A INICIAÇÃO CIENTÍFICA E A IDENTIDADE DO FUTURO PROFESSOR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Resumo

Resumo: Para que o processo de aprendizagem tenha uma base sólida, é necessário que haja um questionamento a fim de descobrir métodos que auxiliem na fixação dos conteúdos oferecidos em sala de aula. Dessa forma, a proposta inicial deste trabalho consiste na discussão a respeito da funcionalidade da iniciação científica como um método auxiliar de aprendizagem e a sua contribuição no ingresso na vida docente dos alunos de Licenciatura em Letras do Instituto Federal Fluminense. Entende-se que o meio acadêmico necessita não somente de alunos envolvidos com a prática da pesquisa, mas principalmente de professores pesquisadores que serão mediadores em todo o processo. Adota-se o relato de experiência como recurso metodológico, visando relatar a experiência de alunas de Letras com a iniciação científica na área de História da Língua Portuguesa, disciplina ministrada no curso, recorrendo a teóricos que abordam conceitos relacionados à importância da realização de pesquisas.

 

Palavras-Chave: iniciação científica; identidade profissional; relato de experiência.

                                                                                                                

Abstract: For the learning process has a solid foundation, there must be an inquiry in order to find methods to assist in the setting of the content offered in the classroom. Thus, the initial purpose of this work is the discussion of scientific initiation functionality as an aid to learning method and its contribution in entering the teaching life of Letters Bachelor students in the Instituto Federal Fluminense. It is understood that the academic needs of not only students involved with the practice of research, but mainly teachers researchers who are mediators in the process. It adopts the report of experience as a methodological resource, aiming to report the experience of letters from students with undergraduate research in the area of History of the Portuguese Language, subject taught in the course, using theoretical addressing concepts related to the importance of conducting research.

 

Keywords:  scientific research; professional identity; experience report.

Referências

BASSETO, Bruno Fregni. Elementos de Filologia Românica - Volume II - história interna das línguas românicas. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2010.

BONIN, Jiani Adriana; ROSÁRIO, Nísia Martins do. Metodologias na pesquisa em comunicação: a reflexão metodológica desde os processos de construção e os fazeres na pesquisa. Revista de Economía Política de las Tecnologías de la Información y Comunicación. Vol. VIII, n. 3, sep.-dic. 2006.

CORRÊA, Edson José, VASCONCELOS, Mara e LEMOS, Maria Suzana de Souza. Iniciação à metodologia: textos científicos. Belo Horizonte NESCON UFMG, 2013.

COUTINHO, Ismael de Lima. Pontos de Gramática Histórica. 6ª ed. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1974.

CUNHA, Celso; CINTRA, Luís Felipe Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 5ª ed. Rio de Janeiro: Lexicon, 2008.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6ª ed. - São Paulo: Atlas, 2008.

ELLIOTT, John. Recolocando a pesquisa-ação em seu lugar original e próprio. In: GERALDI, Corinta Maria Grisolia; FIORENTINI, Dario & PEREIRA, Elisabete Monteiro de Aguiar. Cartografias do trabalho docente. Campinas: Mercado das Letras/ALB, 1998.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2007.

NUNES, José Joaquim. Compêndio de Gramática Histórica do Português: fonética e morfologia. 7ª ed. Lisboa: Livraria Editora Clássica, 1969.

PESCE, Marly Krüger de. Professor pesquisador na visão do acadêmico de licenciatura. IX ANPED. Seminário de Pesquisa da Região Sul, 2012.

RAUSCH, Rita Buzzi. Professor-pesquisador: concepções e práticas de mestres que atuam na educação básica. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 12, n. 37, p. 701-717, set./dez. 2012.

SIMÕES, Darcília. A produção de textos acadêmicos. In HENRIQUES, Claudio Cezar; SIMÕES, Darcília. A redação de trabalhos acadêmicos: teoria e prática. 6ª ed. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2014.

SOUZA, Dalva Inês de et. al. Manual de orientações para projetos de pesquisa. Novo Hamburgo: FESLSVC, 2013.

STENHOUSE, Lawrence. An introduction to curriculum research and development. Londres: Heinemann, 1975.

TAVARES, Arice Cardoso. Metodologias para iniciação à prática da pesquisa e extensão. Florianópolis: UDESC/CEAD/UAB, 2011.

TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos. Metodologia da pesquisa. 2ª ed. Curitiba: IESDE, 2010. p. 41-50.

WILLIAMS, Edwin. Do Latim ao Português: fonologia e morfologia históricas da Língua Portuguesa. 4ª ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1986.

Publicado
2016-10-30
Seção
Artigos