ENSINO DE CONCORDÂNCIA VERBAL DE TERCEIRA PESSOA DO PLURAL POR MEIO DE SUPORTES DIGITAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Gilson Costa Freire UFRRJ
  • Xella Ohana da Cunha do Nascimento

Resumo

Este artigo descreve uma mediação pedagógica aplicada numa turma de 7º ano do Ensino Fundamental para o trabalho com a concordância verbal de 3ª pessoa do plural, por meio de atividades de produção de textos de diferentes gêneros, distribuídos num contínuo oralidade-letramento (BORTONI-RICARDO, 2004), em suportes digitais. O objetivo foi propiciar o multiletramento dos alunos seja no uso de novas tecnologias aplicadas ao ensino, seja na ampliação de seu repertório linguístico quanto à concordância verbal segundo as normas urbanas de prestígio. Os resultados mostraram um crescimento na aplicação da regra em direção à semicategorização (LABOV, 2003) no decorrer das atividades.

 

Biografia do Autor

Gilson Costa Freire, UFRRJ

Doutor em Letras Vernáculas (Língua Portuguesa) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor Adjunto no Departamento de Letras e Comunicação da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Desenvolve pesquisas sobre variação e mudança sintática relacionadas ao sistema pronominal brasileiro frente ao português europeu. Atua no ProfLetras da UFRRJ, orientando pesquisas sob a perspectiva das contribuições dos estudos variacionistas.

Publicado
2018-10-28