A PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES ACERCA DA INCLUSÃO DO ALUNO AUTISTA NO ENSINO REGULAR PUBLICO MUNICIPAL

Palavras-chave: Inclusão; Autismo; Percepção dos Educadores

Resumo

O presente artigo buscou investigar o cotidiano da inclusão de alunos com autismo nas classes regulares nas escolas municipais de um determinado município do Estado do Tocantins, partindo da ótica dos educadores. A pesquisa de cunho qualitativo analisou a percepção dos professores sobre a inclusão desses alunos, em 02 escolas públicas municipais da zona urbana, onde foram entrevistados 12 professores. Verificou-se que os processos de exclusão social são marcantes e contínuos e a falta de conhecimento e preparo dos professores para lidar com o aluno autista ficou evidenciado. Concluiu-se que a inclusão não cabe no paradigma tradicional existente da educação e requer um modelo diferente das propostas e práticas existentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise de Barros Capuzzo, Universidade Federal do Tocantins

Psicóloga. mestrado em pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás e doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal do Tocantins. E-mail: capuzzo@uft.edu.br.

Miliana Augusta Pereira Sampaio, Universidade Federal do Tocantins

Mestranda em Educação - UFT, Especialista em Neuropsicoedagogia Clinica e Graduada em Pedagogia. e-mail: milianasampaio@gmail.com.

Simone Lima de Arruda Irigon, Universidade Federal do Tocantins

Graduação em Pedagogia pela Fundação UNIRG e Serviço Social pela Fundação Universidade do Tocantins - UNITINS e Aluna Especial no Programa de Pós Graduação em Educação (PPGE) - Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Tocantins. E-mail: simonealianca@bol.com.br.

Referências

COSME, A. Escola inclusiva. Extraído da comunicação apresentada ao Seminário:

Autonomia para a escola democrática. Lisboa, nov. 1997. Disponível em:

<http://www.apagina.pt/arquivo/Artigo.asp?ID=338> Acesso em: 05 janeiro 2017.

CUNHA, M.I.; LEITE, D.B.C. Decisões pedagógicas e estruturas de poder na universidade. Campinas, SP: Papirus, 1996.

DEL PRETE, Z.A.P. Psicologia, educação e LDB: novos desafios para velhas questões? In: GUZZO, R.S.L. Psicologia escolar: LDB e educação hoje. Campinas, SP: Alínea, 1999. p.11-34.

FERREIRA, S.L. Diversidade e ensino superior: a universidade estadual de Londrina na construção de uma “sociedade para todos”. In: MARQUEZINE, M.C. et al (Org.). Inclusão. Londrina: Eduel, 2003.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MANTOAN, M.T.E. Inclusão escolar: o que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2003.

MICHELS, L.R.F.; DÍAZ, G.A. A inclusão da pessoa portadora de necessidades especiais: perspectiva dos funcionários. Relatório final de pesquisa do Programa Bolsa de Iniciação Científica – PROBIC, Itajaí, 2001.

MICHELS, L.R.F.; SARRIERA, J.C. A inclusão/exclusão da pessoa portadora de necessidades especiais no contexto universitário. Alcance, Itajaí, v.7, n.5, p.05-16. dez. 2000.

OLIVEIRA, E.T.G.; CARMO, L.H.M. Uma proposta de serviço social para estudante com necessidade educacional especial na universidade estadual de Londrina. In: MARQUEZINE, M.C. et al (Org.). Inclusão. Londrina: Eduel, 2003.

STAINBACK, S.; STAINBACK, W. Inclusão: um guia para educadores. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

BEYER, H. Inclusão e Avaliação na escola: de alunos com necessidades especiais. Porto Alegre: Mediação, 2005.

MOLL, L.C (comp) Vygotksy y la educación: connotaciones y aplicaciones de la psicologia sociohistórica en la educación. Bs. As.: Aique Grupo Editor, 1993.

JORDAN, R. e POWELL, S. Understanding and Teaching Children with Autism. West Sussex, England: John Wiley&Sons Ltd, 1995.

NASH, J. M. The Secrets of Autism. Reportagem TIME 6/05/2002, p.33-42

PASSERINO, L. Pessoas com Autismo em Ambientes Digitais de Aprendizagem: estudo dos processos de Interação Social e Mediação. Tese de Doutorado, UFRGS, 2005.

SACKS, O. Um antropólogo em Marte: sete histórias paradoxais. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

VYGOTSKY, L. S Formação Social da Mente. 6º Edição.- São Paulo: Martins Fontes, 1990.

Publicado
2019-05-01
Como Citar
CAPUZZO, D. DE B.; SAMPAIO, M. A. P.; IRIGON, S. A PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES ACERCA DA INCLUSÃO DO ALUNO AUTISTA NO ENSINO REGULAR PUBLICO MUNICIPAL. Revista Observatório, v. 5, n. 3, p. 405-423, 1 maio 2019.