CARCINOMA ESOFÁGICO DE CÉLULAS ESCAMOSAS - RELATO DE CASO

  • Luana Silva e Silva dos Anjos
  • Gboado Emmanuella Richenel Hermine Akowanou
  • Nickolas Cezar Isecke
  • Luiz Guilherme Pereira Medeiros
  • Raymundo do Espírito Santo Pedreira

Resumo

A neoplasia de esôfago é relativamente rara e marcada por alta mortalidade. Com maior incidência em homens acima de 50 anos, está fortemente associada ao tabagismo e etilismo. Seu diagnóstico na maioria das vezes é tardio devido aos sintomas iniciais que são vagos podendo sugerir outas patologias do trato digestivo. Existem 20 tipos histológicos porem dois são mais importantes: o tipo epidermóide e o adenocarcinoma. O local mais acometido é o terço-médio do esôfago associado à doença do refluxo e esôfago de Barret. O prognóstico varia conforme o tipo histológico e o estágio do tumor. É necessária uma abordagem minuciosa dos pacientes da população de risco, mesmo que apresentem queixas esofágicas incipientes, para esta doença. Em razão disso, a descrição epidemiológica científica, fatores como idade, história familiar e fatores extrínsecos como álcool e tabagismo devem ser de alerta para pesquisa desta neoplasia para um diagnóstico e tratamento o mais precoce possível e aumento da sobrevida desses pacientes.

Palavras-chave: Neoplasias esofágicas; fatores de risco; diagnóstico precoce.

ABSTRACT

Esophageal neoplasia is relatively rare, with a high mortality.  With greater incidence in men over 50 years old, associated with smoking and alcohol consumption. Its diagnosis is most often late due to initial symptoms that are vague and may suggest other pathologies of the digestive tract. There are 20 histological types, but two are more important: the carcinoma of scaly cells     and adenocarcinoma. The most affected place is the middle third of the esophagus associated with reflux disease and Barrett's esophagus. The prognosis varies according to the histological type and tumor stage. A thorough approach is required for patients in the at-risk population, even if they have incipient esophageal complaints, for this disease. Therefore, the scientific epidemiological description, the factors like age, family history and extrinsic factors such as alcohol and tobacco should be alert to research of this neoplasm for a diagnosis and treatment as early as possible and increase survival of these patients.

Keywords: Esophageal Neoplasms; Risk factors; early diagnosis.

Publicado
2019-05-06

Artigos mais lidos pelo(s) mesmo(s) autor(es)