Mortalidade por Diabetes mellitus em Palmas, Tocantins no período de 2011 a 2015.

  • Larissa Galvão Bello UFT
  • Adélia Mascarenhas de Sousa Lima
  • Kelly Cristina Gomes Alves
  • Silvely Tiemi Kojo Sousa
  • Andreza Domingos da Silva

Resumo

Objetivos: Identificar os óbitos por Diabetes Mellitus e investigar os determinantes sociais de saúde a partir da análise das declarações de óbito em Palmas -Tocantins, no período de 2011 a 2015. Métodos: Trata-se de um estudo transversal e descritivo. Os dados foram coletados dos relatórios de óbitos por Diabetes Mellitus da Secretaria Municipal de Saúde ocorridos em 2011 a 2015. As variáveis utilizadas foram causa básica de óbito, idade, raça/cor, escolaridade, ocupação e sexo. Foram determinadas a taxa de mortalidade e os valores epidemiológicos estudados através do programa estatístico EpiInfo versão 7.0. Resultados: A taxa de mortalidade por Diabetes Mellitus aumentou 28,5% no período de estudo, com média no período de 17,8 óbitos por 100.000 habitantes, com 75,4% dos óbitos ocorridos na faixa etária entre 61 anos e mais. A maioria em pessoas do sexo feminino, pardas, e com 1 a 3 anos de estudos. Conclusão: A mortalidade por Diabetes Mellitus apresentou incremento positivo no período, o que alerta para a necessidade de planejamento de ações preventivas e de promoção da saúde.              
Palavras-chave: Diabetes Mellitus. Doenças crônicas. Atenção Primária à Saúde. Determinantes Sociais de Saúde.

ABSTRACT

Objective: To identify deaths from Diabetes mellitus and investigate the social determinant of health from death certificates of Palmas, Tocantins, in the period from 2011 to 2015. Methods: This is a cross-sectional descriptive study. Data were collected from death reports by Diabetes Mellitus of the Health Department that took place in 2011-2015. The variables used were the basic cause of death, age, race/color, education, gender and occupation. The mortality rate and epidemiological values studied were determined through the statistical program EpiInfo version 7.0. Results: The mortality rate for Diabetes mellitus increased 28,5% during the study period, with an average in the period to 17,8 deaths per 100,000 inhabitants, with 75,4% of all deaths in the age group 61 and over years and the majority in females, brown-skinned, with 1 to 3 years of education. Conclusion: Mortality from diabetes mellitus showed a positive growth during the study period which indicates the need for planning of preventive actions and of health promotion.                                                
Keywords: Diabetes mellitus. chronic diseases.  Primary Health Care.  Social determinants of health.

Publicado
2017-09-26