IDEOLOGIA E ASSUJEITAMENTO NA TELEVISÃO: A ANÁLISE DO DISCURSO DO QUADRO “CHEFE SECRETO”

  • Milton Chamarelli Filho Universidade Federal do Acre

Resumo

O objetivo desse artigo é a de analisar como a ideologia está engendrada no quadro Chefe secreto, do programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão. Para analisá-lo, lançamos mão de conceitos que perpassam os campos da Sociologia, da descrição de imagens (via Semiologia) e da Análise do Discurso Francesa. Chegou-se à conclusão que as linguagens nele presentes servem para confirmar (ou conduzir à) a prática capitalista da oposição capital versus trabalho, na medida em que os discursos utilizados no quadro retomam outros, tais como o de meritocracia, dos grandes feitos históricos. Ao retomar esses discursos, o indivíduo é interpelado em sujeito e é levado a acreditar que tudo ali dito é verdadeiro e, por isso, merece ser copiado, reproduzido em seu cotidiano como um comportamento a ser adotado.       

 

PALAVRAS-CHAVE: Chefe secreto; Análise do discurso; Ideologia; Reality show.

 

 

ABSTRACT

The purpose of this article is to analyze how the ideology is engendered in the “Chefe Secreto, of the Fantástico program, of Rede Globo de Televisão. To analyze it, we use concepts that pervade the fields of Sociology, the description of images (by Semiology) and the French Discourse Analysis. It has been concluded that the languages present in it serve to confirm (or lead to) the capitalist practice of the capital versus work opposition, insofar as the discourses used in the reality retake others, such as meritocracy, of the great historical feats. When he returns to these discourses, the subject is  and is led to believe that everything said is true and therefore deserves to be copied, reproduced in his daily life as a behavior to be adopted.

 

KEYWORDS: Chefe secreto; French Discourse Analysis; Ideology. Reality show

 

 

RESUMEN

El objetivo de este trabajo es analizar cómo la ideología es engendrada en programa de la telerrealidad “Chefe secreto”, em el programa Fantástico, de la TV Globo. Para analizarlo, se utilizó conceptos que impregnan los campos de la sociología, la descripción de las imágenes (través de la semiología) y el análisis del discurso francés. Se concluyó que las lenguages presentes en el programa sirven para confirmar (o conducir a) la práctica capitalista de capital versus trabajo, la medida en que los discursos del reality retoman otros como el discurso de la meritocracia y de grandes logros históricos. Para reanudar estos discursos, el individuo es interpelado como sujeto y es conducido a creer que todo es verdad y, por lo tanto, merece ser copiado, reproducido en su vida cotidiana como un comportamiento que debe adoptarse.

 

PALABRAS CLAVE: Chefe secreto; Análisis del discurso francês; Ideología; programa de la terrialidad  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do estado. Graal: Rio de Janeiro, 2001.

AMOSSY, R. Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2014.

APOIO EDITORIAL ao golpe de 64 foi um erro. O Globo: Rio de Janeiro. 31 ago. 2013. Disponível em: < http://oglobo.globo.com/brasil/apoio-editorial-ao-golpe-de-64-foi-um-erro-9771604>. Acesso em: 08 abr. 2017.

ARAGÃO, M. Empregado ou colaborador? Disponível em: . Acesso em: 05 abr. 2017.

ARALDI, I. S. A carapuça da discórdia: uma análise dos discursos que emanam de um gesto presidencial. Linguagem em (Dis)curso. Tubarão: UNISUL v. 5, n, 2, jan./jun. 205. Disponível em: http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Linguagem_Discurso/article/view/313. Acesso em: 03. Abr. 2017.

BARROS, D. O sonho americano está cada vez mais distante. Revista Exame. Disponível em: http://exame.abril.com.br/revista-exame/a-crise-da-classe-media/. Acesso em: 22. mar. 2017.

BARTHES, R. A retórica da imagem. In:______. O óbvio e o obtuso: ensaios sobre a fotografia, cinema, pintura teatro e música. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.

BRANDÃO, H. H. N. Introdução à análise do discurso. Campinas: Pontes, 1994.

BUCCI, E. Ver TV de olhos fechados: a indústria do imaginário/outras questões. São Paulo: Fundação Padre Anchieta. 1 DVD (110 min). N.T.S.C.

CHAUÍ, M. O que é ideologia. São Paulo: Brasiliense, 1987.

CHARAUDEAU, P.; MAINGUENEAU, D. Dicionário de análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2004.

CHEFE SECRETO. Fantástico. Rio de Janeiro. 5 de fevereiro de 2017. 21 h. Duração 15 min. Programa de TV.

________. Fantástico. Rio de Janeiro. 12 fev. 2017. 21 h. Duração 15 min. Programa de TV.

DaMATTA, R. Você sabe com quem está falando? Um ensaio sobre a distinção entre indivíduo e pessoa no Brasil. In: ______. Carnaval, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. Rio de Janeiro: Guanabara, 1990.

Direção Geral De Negócios. Atlas de Cobertura. Disponível em: < http://comercial2.redeglobo.com.br/atlasdecobertura/Paginas/Totalizador.aspx>. Acesso em: 22. mar. 2017.

JOHNSON, A. G. Dicionário de sociologia: guia prático da linguagem sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1995.
LIBRARY OF CONGRESS. The american dream. Disponível em:< http://www.loc.gov/teachers/classroommaterials/lessons/american-dream/students/thedream.html>. Acesso em: 11 abr. 2017.

MERITOCRACY. In: Encyclopedia.com. Nova York. Disponível em: < http://www.encyclopedia.com/social-sciences-and-law/sociology-and-social-reform/sociology-general-terms-and-concepts-36>. Acesso em: 05 abr. 2017.

HEINE, P. V. B. O ethos e a intimidade regulada: especificidades da construção da construção do ethos no processo de revelação da intimidade nos blogs pessoais. Dissertação de Mestrado. Salvador, Instituto de Letras UFBA, 2007.

ORALANDI, E. Texto e discurso. In: Organon. Revista do Instituto de letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul [on-line]. Rio Grande do Sul: UFRGS 1995. Disponível na internet: < http://seer.ufrgs.br/index.php/organon/article/view/29365/18055>. Acesso em: 13. Mar. 2017.

______. Discurso e texto. Formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes, 2008.

______. Análise do discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2012.

SILVA, J. O. Althusser. In: OLIVEIRA, L. A. Estudos do discurso: perspectivas teóricas. São Paulo: Parábola, 2013.
Publicado
2017-04-30