TRADIÇÕES REINVENTADAS: VIAGENS CIENTÍFICAS E SIGNIFICADOS POLÍTICOS DA MARINHA FRANCESA À ÉPOCA DA RESTAURAÇÃO BOURBON (1815-1830)

Resumo

Após a queda de Napoleão, a França enfrentou simultâneos processos de reinvenção. O retorno de dirigentes Bourbon ao poder reformulou o Estado francês, de modo a conciliar anseios tradicionalistas e, ao mesmo tempo, exigências políticas corroboradas após a Revolução francesa. Em meio a tais processos de transformações simbólicas e institucionais, a Marinha francesa desempenhou um papel fulcral. O objetivo deste artigo é analisar os significados políticos de medidas defendidas pela Marinha durante a Restauração Bourbon. Dentre essas medidas, destaca-se a retomada da tradição de grandes viagens científicas, principalmente em função das diretrizes que forneceram para o colonialismo e comércio franceses e das formulações discursivas que promoveram acerca das regiões e povos por elas visitados.

Publicado
2016-02-05