“JUVENTUDE TORQUATO NETO”: AS MARCAS SINGULARES NO FILME DAVID VAI GUIAR EM TERESINA DA DÉCADA DE 1970.

  • CARLOS LOPES BARBOSA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ
  • EDWAR DE ALENCAR CASTELO BRANCO Universidade Federal do Piauí

Resumo

Em um contexto de várias modificações vividas pelo Piauí da década de 1970, em Teresina um punhado de jovens realizaram alguns filmes experimentais, hoje denominados “espectro Torquato Neto”. Esses jovens, talvez inspirados por Torquato Neto ou até mesmo incentivados pela situação opressora governamental da época, modificaram o cotidiano da cidade realizando arte experimental em super-8. O presente trabalho consistiu em analisar essa juventude teresinense a partir do filme David Vai Guiar, de Durvalino Couto (1972). Foram analisados o contexto da época e as táticas juvenis desses sujeitos históricos, com o objetivo de compreender as condições de existir no interior das quais estes jovens efetivamente viveram e esgrimiram sua arte.

Publicado
2017-01-13
Como Citar
BARBOSA, CARLOS LOPES; CASTELO BRANCO, EDWAR DE ALENCAR. “JUVENTUDE TORQUATO NETO”: AS MARCAS SINGULARES NO FILME DAVID VAI GUIAR EM TERESINA DA DÉCADA DE 1970.. Escritas: Revista do Curso de História de Araguaína, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 192-208, jan. 2017. ISSN 2238-7188. Disponível em: <https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/escritas/article/view/2437>. Acesso em: 25 maio 2017.

Palavras-chave

História; Filmes experimentais; Juventude; Subjetividades.