DA BIOGRAFIA DO GRUPO PRIMÁRIO À BIOGRAFIA DE FRANCISCO RODOLFO SIMCH:

Biografização e razão histórica para a constituição do sentido

Resumo

O artigo busca justificar a biografia dos grupos primários (Ferrarotti, 2014) como ponto de partida para a biografia de Francisco Rodolfo Simch (1877-1937). Para isso, apresenta os conceitos de razão dialética de Ferrarotti (1991), de razão histórica e de constituição de sentido de Rüsen (2001), considerando o princípio da busca da racionalidade através da compreensão e do enunciado da diversidade. Além disso, o artigo alinha-se com a tripla aposta epistemopolítica, pós-colonial e pós-disciplinar do movimento (auto)biográfico no Brasil e com o conceito de biografização como um processo de constituição sócio-histórica do sujeito narrador: uma dinâmica de emancipação (Passeggi e Sousa, 2017) que a pesquisa pretende estender e restituir ao leitor da biografia em questão.

Biografia do Autor

Alice Marc, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS

Doutoranda em História, Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS.

 

Alice_Marc.jpg

Publicado
2020-10-27
Como Citar
Marc, A. (2020). DA BIOGRAFIA DO GRUPO PRIMÁRIO À BIOGRAFIA DE FRANCISCO RODOLFO SIMCH:. Escritas: Revista Do Curso De História De Araguaína, 12(2), 212-229. https://doi.org/10.20873/vol12n2pp212-229