RÉFLEXION SUR LA LITTÉRATURE FRANCOPHONE ET L’EXISTENCE NOIRE EN FRANCE À TRAVERS LA PENSÉE DE LEWIS GORDON

  • Nathalie Etoke Center for the Critical Study of Race and Ethnicity

Resumo

Como mulher negra de língua francesa, as circunstâncias culturais e políticas em que cresci moldaram a forma como vejo o mundo. Antes da minha chegada aos Estados Unidos da América, eu nunca tinha ouvido falar da filosofia Africana. Minha formação acadêmica em estudos literários francófonos restringiu minha pesquisa a uma disciplina. Neste artigo, discutirei como a contribuição intelectual de Lewis Gordon afetou positivamente minha bolsa de estudos. Ele me deu as ferramentas de pensamento crítico que mudaram a maneira como eu olho para o mundo, enquanto me inspirava a trabalhar no existencialismo negro, descolonizando o conhecimento e desafiando a decadência disciplinar.

Palavras-chave: literatura francófona; decadência disciplinar; existência humana; negritude na França.

 

Abstract

As a French-speaking black woman, the cultural and political circumstances in which I grew up shaped how I view the world. Prior to my arrival in the United States of America, I had never heard of Africana philosophy. My academic training in Francophone literary studies restricted my research to one discipline. In this article, I will discuss how Lewis Gordon’s intellectual contribution positively affected my scholarship. He gave me the critical-thinking tools that changed the way I look at the world, while inspiring me to work on black existentialism, decolonizing knowledge and challenging disciplinary decadence.

Keywords: francophone literature, disciplinary decadence, human existence, blackness in France.

Publicado
2018-07-19