OS DESCRITORES DA PROVA BRASIL E O LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA: UM ESTUDO DE CASO

Resumo

Esta pesquisa é fruto do Mestrado Profissional em Letras (ProfLetras) e reflete um pouco da realidade do professor da educação básica. A proposta de intervenção buscou identificar quais descritores de Língua Portuguesa cobrados na ANRESC/Prova Brasil apresentaram dificuldades para os alunos de um nono ano de uma escola pública do Norte do Paraná e como esses descritores foram tratados pelo livro didático adotado pela instituição de ensino. Após o levantamento de dados, a intenção final desta pesquisa era socializar os resultados com os professores a fim que eles compreendam plenamente o contexto de implantação das avaliações externas, bem como as limitações do livro didático ao trabalhar os conteúdos cobrados no referido exame. A partir dos resultados, constatou-se que o livro didático analisado traz todos os descritores da Prova, porém com uma abordagem diferente da empregada no referido exame, sem testes no material didático, com pouco diálogo entre a linguagem verbal e suas diferentes variações, o que pode trazer algum tipo de dificuldade aos alunos ao realizarem o teste, espera-se que tais resultados sejam discutidos com o corpo docente da escola e possibilitem que estes compreendam de maneira mais plena a Prova Brasil.

Publicado
2019-01-21