Os filhos excluídos da cidade generosa

o processo de ocupação do Conjunto Habitacional Dirceu Arcoverde em Teresina-PI (1976-1980)

Resumo

Inserido no contexto do processo de ocupação e expansão das cidades brasileiras, durante o período dos governos militares, o presente artigo propõe discutir o processo de expansão e reocupação da cidade de Teresina (PI), bem como as estratégias de acesso à moradia, privilegiando problemáticas que envolvem histórias, memórias e as maneiras de se relacionar com o cenário urbano. Desta forma, se procura analisar como ocorreu o processo de ocupação do conjunto habitacional Itararé, que posteriormente teve seu nome alterado para Dirceu Arcoverde, entre os anos de 1976 a 1980, e sua relação com as políticas habitacionais vigentes neste período, marcado pela grande carência de moradias populares na capital do Piauí, tomando como ponto de partida das análises o processo de ocupação da área e a luta por melhores condições de moradia. Nesse percurso, a pesquisa lançou mão do estudo hemerográfico a partir dos jornais O Dia e O Estado, no intuito de discutir como a imprensa retratava a ocupação da região e os significados atribuídos por seus primeiros moradores sobre o processo. Como aporte teórico, o estudo utiliza-se da discussão de cotidiano de Michel de Certeau (1999), e os apontamentos de Roberto Lobato Corrêa (2003), Raquel Rolnik (2004), sobre espaço urbano e cidades. Utiliza-se ainda, acerca da questão da memória, dos escritos de Maurice Halsbwachs (2003) e Michel Pollak (1992), entre outros, para discutir este período de grande transformação na paisagem urbanística da cidade.

Biografia do Autor

Marcelo de Sousa Neto, Universidade Estadual do Piauí

Professor Adjunto do Curso de História da Universidade Estadual do Piauí e do Programa de Pós-Graduação em História do Brasil da Univeridade Federal do Piauí.

Doutor em História do Norte e Nordeste do Brasil (UFPE), com Pós-doutorado em História do Brasil (UFPI). Mestre em Educação (UFPI), Especialista em História Sociocultural (UFPI) e História Política (UESPI). Graduação em História (UESPI) e Direito (UESPI).

Elisnauro Araújo Barros, Secretaria Municipal de Educação de São Luís-MA

Mestre em História pela Universidade Federal do Piauí, graduado em História pela Universidade Estadual do Piauí.

Professor da Rede Municipal de Educação de São Luís-MA

Publicado
2019-04-23