Mais fácil de navegar, Sistema de Periódicos da UFT está de cara nova

2016-11-16

Está no ar desde o começo desta semana a nova versão do site de Periódicos da UFT. Acessível pelo endereço http://sistemas.uft.edu.br/periodicos, a página que abriga as revistas científicas publicadas no âmbito da Universidade foi atualizada para a versão mais recente do sistema Open Journal Systems (OJS) e agora conta com um layout mais limpo, moderno e amigável.

As mudanças promovidas visam a atender as demandas apresentadas pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e pelos próprios responsáveis pelas publicações.

"Para quem acessa o Portal, a principal melhoria é a usabilidade, porque o site está mais simples de navegar", destaca Rafael Mansilha, um dos responsáveis pelo desenvolvimento da ferramenta. "Além disso, a manutenção do sistema ficou mais fácil, e com a migração para um novo servidor os editores agora podem utilizar algumas extensões para gerenciar as suas publicações que antes não estavam ativos", acrescenta.

Atualmente a UFT conta com 17 revistas em sua base, com conteúdos que abrangem diversas áreas de conhecimento. Para o professor Gilson Porto, editor-geral de uma dessas publicações, a Revista Observatório, as melhorias poderão trazer mais visibilidade para a produção científica incluída no acervo. "Com a atualização do sistema, o 'diálogo' com as bases internacionais será mais fácil e a integração de novas funcionalidades mais simples", comentou, ressaltando as vantagens dos novos recursos disponíveis para a indexação de metadados.

A atualização do Sistema de Periódicos acontece em um contexto de mudanças no Portal UFT e nos demais serviços informatizados da Universidade. "Estamos trabalhando para atualizar e melhorar todos os nossos serviços, tanto em relação às questões técnicas quanto à questão do layout, buscando as adequações necessárias aos novos padrões de identidade visual", explica do Coordenador de Desenvolvimento de Software da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI), Rodolfo Medeiros.


Mais sobre o Sistema

O OJS é um software de código aberto disponibilizado livremente para revistas em todo o mundo com o objetivo de tornar a publicação de acesso aberto uma opção viável para mais revistas, tendo em vista a possibilidade de aumentar o número de leitores e de contribuir com o bem público em uma escala global. A plataforma é desenvolvida no âmbito do Public Knowledge Project (PKP), uma iniciativa multiuniversitária que desenvolve software livre (gratuito) e realiza pesquisas para melhorar a qualidade e o alcance da publicação acadêmica.

O OJS contempla ações essenciais à automação das atividades de editoração de periódicos científicos em todas as etapas do processo, desde as submissões de artigos, o registro de usuários como leitores, autores e avaliadores, até a publicação on-line e a indexação.

No Brasil, o OJS foi traduzido e customizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e recebe o nome de Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER). Recomendado pela Capes, o processo editorial no SEER proporciona maior rapidez no fluxo das informações, além de melhorias na avaliação da qualidade dos periódicos, e na disseminação, divulgação e preservação dos conteúdos das revistas brasileiras, graças à adoção dos padrões editoriais internacionais para periódicos on-line 100% eletrônicos.

 

Fonte: http://ww2.uft.edu.br/component/content/article?id=17103