; Mussury, R.M.; Filho, H.S.; Francelino, C.S.F.; Florencio, D.K.A. Armazenamento e tratamentos pré-germinativos em sementes de jacarandá (Jacaranda cuspidi-folia Mart.). Revista Árvore, Viçosa-MG, v.30, n.2, p.179-185, 2006.

Scalon SPQ, Mussury RM, Wathier F, Gomes AM, Silva KA, Pierezan L, Filho HS. Armazenamento, germinação de sementes e crescimento inicial de mudas de Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong. Acta Scientiarum Biologi-cal Sciences. Maringá, v.27, n.2, p.107-112, 2005.

Souza SM, Pires IE, Lima PCF. 1980a. Influência da embala-gem e condições de armazenamento na longevidade de se-mentes florestais. p.15-24. In: Pesquisa Florestal no Nor-deste Semi-árido: sementes e mudas. Boletim de Pesquisa n.2, EMBRAPA - CPTSA, Petrolina.

Souza SM, Pires IE, Lima PCF. 1980b. Efeito do tipo de embalagem e condições de armazenamento na preservação de sementes de aroeira (Astronium urundeuva) Engl. pp. 25-30. In: Pesquisa Florestal no Nordeste Semi-árido: sementes e mudas. Boletim de Pesquisa n. 2, EMBRAPA - CPTSA, Petrolina.

Vasconcelos Filho SC. Caracterização anatômica e histoquími-ca de folhas, calogênese e fitoquímica de calos de murici (Brysonima verbacifolia (L.) Ruch, ex Juss). 2008. 70p. Dissertação (Mestrado em Botânica) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

Publicado
2020-05-22
Como Citar
Sousa, H. G. de A., Aguiar, B. A. C., Epifânio, M. L. F. G., Silva, R. C. da, & Souza, P. B. de. (2020). Tempo de armazenamento e métodos de superação da dormência de pirê-nios de Byrsonima crassifolia (L.) Kunt. Journal of Biotechnology and Biodiversity, 8(1), 024-030. https://doi.org/10.20873/jbb.uft.cemaf.v8n1.sousa

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)