VEIAS E VINHOS (1981)

A RELAÇÃO ENTRE ESTADO, SOCIEDADE E JUSTIÇA EM CIDADE DE GOIÂNIA, NA FORMA DA OBRA LITERÁRIA

  • Sabrina Alves da Silva Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

Este artigo examina a construção formal da obra literária Veias e Vinhos (1981) do autor Miguel Jorge. A mesma reelabora a relação entre Estado, Sociedade e Justiça através da retomada nos anos de 1980 do assassinato da família Matteucci no ano de 1957 na cidade de Goiânia. Compreende-se que o autor, influenciado pelas vivências na década de 1980, que perpassaram por seu lugar social no qual vivenciou os processos sociais e políticos do período, produziu um produto estético em que se entrelaçaram as relações sociais e as práticas de Estado em uma reelaboração sobre os anos de 1950 na cidade de Goiânia. Assim foi possível, por meio da discussão entre história, literatura, estética e tragédia, entender o processo histórico que constituiu a obra dentro do presente da escrita, que condicionou o olhar de Jorge para o passado.

Publicado
2018-10-16