VIOLÊNCIA DE GÊNERO E O ATENDIMENTO POLICIAL ÀS MULHERES (RE)VITIMIZADAS: UMA ANÁLISE DO CENÁRIO EM PALMAS/TO

  • Gleidison Antônio de Carvalho Polícia Militar do Estado do Tocantins
  • Edvan de Jesus Silva Polícia Militar do Estado do Tocantins

Resumo

A violência contra a mulher e violência de gênero é recorrente na contemporaneidade. Entretanto, as instituições públicas precisam atuar em conjunto para minimizar os seus efeitos. O objetivo aqui foi analisar o atendimento policial em Palmas/TO e incidência de vitimização secundária. A partir da análise, uma proposta de redirecionar a PMTO para a Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, tendo como referência o que já está previsto na Secretaria de Políticas para as Mulheres, do governo federal . No estudo, foram aplicados 360 questionários às mulheres vitimizadas, bem como entrevistados os gestores da DEAM - Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Defensoria Pública e Secretaria de Cidadania e Justiça. Concluiu-se que é necessária a reformulação dos procedimentos adotados atualmente pela PM, não somente ancorados no POP – Procedimento Operacional Padrão, mas na criação de Patrulhas multidisciplinares para atendimento, conhecidas como "Patrulha Maria da Penha", nas unidades operacionais.

 

PALAVRAS-CHAVE: Violência; Mulher; Atendimento Policial, Especialização.

 

 

ABSTRACT

Violence against women and gender violence is recurrent in the contemporary world. However, public institutions need to work together to minimize their effects. The objective here was to analyze the police service in Palmas / TO and incidence of secondary victimization. Based on the analysis, a proposal to redirect the PMTO to the Network for Combating Violence Against Women, based on what is already foreseen in the Secretariat of Policies for Women, of the federal government. In the study, 360 questionnaires were applied to the victimized women, as well as interviewed the managers of the DEAM - Specialized Police Department of Assistance to Women, Public Defender and Secretary of Citizenship and Justice. It was concluded that it is necessary to reformulate the procedures currently adopted by the PM, not only anchored in the POP - Standard Operational Procedure, but also in the creation of multidisciplinary patrols for service, known as the "Maria da Penha Patrol", in the operational units.

 

KEYWORDS: Violence; Woman; Police Service; Specialization.

 

 

RESUMEN

La violencia contra la mujer y la violencia de género es recurrente en la contemporaneidad. Sin embargo, las instituciones públicas deben actuar conjuntamente para minimizar sus efectos. El objetivo aquí fue analizar la atención policial en Palmas / TO e incidencia de victimización secundaria. A partir del análisis, una propuesta de reorientar la PMTO a la Red de Enfrentamiento a la Violencia contra la Mujer, teniendo como referencia lo que ya está previsto en la Secretaría de Políticas para las Mujeres, del gobierno federal. En el estudio, se aplicaron 360 cuestionarios a las mujeres victimizadas, así como entrevistados a los gestores de la DEAM - Delegación Especializada de Atención a la Mujer, Defensoría Pública y Secretaría de Ciudadanía y Justicia. Se concluyó que es necesaria la reformulación de los procedimientos adoptados actualmente por la PM, no sólo anclados en el POP - Procedimiento Operativo Estándar, sino en la creación de Patrullas multidisciplinares para atención, conocidas como "Patrulla Maria da Penha", en las unidades operativas.

 

PALABRAS CLAVE: Violencia; las mujeres; Atención al Cliente, Especialización.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gleidison Antônio de Carvalho, Polícia Militar do Estado do Tocantins

Discente do Curso Aperfeiçoamento de Oficiais da Polícia Militar do Estado do Tocantins, Capitão do Quadro de Oficiais Policiais Militares; Mestrando em Gestão de Políticas Públicas pela UFT - Universidade Federal do Tocantins; ​Bacharel em Direito pela UNISUL - Universidade Cruzeiro do Sul; Especialista em Direitos Humanos e Cidadania pela Universidade Estadual do Tocantins; em Gestão Pública pela UFT; em Direito Civil pela UNISUL; Licenciado em Letras, pela Universidade Federal de Uberlândia; Bacharel em Segurança Pública pela Academia Policial Militar Tiradentes – APMT, desde 2005; E-mail: gleidison@gmail.com.

Edvan de Jesus Silva, Polícia Militar do Estado do Tocantins

Especialização em Estudos de Política e Estratégia pela ADESG – Associação dos diplomados da Escola Superior de Guerra; em Ciência política, defesa e estratégia brasileira, pela UFT, em Defesa Social e Cidadania pelo Instituto de Ensino de Segurança do Pará; em Metodologia e Didática do Ensino Superior, pela Universidade do Tocantins; Bacharel em Direito pela Faculdade Filosofia Ciências Humanas, FAFICH, Coronel do Quadro de Oficiais Policiais Militares; E-mail: capedvan@bol.com.br.

Publicado
2018-09-01
Seção
Dossiê Temático / Thematic dossier / Dossier temático