Neste dossiê, voltamos o nosso olhar teórico e analítico para a temática da violência no Brasil, tendo por base diferentes recortes espaciais e temporais. Reunimos artigos científicos, ensaios, entrevistas com análises e problematizações de práticas sociais, cujos efeitos marcam e definem discursos de violência no cenário brasileiro. Como discurso, a violência é alçada à condição de processo discursivo em que a relação entre linguagem, sujeito e história é fundamento. Sendo assim, a violência, em sua espessura discursiva, tem variadas formas sócio-históricas e ideológicas de constituição, de formulação e de circulação na sociedade. Sob diferentes aportes teóricos, o trinômio “arquivo”, “sujeito” e “memória” propõe ao leitor refletir sobre funcionamento dos discursos de e sobre a violência no Brasil.

Capa: Montagem a partir de colagens de Eliane Testa. 

Publicado: 2021-06-13

Dossiê

Produção Literária