USO DE CONTRACEPTIVOS DE LONGA DURAÇÃO: UMA REVISÃO DE LITERATURA

  • Áirica Correia Costa Morais Querido Universidade Federal do Tocantins
  • Débora Filardi Silveira
  • Nathalia Auriema de Lima
  • Mariana Meireles de Freitas Nunes
  • Caroline Filardi Silveira
  • Inara Correia Costa Morais

Resumo

I

Introdução A taxa de gravidez indesejada nos Estados Unidos está entre as mais altas do mundo desenvolvido.Os métodos anticoncepcionais reversíveis de ação prolongada e altamente eficazes têm o potencial de diminuir a gravidez indesejada e reduzir as disparidades de saúde. Metodologia Foi realizada uma pesquisa nas bases Science Direct, Pub Med e Google Scholar para publicações recentes sobre o uso de contraceptivos de longa duração utilizando a palavra chave: long-term contraceptives use. Resultados Os métodos contraceptivos variam em eficácia, e a eficácia na prática (uso típico) varia de uso perfeito. Os métodos do CRAPs e a esterilização mostram a menor variação entre o uso típico e perfeito. O implante e os métodos intrauterinos, uma vez inseridos, não exigem mais nenhuma ação em nome do usuário, além de retornar para a substituição do método no final do período de uso licenciado. Conclusão Os métodos reversíveis de ação prolongada têm muito poucas restrições de uso, onde os riscos de uso provavelmente superam os benefícios, e podem e devem, portanto, ser oferecidos a todas as mulheres.  

Palavras-chave: contraceptivos de longa duração, gravidez, anticoncepcionais.

ABSTRACT

Introduction The unwanted pregnancy rate in the United States is among the highest in the developed world. Long-acting, highly effective reversible contraceptive methods have the potential to decrease unwanted pregnancies and reduce health disparities. Methodology A study was conducted at the bases Science Direct, Pub Med and Google Scholar for recent publications on the use of long-term contraceptives using the key word: long-term contraceptives use. Results Contraceptive methods vary in effectiveness, and effectiveness in practice (typical use) varies from perfect use. Long-acting reversible methods and sterilization show the least variation between typical and perfect use. The implant and intrauterine methods, once inserted, no longer require any action on behalf of the user, in addition to returning to the replacement method at the end of the licensed use period. Conclusion Long-acting reversible methods have very few restrictions on use, where the risks of use are likely to outweigh the benefits, and can and should therefore be offered to all women.

Keywords: Long-term contraceptives, pregnancy, contraceptives.

Biografia do Autor

Áirica Correia Costa Morais Querido, Universidade Federal do Tocantins

Médico Residente em Ginecologia e Obstetrícia – Hospital e Maternidade Dona Regina

Débora Filardi Silveira

Médico Residente em Ginecologia e Obstetrícia – Hospital e Maternidade Dona Regina

Nathalia Auriema de Lima

Médica graduada pelo Itpac Porto Nacional.

Mariana Meireles de Freitas Nunes

Acadêmica de Medicina pelo Itpac Porto Nacional

Caroline Filardi Silveira

Médica Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e Endoscopia

Publicado
2018-12-09
Seção
Revisões de Literatura

Artigos mais lidos pelo(s) mesmo(s) autor(es)