UMA LEITURA DE O IRMÃO ALEMÃO -

AUTOFICÇÃO EM CHICO BUARQUE

  • Marilu Grassi UNIOESTE
  • Josiele Kaminski Corso Ozelame Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Resumo

Resumo: O presente artigo tem por objetivo examinar o quinto romance escrito por Chico Buarque de Hollanda, O Irmão Alemão, lançado em 2014. A narrativa, inspirada em fatos reais relacionados à família de Chico Buarque, retrata a busca alucinante do narrador- personagem Ciccio, uma espécie de alter ego do autor, pelo paradeiro de um meio- irmão desconhecido, Sérgio Günter, nascido em Berlim. Por embaralhar as categorias de autobiografia e ficção, podemos interpretar o romance como uma obra de autoficção- neologismo criado por Serge Doubrovsky para designar obras que mesclam realidade e ficção, tendência do romance contemporâneo.  

 

Palavras- chave: Chico Buarque; O irmão Alemão, Autoficção

 

RESUMEN: Este artículo tiene por objetivo examinar la quinta novela escrita por Chico Buarque de Hollanda, el “Hermano Alemán”, publicado en 2014. La narración, inspirada en acontecimientos verdaderos relacionados con la familia de Chico Buarque retrata la búsqueda alucinante del narrador-personaje Ciccio, una especie de alter-ego del autor, por el paradero de un hermanastro desconocido, Sergio Günter, nacido en Berlín. Por mezclar las categorías de autobiografía y ficción, podemos interpretar la novela como una obra de auto-ficción, neologismo creado por Serge Doubrovskypara designar obras que mezclan realidad con ficción, tendencia novelística contemporánea.

Palabras clave: Chico Buarque. El hermano alemán. Auto ficción

Biografia do Autor

Josiele Kaminski Corso Ozelame, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutora em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Cultura e Fronteiras e do Curso de Letras da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Campus de Foz do Iguaçu.

Publicado
2017-07-25