HISTÓRIA DE MUITAS VIDAS: MEMÓRIA DOS ÍNDIOS DO PIAUÍ

  • Rafael da Silva Assis
  • Euclides Antunes de Medeiros Universidade Federal do Tocantins

Resumo

Em “História de Muitas Vidas” O nosso interesse foi problematizar narrativas orais dos remanescentes dos indígenas Pimenteiras do Território Serra da Capivara-PI. As narrativas em questão estruturam-se a partir das vivências dos entrevistados: elementos do cotidiano, as histórias contadas pelos mais velhos, a organização social, enfim, elementos de sua cultura reveladores de que são orientados por uma estrutura de sentimentos que permeia a vida dessas pessoas. Entrevistá-las foi, em grande medida, conjugar as análises com o sentir das emoções despertadas pelas vozes dos entrevistados o que nos possibilitou perceber a linguagem como parte de uma estrutura de sentimento no campo conceitual que Raymond Williams (1979) nos apresenta como parte das emoções individuais e sociais, as tensões, as disputas, as estratégias sociais e culturais, permitiu instrumentalizar nosso olhar nesse campo da linguagem oral, da narrativa oral, campo esse, sempre em disputa.

 

Publicado
2017-08-24