A PAISAGEM E A IMAGEM DA CIDADE: A POPULAÇÃO INDÍGENA DA CIDADE DE MANÁOS NO SEGUNDO QUARTEL DO SÉCULO XIX

Resumo

O artigo apresenta uma análise em que insere os grupos indígenas, seus saberes e seus fazeres durante a segunda parte do século XIX, na cidade de Manaus uma cidade que vivenciou ao longo deste período um surto modernizador e embelezador propiciado pela exploração da Hevea Brasilienses, da seringueira da qual se extraia a goma elástica, matéria prima para a produção de materiais de plástico. Pretende-se apresentar que mesmo contrariando o discurso de então, havia indígenas na cidade de então e os mesmos figuram em muitos relatos de viajantes que passaram no período pela cidade, e destacaram sua presença em diferentes sociabilidades. 

Publicado
2016-02-05