Perguntas Frequentes 2

(PT) Perguntas Frequentes 2

 

66. Por que a Revista Observatório mantém uma seção de perguntas frequentes?

A Revista Observatório entende que a seção funciona como um conjunto coerente de recomendações sobre boas práticas na escrita, disponibilização e publicação dos artigos confiados e avaliados pelos pares. Com isso, defendemos que essas informações precisas, claras e reproduzíveis podem ser úteis aos autores e editores colaboradores.

 

67. Que atividades não são caracterizadas como autoria em um artigo submetido a Revista Observatório?

A Revista Observatório entende, seguindo os padrões internacionais de autoria científica, que a aquisição de financiamento, supervisão de grupo e/ou equipe de pesquisa, assistência de redação, edição técnica, edição de idioma (tradutor), apoio administrativo geral e revisão textual não qualificam o(a) contribuidor(a) como autor(a). Nesse sentido, orienta aos autores que pretendem submeter artigo que definam seus autores antes da postagem no sistema OJS. A Revista Observatório não arbitrará questões nesse sentido. 

 

68. Qual a ordem em que devem aparecer os autores que assinam um artigo na Revista Observatório?

A Revista Observatório mantém a mesma prática das demais revistas acadêmicas que trazem artigos e estudos ligados aos pesquisadores da pós-graduação na área. Dessa forma, orienta seus autores a colocarem na primeira autoria o profissional ligado ao programa (conforme expresso nas Diretrizes aos Autores). Porém entendemos que a autoria não é apenas uma questão de titulação. Com isso, a revista não realizará ingerência (ou mesmo arbitrará) na ordem de autoria proposta no artigo, desde que isso seja informado ao(s) editor(es) no momento da submissão e haja a presença de pesquisador(a) da pós-graduação.

 

69. Como são tratadas as submissões (artigos, estudos, resenhas e assemelhados) ainda não publicadas pela Revista Observatório?

A Revista Observatório entende que as submissões são contribuições privilegiadas e propriedade privada e confidencial de seu(s) autor(es). Dessa forma, o(s) editor(es) não compartilham informações sobre submissões (incluindo se foram recebidos e/ou estão sob revisão; seu conteúdo, status no sistema, críticas de revisores e seu destino final) a qualquer outra pessoa que não ao(s) autor(es) e ao(s) revisor(es).

 

70. Que informações são fornecidas ao(s) revisor(es) sobre o artigo submetido a Revista Observatório?

A Revista Observatório submete ao(s) revisor(es) o mesmo material recebido do(s) autor(es) para avaliação cega dos pares, resguardada a identidade autoral. A revista orienta ao(s) revisor(es) e membro(s) da equipe editorial a não discutir publicamente o trabalho do(s) autores, e o(s) revisor(es) não deve(m) se apropriar das ideias do(s) autor(es) antes que o manuscrito seja publicado. O(s) revisor(es) é(são) orientado(s) a não reter o arquivo (manuscrito) para seu uso pessoal e a destruir cópias em papel de artigos (manuscritos), bem como a excluir cópias eletrônicas após o envio de suas revisões.

 

71. Quando um artigo é rejeitado pela Revista Observatório o que é feito com ele?

Depois que a informação é comunicada formalmente ao(s) autor(es), a submissão é excluída do sistema OJS. A Revista Observatório não retém nenhuma cópia do(s) artigo(s) rejeitado(s).

 

72. Quando um artigo submetido a Revista Observatório é rejeitado?

A qualquer momento, mesmo que as recomendações do(s) revisor(es) seja(m) positiva(s) ou negativa(s), o(s) editor(es) pode(m) rejeitar um artigo, mesmo após a aceitação, se surgirem preocupações sobre a integridade do trabalho submetido.

 

73. Como se dá o sistema de governança da Revista Observatório?

A Revista Observatório é um periódico científico conjunto entre o Núcleo de Pesquisa e Extensão Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (OPAJE) da Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus Palmas, e do Grupo de Pesquisa em Democracia e Gestão Social/ GEDGS da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), campus Tupã.  Esses coletivos de pesquisadores são responsáveis junto com o(s) Editor(es)-Chefe(s). Porém, mesmo colaborando, não executam ingerência sobre os processos editoriais, sendo o(s) Editor(es)-Chefe(s) responsável(veis) pela gestão compartilhada do periódico.

 

74. Como é tratada a liberdade editorial na Revista Observatório?

O(s) Editor(es)-Chefe(s) e editor(es) convidado(s) têm plena autoridade sobre todo o conteúdo editorial do periódico e do momento da publicação do conteúdo. Os coletivos de pesquisadores mantenedores não podem interferir na avaliação, seleção, agendamento ou edição de artigos individuais, seja diretamente ou criando um ambiente que influencie fortemente as decisões. Os editores baseiam as decisões editoriais na validade do trabalho e sua importância para os leitores da revista, não nas implicações comerciais (ou não) para a revista, e estão livres para expressar pontos de vista críticos, mas responsáveis ​​sobre todos os aspectos sem medo de represálias, mesmo se essas exibições entrarem em conflito com as metas dos mantenedores.

 

75. Quando a Revista Observatório considera uma submissão duplicada?

Um artigo será considerado duplicado pela Revista Observatório quando for submetido no mesmo idioma ou em idiomas diferentes simultaneamente para avaliação em mais de uma revista. Isso causa um enorme transtorno, já que os dois periódicos podem reivindicar o direito de publicar o artigo, tendo realizado desnecessariamente o mesmo trabalho.

 

76. Quando uma publicação secundária de artigo é aceitável para a Revista Observatório?

A Revista Observatório considera uma publicação secundária aceitável quando se pretende disseminar informações importantes. Dessa forma, aceita revisá-la desde que: 1.O(s) autor(es) receba(m) aprovação dos editores de ambos os periódicos (tendo o editor da Revista Observatório acesso à versão primária); 2. A prioridade da publicação primária é respeitada por um intervalo de publicação negociado pelos dois editores com os autores; 3. O artigo para publicação secundária é destinado a um grupo diferente de leitores, podendo ser uma versão abreviada; 4. A versão secundária reflete fielmente os dados e interpretações da versão principal; 5. A versão secundária informa aos leitores, colegas e agências de documentação que o artigo foi publicado no todo ou em parte em outro lugar, com uma nota indicando: "Este artigo é baseado em um estudo relatado pela primeira vez no [Título da Revista]. com referência completa] "- e a versão secundária cita a referência primária; e, 6. O título da publicação secundária indica que se trata de uma publicação secundária (republicação ou tradução completa ou abreviada) de uma publicação primária.