A SEQUÊNCIA BÁSICA E O CÍRCULO DE LEITURA COMO PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ATRAVÉS DO CONTO FASTÁSTICO REGIONAL

  • Ivonildo Da Silva Reis Uece

Resumo

Atividades de leitura envolvendo o texto literário ainda se fazem pouco presentes nas salas de aula de nosso país. Tendo como base essa realidade, propõe-se aqui a análise do conto O Guajara (SALGUEIRO, 2011), pertencente ao estilo regional e fantástico. Nosso campo de ação é uma turma da Educação de Jovens e Adultos, correspondente ao 6º a 9º ano do Ensino Fundamental 2. Para tanto, realiza-se uma pesquisa bibliográfica e discussão a partir de autores como Cotázar (2006) e Pinheiro (2008). Para o desenvolvimento da atividade, valemo-nos de elementos da sequência básica e do círculo de leitura, explicitados em Cosson (2006). Concebe-se a compreensão e interpretação do texto como um fazer coletivo, de modo que a interação entre aluno/professor/aluno é o procedimento fundante desta prática pedagógica. Um dos caminhos aqui apontados para despertar o interesse pelo texto literário e o prazer por este proporcionado está alicerçado na necessidade de valorizar os saberes culturais do aluno, partindo da região em que ele está inserido.

Publicado
2018-10-28