ANÁLISE DA COBERTURA DE PROBLEMAS AMBIENTAIS PELO JORNAL ONLINE “CORREIO DA BAHIA” (SALVADOR/BA)

  • Allan Soljenítsin Barreto Rodrigues Universidade Federal do Amazonas
  • Maria Clara Guimarães da Costa Moura Universidade Federal do Amazonas
Palavras-chave: jornais, pesquisa, Sustentabilidade, matérias

Resumo

Apresenta-se aqui os resultados da pesquisa que visa a qualidade das coberturas jornalísticas sobre problemas ambientais no jornal online “Correio da Bahia” (Salvador/BA). Pelas inúmeras catástrofes que veem pairando sobre o planeta, a humanidade, começou a pensar mais na questão ambiental e em como diminuir seus impactos formando, assim, um pensamento sustentável. A pesquisa, desenvolvida pelo Grupo de Pesquisa Comunicação, Cultura e Amazônia (Trokano), teve como propósito buscar notícias sobre os problemas ambientais em parte da Região Nordeste e analisar como são apresentadas ao seu público. Ao final, podemos analisar como o jornalismo ambiental está presente na vida dos brasileiros e se, estas informações são de entendimento dos leitores.

 

PALAVRAS-CHAVE: Correio da Bahia; Jornalismo; Matérias; Pesquisa; Sustentabilidade.

 

 

 

ABSTRACT

This article presents the results of the research on the quality of journalistic coverage of environmental problems in the online newspaper "Correio da Bahia" (Salvador / BA). Through the numerous catastrophes that have been floating around the planet, humanity has begun to think more about the environmental issue and how to reduce its impacts, thus forming sustainable thinking. The research, developed by the Research Group on Communication, Culture and Amazonia (Trokano), aimed to seek news about environmental problems in part of the Northeast Region and analyze how they are presented to their public. In the end, we can analyze how environmental journalism is present in the lives of Brazilians and, if this information is understood by the readers.

 

KEYWORDS: Correio da Bahia; Journalism; Matter; Search; Sustainability.

 

 

RESUMEN

Este artículo presenta los resultados de la investigación dirigida a la calidad de la cobertura periodística sobre problemas ambientales en el periódico en línea "Correio da Bahia" (Salvador / BA). A través de las numerosas catástrofes que se ciernen sobre el planeta, la humanidad ha comenzado a pensar más sobre el tema ambiental y cómo reducir sus impactos, formando así un pensamiento sostenible. La investigación, desarrollada por el Grupo de Investigación de Comunicación, Cultura y Amazonía (Trokano), tuvo como objetivo buscar noticias sobre problemas ambientales en parte de la Región Nordeste y analizar cómo se presentan a su audiencia. Al final, podemos analizar cómo el periodismo ambiental está presente en la vida de los brasileños y si los lectores entienden esta información.

 PALABRAS CLAVE: Correio da Bahia; Periodismo; Materiales; Investigación; Sostenibilidad.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Allan Soljenítsin Barreto Rodrigues, Universidade Federal do Amazonas

Doutor e mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas. Professor do Curso de Jornalismo da Universidade Federal do Amazonas – Faculdade de Informação e Comunicação (FIC-UFAM). E-mail:  allan30@gmail.com.

Maria Clara Guimarães da Costa Moura, Universidade Federal do Amazonas

Estudante de Graduação em Comunicação Social/Jornalismo, Universidade Federal do Amazonas (FIC-UFAM). E-mail: mariacguima@gmail.com

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa/Portugal: Edições 70 LDA, 2010.

BELMONTE, Roberto Villar. Menos catástrofes e mais ecojornalismo. In: BOAS, Sérgio Vilas. Formação & informação ambiental: jornalismo para iniciados e leigos. São Paulo: Summus, 2004.

BENTHAM, Jeremy. An introduction to the principles of morals and legislation. London: The Athlone Press, 1970.

BORTOLOZZI, Arlêude. Comunicação, ensino e temática ambiental. Comunicação e Educação, São Paulo, n. 14, p. 42-48, jan./abr. 1999. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/36842/39564>. Acesso em: 17 fev. 2010.

BORGES, P. V.; RODRIGUES, A. S. B. Análise da sensibilização do jornalismo ambiental no Paraná. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 2, p. 107-129, 23 abr. 2018.

BORGES, P. V.; RODRIGUES, A. S. B. Análise da cobertura de problemas ambientais pelo jornal online Gazeta do Povo. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 2, p. 130-151, 23 abr. 2018.

BUENO, Wilson da Costa. Comunicação, jornalismo e meio ambiente: teoria e pesquisa. São Paulo: Majoara, 2007.

BUCCI, Eugênio. Sobre Ética e Imprensa. São Paulo: Cia da Letras, 2000.

CHAPARRO, Manoel Carlos. Linguagem dos conflitos. Coimbra: Minerva, 2001.

DANTAS, N. A.; RODRIGUES, A. S. B. Análise da contextualização do jornalismo ambiental em Santa Catarina. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 2, p. 152-171, 23 abr. 2018.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação ambiental: princípios e práticas. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Gaia, 1993.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 10. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

GERAQUE, Eduardo. Jornalismo e ecossistemas parecem (mas não são) elos perdidos. In: BOAS, Sérgio Vilas. Formação & informação ambiental: jornalismo para iniciados e leigos. São Paulo: Summus, 2004.

KOVACH, Bill; ROSENSTIEL Tom (2007) The Elements of Journalism, New York, Three Rivers Press.

KOVACH, Bill; ROSENSTIEL, Tom (2010) Blur, How to know what’s true in the age of information overload, New York, Bloomsburg.

KOVACH, Bill; ROSENSTIEL, Tom. Os elementos do jornalismo: o que os jornalistas devem saber e o público exigir. São Paulo: Geração, 2003.

LEÃO, M. F. DA S. S.; RODRIGUES, A. S. B. Análise da cobertura jornalística de questões ambientais pelo jornal on line "Correio do Povo”. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 2, p. 192-205, 23 abr. 2018.

MELO, José Marques de. Estudos de jornalismo comparado. São Paulo: Pioneira, 1972.

MELO, José Marques de; ASSIS, Francisco de. Gêneros Jornalísticos no Brasil. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2010.

PENA, Felipe. Teoria do jornalismo. São Paulo: Contexto, 2005.

RIBEIRO LOPES, A. E.; RODRIGUES, A. S. B.; COSTA, G. S. Análise da contextualização e da sensibilização na cobertura de eventos climáticos extremos pelo jornal online “Folha de São Paulo”. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 2, p. 85-106, 23 abr. 2018.

RODRIGUES, A. S. B.; DE MENEZES, G. M.; LOPES, R. DE F. Jornalismo e processos socioculturais na Amazônia: ressonâncias ideológicas na cobertura ambiental. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 2, p. 19-47, 23 abr. 2018.

SANTOS, J.M. O que é análise de conteúdo. São Paulo: Summus, 1997.

TAMBOSI, Orlando. Elementos (e confusões) do jornalismo. Disponível em:<https://criticanarede.com/lds_elemjournal.html>. Acesso em: 12 dez. 2017

TRAQUINA, Nelson. Teorias do jornalismo: por que as notícias são como são. 2. ed. Florianópolis: Insular, 2005a. v. 1.

TRAQUINA, Nelson (Org.). Jornalismo: Questões, teorias e “Estórias”. Lisboa, Vega, 1997.

WOLF, Mauro. Teorias da Comunicação. 6ª ed. Lisboa: Presença, 2001.

______________. Princípios do jornalismo. Disponível em: <http://futurojornalismo.org/np4/45.html#.Wl3mzWXmPqD>. Acesso em: 12 dez. 2017

Publicado
2019-09-01
Como Citar
Rodrigues, A. S. B., & Moura, M. C. G. da C. (2019). ANÁLISE DA COBERTURA DE PROBLEMAS AMBIENTAIS PELO JORNAL ONLINE “CORREIO DA BAHIA” (SALVADOR/BA). Aturá - Revista Pan-Amazônica De Comunicação, 3(3), 199-218. Recuperado de https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/atura/article/view/7385

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)