ESPAÇO E RELIGIÃO: A PRESENÇA DA CONGREGAÇÃO DA PEQUENA OBRA DA “DIVINA PROVIDÊNCIA” NO ANTIGO NORTE GOIANO (1950-1970)

Resumo

O artigo tem por finalidade compreender de que modo a chegada, instalação e difusão da Congregação da Pequena Obra da “Divina Providência” no norte do Estado de Goiás na década de 1950 (hoje a região está emancipada política-administrativamente desde 1989 com a criação e instalação do Estado do Tocantins) foi capaz tanto de imprimir formas religiosas na paisagem (construção de igrejas, escolas e hospitais) como foi também importante para constituir uma identidade religiosa cristã, de vertente Católica Romana, de carisma Orionita, nesta região. O referencial teórico adotado para tal discussão fundamentou-se nos estudos de Gil Filho (2007a;b) sobre a Geografia da Religião, a qual aborda o fenômeno religioso, nas palavras do autor, como um espaço de relações objetivas e subjetivas, significadas em formas simbólicas mediadas pela religião.

Publicado
2016-08-22