A paisagem nordestina na poesia de Patativa do Assaré

possibilidades para o ensino de Geografia

  • Daniela Santana Oliveira Universidade Federal de Campina Grande
  • Paulo Sérgio Cunha Farias Universidade Federal de Campina Grande

Resumo

Os poemas de Patativa do Assaré, o porta-voz do sertão nordestino, tiveram no espaço em que ele viveu a principal fonte de inspiração. Por isso, em sua poesia verificam-se diversos elementos que caracterizam a região Nordeste e levantam questões interessantes para a Geografia. Considerando isto, realizou-se uma pesquisa que se propôs a analisar as paisagens do semiárido nordestino presentes no poema “ABC do Nordeste Flagelado”, fundamentando-se na investigação qualitativa, através da análise documental (poema), apropriando-se, pelo olhar geográfico e através do uso da metodologia da análise do conteúdo (BARDIN, 2011), do que é exposto nesse texto literário. Pesquisar a Geografia na poesia de Patativa do Assaré revela o grande campo de investigação que se abre para os geógrafos. Ademais, pode servir como recurso para o ensino dessa disciplina na educação básica, pois tal poesia apresenta diversos elementos que podem facilitar e tornar mais prazerosa a aprendizagem do aluno sobre a região. Constatou-se que o estudo do poema possibilita adentrar no universo descrito na poesia patativiana, no qual a paisagem do semiárido nordestino é consagrada, logo, a linguagem literária pode se constituir em uma boa alternativa no processo de ensino/ aprendizagem da Geografia escolar.

Palavras-chave: Geografia; Literatura; Literatura Popular; Patativa do Assaré; Paisagem; Ensino.

Publicado
2018-10-17