A UTILIZAÇÃO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO TRABALHO COM O GÊNERO TEXTUAL CONTO: O JOGO "FONTE DA SORTE"

Resumo

Este artigo relata a aplicação do jogo “Fonte da sorte”, criado no contexto do PROFLETRAS e testado com alunos do 9º ano de duas escolas. Esse objeto de aprendizagem (OA) subsidiou o ensino do conto, especificamente, do enredo. Sua elaboração, aplicação e a análise dos resultados basearam-se nas teorias de: Bronckart (1999), sobre gênero textual; Huizinga (2005), sobre jogo; Mendes et al. (2010) e Tarouco (2011), sobre OA. Com as experiências de testagem, observou-se que o OA atende ao objetivo proposto e viabiliza o ensino de gênero de maneira colaborativa, desenvolvendo competências e realizando ações de linguagem.

Biografia do Autor

Gleice Rayane Macedo Silva, MSc., Universidade Federal de Sergipe - UFSE

Mestre em Letras pelo ProfLetras (UFSE). 

Publicado
2019-01-19