Perfil epidemiológico dos óbitos por afogamento no estado do Tocantins no período de 2010 a 2014

  • Amanda de Lima Rodrigues Fundação Universidade Federal do Tocantins
  • Rebeca de Sousa Carvalho
  • Pedro Manuel Gonzales Cuellar

Resumo

RESUMO

Objetivo: Traçar o perfil epidemiológico dos óbitos por afogamento no estado do Tocantins no período de 2010 a 2014. Métodos: Análise dos dados obtidos através da plataforma online do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSus). Resultados: No período, foram registrados 337 óbitos por afogamento e submersão acidentais, desses, 82,19% eram do sexo masculino e 17,21%, do sexo feminino. A faixa etária com maior número de casos foi de 20 a 29 anos com 17,51%. Observou-se que 116 vítimas apresentavam entre 1 e 7 anos de estudo, 46, mais de 7 anos, 42, não tinham escolaridade e em 133 ocorrências (39,96%) o dado foi ignorado. O mês com o maior número de ocorrências foi julho com 59 óbitos (17,5%). Os municípios que registraram maior número de mortes foram Palmas (10,97%), Araguaína (6,82%) e Porto Nacional (6,23%). Considerações finais: Os óbitos por afogamento implicam prejuízos econômicos diretos e indiretos, como aqueles empregados para o salvamento e secundários à perda de indivíduos jovens e potencialmente produtivos. Comprova-se então a importância do tema para saúde pública e a necessidade de planejamento e a alocação de recursos em ações de prevenção e para a proteção dos grupos de maior risco.        
Palavras-chave: Afogamento, Mortalidade, Epidemiologia, Sistemas de informação.

ABSTRACT

Objective: To describe the drowning death's epidemiological profile in the Brazilian State of Tocantins between 2010 and 2014. Methods: Data analysis from the information obtained through the Unified Health System's Information Technology Department (DataSus). Results: 337 deaths secondary to incidental drowning and submersion were reported, 82,19% of the victims were males and 17,21%, females. The largest number of occurrences happened to subjects ranging from 20 to 29 years. 116 of the victims had attended school from 1 to 7 years, 46, more than 7 years, 42, never had gone to school and in 33 occurrences (39,96%) this information was ignored. July registered most of the deaths (17,5%). The highest number of deaths were reported in the cities of Palmas (10,97%), Araguaína (6,82%) e Porto Nacional (6,23%). Final considerations: Drowning deaths imply direct and indirect economic losses, like those spent in water rescue and due to the destitution of young and potentially productive individuals from society. That proves the matter's relevance to Public health and the need of planning and allocating resources in prevention and protection of the most endangered groups.                                                
Keywords: Drowning, Mortality, Epidemiology, Information systems.

Publicado
2017-09-26

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##