FUTEBOL, ESPETÁCULO E UFANIA NACIONALISTA

O EXEMPLO DA COPA DO MUNDO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20873/rtg.v11n24p119-140

Palavras-chave:

Representações Simbólicas, Ufania Nacionalista, Copa do Mundo

Resumo

Este artigo tem como objetivo tratar da relação entre a representação cultural e política do futebol na constituição dos argumentos nacionalistas no período da ditadura militar no Brasil, especificamente durante a Copa do Mundo de 1970. A ufania nacionalista dos militares encontrou na identificação popular com o futebol uma via de acesso ao seu discurso e ações. O Estado, e seus governos no caso da Ditadura Militar, possuem facetas que podem ser exploradas para melhor compreender as intricadas singularidades históricas e geográficas deste importante período político, econômico e social do país.

Biografia do Autor

Gilvan Charles Cerqueira de Araújo, Universidade de Brasília

Pós-doutorando pela USP. Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2009), mestrado em Geografia pela Universidade de Brasília (2013) e doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2016). Atualmente é professor de geografia - Secretaria de Educação Distrito Federal e professor colaborador - Programa de Pós-Graduação Integração da América Latina - PROLAM/USP. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: epistemologia, educação, história do pensamento geográfico, ensino de geografia e ontologia.

Sidelmar Alves da Silva Kunz, Universidade de Brasília

Doutor em Educação pela Universidade de Brasília - UnB e Pesquisador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. Orientou Monografias de pós-graduação, lato sensu, na Universidade de Brasília - UnB, na Universidade Federal de Goiás - UFG e na Universidade Estadual de Goiás - UEG. Mestre em Geografia pela Universidade de Brasília - UnB, Especialista em Ontologia e Epistemologia pela Faculdade Unyleya, Especialista em Supervisão Escolar pela Faculdade do Noroeste de Minas Gerais - FINOM, Licenciado Pleno em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás - UEG e Licenciando em Pedagogia pela Universidade Estadual de Goiás - UEG. Nos últimos 15 anos, atuou como Professor no Ensino Fundamental II (disciplina: Geografia), no Ensino Médio (disciplina: Geografia), em Pré-Vestibulares (disciplina: Geografia), em Preparatórios para Concursos Públicos (disciplina: Atualidades), em Cursos de Formação Profissional na Administração Pública Federal, em Cursos de Graduação em Pedagogia e em Cursos de Pós-Graduação. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre as Contribuições de Anísio Teixeira para a Educação Brasileira (GEPAT/UnB).

Referências

ALABARCES, Pablo. Fútbol y Patria: el fútbol y (la invención de) las narrativas nacionales em la Argentina del siglo XX. In: CEIC Papeles. Volumen 20061 septiembre 2006. Disponível em: http://www.ehu.es/CEIC/papeles/25.pdf. Acesso em: 10 maio 2022.

BENJAMIN, Walter. A Modernidade e os Modernos. Trad. Heindrun Krieger Mendes da Silva, Arlete de Brito e Tânia Jatobá. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro. 2ª edição, 2000.

CAILLOIS, Roger. Os jogos e os homens: a máscara e a vertigem. Trad. José Garcez Palha. Lisboa: Cotovia, 2000.

CAMPOS, Fernando Rosseto Gallego. Geografia e Futebol? Espaço de representação do futebol e rede socioespacial do futebol. Terr@Plural, Ponta Grossa-PR, v. 2, n. 2, p. 249-265, jul./dez. 2008. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/tp/article/view/1178. Acesso em: 10 maio. 2022.

CHAUÌ, Marilena. Brasil: Mito fundador e sociedade autoritária. 1ª ed. São Paulo: Editora Perseu Abramo, 2005. (Coleção História do Povo Brasileiro).

DAMATTA, Roberto. A bola corre mais que os homens: duas copas, treze crônicas e três ensaios sobre futebol. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. Trad. Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DEBRAY, Régis. Manifesto midiológico. Trad. Guilherme João de Freitas Teixeira. Petrópolis: Vozes, 1995.

FOER, Franklin. Como o futebol explica o mundo. Um olhar inesperado sobre a globalização. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

GALEANO, Eduardo. Futebol ao Sol e à Sombra. Trad. Eric Nepomuceno et al. Porto Alegre, L&PM, 2004.

GUTERMAN, Marcos. O futebol explica do Brasil: O caso da Copa de 70. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2006, (PUC-SP, Dissertação, mestrado em História).

HOBSBAWM, Eric. Introdução: A invenção das tradições. In: RANGER, Terence (Org.). A invenção das tradições. Trad. Celina Cardim Cavalcante. São Paulo: Paz e Terra, 2015.

HOFIG, Pedro; BRAGUETO, Claudio Roberto. Considerações sobre Geografia e Futebol: produção do espaço urbano e apropriação do território. Terr@ Plural (UEPG. Online), v. 7, p. 79-92, 2012. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/tp/article/view/3511. Acesso em: 10 jun. 2022.

HUIZINGA, Johan. Homo ludens. Trad. João Paulo Monteiro. 4ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2000.

KOSIK, Karel. Dialética do Concreto. 3ª Ed. Trad. Célia Neves e Alderico Toríbio. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1976.

MAGNOLI, Demétrio. O corpo da pátria. São Paulo: Moderna/EDUNESP, 1997.

MASCARENHAS, Gilmar. Copa do mundo de 1950 e sua inserção na produção do espaço urbano brasileiro. Geo UERJ - Ano 15, nº. 24, v. 2, 2º semestre de 2013. p.1-22. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/geouerj/article/view/11490. Acesso em: 10 maio 2022.

RIBEIRO, Luiz Carlos. Apresentação. In: RIBEIRO, Luiz Carlos (Org.). Futebol e globalização. Jundiaí (SP): Fontoura, 2007.

RODRIGUES, Nelson. À sombra das chuteiras imortais: crônicas de futebol. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

RODRIGUES, Nelson. Somos o Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2013.

Downloads

Publicado

2022-07-22

Como Citar

ARAÚJO, G. C. C. de; KUNZ, S. A. da S. . FUTEBOL, ESPETÁCULO E UFANIA NACIONALISTA: O EXEMPLO DA COPA DO MUNDO. Revista Tocantinense de Geografia, [S. l.], v. 11, n. 24, p. 119–140, 2022. DOI: 10.20873/rtg.v11n24p119-140. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/geografia/article/view/12725. Acesso em: 3 fev. 2023.