ENTRE SMITH E QUESNAY: O DEBATE ECONÔMICO ENTRE PLANCHER E CHAPUIS NO RIO DE JANEIRO (1826)

Resumo

No Primeiro Reinado o Brasil passou por uma intensa discussão sobre as bases do Império. Visando isso, o presente artigo visa estudar o pensamento econômico de dois autores franceses radicados no Brasil durante o Primeiro Reinado através de seus jornais O Spectador Brasileiro e O Verdadeiro Liberal. Utilizando-se de alguns artigos sobre economia e anúncios sobre venda de livros, buscaremos mostrar que, nesse período, o liberalismo econômico não era uma unanimidade na elite intelectual fluminense. Ademais, baseando-se em algumas obras historiográficas, buscaremos mostrar que o discurso e a prática da elite brasileira, no que diz respeito à economia, foi, durante grande parte do Império, muito distante.

Publicado
2016-02-05