https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/issue/feed DESAFIOS - Revista Interdisciplinar da Universidade Federal do Tocantins 2020-09-18T09:28:28-03:00 Dr. Guilherme Nobre L. do Nascimento revistadesafiosuft@gmail.com Open Journal Systems <p>Desafios é uma publicação científica trimestral da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Tocantins, dirigida à produção acadêmica interdisciplinar com interesse nas áreas de: Ciências Humanas e Contemporaneidade; Saúde e Sociedade; Eduação; Ciência, Tecnologia e Ciências Agrárias. Recebe artigos em fluxo contínuo e trabalha com publicação no formato contínuo. ISSN -&nbsp;2359-3652</p> https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8199 EMPREENDEDORISMO SOCIAL E COOPERATIVISMO SOLIDÁRIO NA AGRICULTURA FAMILIAR 2020-09-18T09:28:28-03:00 Eliane Alves da Silva elianealvesil@yahoo.com.br Dércio Bernardes de Souza dercio@unir.br Gleimiria Batista da Costa Matos gleimiria@unir.br Eugenio Avila Pedrozo eugenio.pedrozo@ufrgs.br Tania Nunes da Sliva tnsilva@ea.ufrgs.br <p><sup>O cooperativismo solidário pode ser uma forma de institucionalização para um empreendimento social. Sendo importante em um cenário onde há necessidade de se desenvolver uma economia alternativa onde a exploração pode ser evitada. Portanto o objetivo deste artigo é analisar o impacto social do cooperativismo solidário em uma cooperativa de agricultura familiar em Porto Velho-RO. Optou-se por uma pesquisa empírica por meio de um estudo de caso qualitativo exploratório-descritivo. Após analisar os relatos, verificou-se que a cooperativa solidária para se fortalecer deveria focar mais na inclusão cultural, buscando por aprendizagem uma relacionada à economia solidária, capacitando seus membros na construção de inovações que permitam maior sustentabilidade. A COOPAFARO é a expressão dos interesses e necessidades dos associados, extensão de suas economias, caracterizada pela associação e pela instrumentação empresarial, viabilizada pela participação e pela inteligência coletiva. Verificou-se que a participação política, a qual influência a dimensão econômica, é uma questão central na administração do empreendimento cooperativo. As políticas públicas voltadas para a agricultura familiar, são meios para atingir o fim social.</sup></p> 2020-07-19T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Eliane Alves da Silva, Dércio Bernardes de Souza, Gleimiria Batista da Costa Matos, Eugenio Avila Pedrozo, Tania Nunes da Sliva https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8048 PLANTAS TÍPICAS DO CERRADO BRASILEIRO USADAS COMO INIBIDORES DA ACETILCOLINESTERASE: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA 2020-08-12T13:40:56-03:00 Rachel de Moura Nunes Fernandes rachelnunes@uft.edu.br Elisandra Scapin scapin@uft.edu.br <p>O bioma Cerrado vem se destacando quanto à fonte de compostos bioativos devido à sua flora vegetal, estimada em cerca de sete mil espécies. O uso de plantas para o tratamento de doenças é tão antigo quanto à espécie humana e essa utilização saiu do âmbito do empirismo e hoje ganha status de ciência. Dentre as doenças com maiores índices de crescimento da taxa de mortalidade destacamos a Doença de Alzheimer (DA), a qual está associada ao “déficit” nos níveis de neurotransmissores cerebrais, dentre eles a acetilcolina, responsável pela memória e raciocínio lógico. Os medicamentos modernos elevam os níveis desse neurotransmissor pela inibição da enzima acetilcolinesterase (AChE). Atualmente, as pesquisas buscam novos inibidores da &nbsp;AchE a partir de extratos de plantas. Neste estudo foi realizada uma busca bibliográfica em periódicos especializados nas bases Scientific Eletronic Library Online, Science Direct e Google Acadêmico, utilizando-se as seguintes palavras-chaves: atividade anticolinesterásica e Cerrado. Como resultado obteve-se 28 estudos que após serem submetidos à análise dos títulos possibilitaram a recuperação de 16 trabalhos publicados entre 2009 e 2019. Ao todo foram identificados estudos com 31 famílias botânicas, sendo que a família Fabaceae foi à majoritária. Contabilizou-se 61 espécies analisadas, sendo que 57% apresentaram atividade anticolinesterásica.</p> 2020-07-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Rachel de Moura Nunes Fernandes, Elisandra Scapin https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8141 GARLIC POWDER IN RATIONS FOR NILE TILAPIA 2020-08-12T13:40:27-03:00 Elton Lima Santos elton.santos@ceca.ufal.br Maria do Carmo Mohaupt Marques Ludke carmomml@ufrpe.br José Milton Barbosa jmiltonb@gmail.com Emerson Carlos Soares soaemerson@gmail.com Misleni Ricarte de Lima misleniricarte@hotmail.com Jorge Vitor Ludke jorgevitorludke@gmail.com Carlos Bôa-Viagem Rabello cbviagem@ufrpe.br <p>The This study evaluated the effect of levels of garlic powder (0.0, 1.0, 2.0 and 3.0 g.kg<sup>-1</sup>) added to diets for Nile tilapia on animal performance, villi height and diet digestibility. The rations consisted of pellets and tilapia and were fed to apparent satiation for 60 days. 120 fish, with initial average weight of 4.20 ± 0.4 g, were masculinized and distributed in 24 aquariums of 70L in a randomized design consisting of four treatments and six replications in a closed circulation system with constant aeration. 240 fishes was used for feces collected by an indirect method (Guelph modified system) and estimation of coefficients of apparent digestibility using 0.5 g.kg<sup>-1</sup> of chromic oxide as an inert indicator incorporated into the ration. No significant differences in performance related to organ weight, the hepato-somatic index, the viscero-somatic fat index and villi height were observed. However, the apparent digestibility coefficient of rations was negatively affected by the addition of garlic powder. Garlic powder as an additive in rations for Nile tilapia did not provide positive effects as a growth promoter and worsened the digestibility of nutrients among the tested treatments.</p> 2020-07-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Elton Lima Santos, Maria do Carmo Mohaupt Marques Ludke, José Milton Barbosa, Emerson Carlos Soares, Misleni Ricarte de Lima, Jorge Vitor Ludke, Carlos Bôa-Viagem Rabello https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/7343 AS METODOLOGIAS ATIVAS COMO ESTRATÉGIAS PARA DESENVOLVER A INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO MÉDIO 2020-08-12T13:41:27-03:00 Marcelo Nunes Coelho marcelo.coelho@ifrn.edu.br Francisco Antônio de Sousa fas@gmal.com <p>O presente artigo tem como objetivo refletir acerca das contribuições e implicações das metodologias ativas no desenvolvimento da interdisciplinaridade no processo de ensino e aprendizagem. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica de 18 produções cientificas de quatro periódicos disponibilizados no Portal de Periódicos da CAPES, os quais foram avaliados com Qualis A1, A2, B1 e B2, e também dos anais do Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, tendo como recorte temporal o período de 2013 a 2018. Houve também uma categorização por meio da análise de conteúdo (BARDIN, 2011) na qual os trabalhos foram dissecados para perceber aproximações das metodologias ativas com a interdisciplinaridade. Como resultados, podemos destacar que as metodologias ativas contribuem para criar condições que potencializam o desenvolvimento da interdisciplinaridade, pois proporcionam, aos discentes, situações que permitam a vivência e busca pela construção do conhecimento por meio do processo de diálogo, intelectualmente estruturado, entre os mesmos e entre as áreas do saber. Contudo, apesar de sua inegável importância, práticas interdisciplinares ainda são muito incipientes e não acontecem, efetivamente, como ação pedagógica e essa realidade precisa ser transformada e para isso é necessário a realização de pesquisas cientificas que coloquem a prática da interdisciplinaridade como foco.</p> 2020-07-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Marcelo Nunes Coelho, Francisco Antônio de Sousa https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/6691 PROPRIEDADES QUÍMICAS, MEDICINAIS E NUTRICIONAIS DO BURITI (Mauritia flexuosa L.) E DE SEUS DERIVADOS 2020-09-10T13:50:45-03:00 Ronizy Soares Carvalho ronizy.soares@gmail.com Taides Tavares dos Santos taides.tavares@hotmail.com <p>No presente estudo, caracterizado como uma revisão bibliográfica exploratória-descritiva com abordagem qualitativa, é apresentada uma visão geral acerca das propriedades químicas e medicinais do buriti (<em>Mauritia flexuosa</em> L.) e seus produtos. A palmeira <em>M. flexuosa</em> é uma das mais abundantes do Brasil e seu extrativismo está integrado ao saber popular dos povos desse país. O fruto de <em>M. flexuosa</em> apresenta propriedades químicas de grande relevância do ponto de vista nutricional e medicinal. Entre os compostos químicos presente no fruto, destacam-se os carotenoides, ácidos graxos e flavonoides. O fruto possui também uma vasta gama de minerais em sua composição, tais como fósforo, potássio, magnésio, cálcio, enxofre e ferro. Com relação às potencialidades medicinais do fruto de <em>M. flexuosa</em>, destaca-se a utilização como adjuvante na cicatrização de ferimentos e queimaduras, atividade antimicrobiana e antioxidante. Assim, torna-se evidenciada a relevância de se incentivar a preservação dessa espécie vegetal, que é amplamente ameaçada pelo avanço da fronteira agrícola e do desenvolvimento urbano. Além disso, visualiza-se a necessidade de se incentivar o avanço das pesquisas científicas voltadas para a caracterização química de compostos bioativos oriundos do fruto de <em>M. flexuosa</em> com a perspectiva de se alcançar o desenvolvimento de produtos e/ou processos de interesse biotecnológico.</p> 2020-08-25T08:51:41-03:00 Copyright (c) 2020 Ronizy Soares Carvalho, Taides Tavares dos Santos https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/7616 AVALIAÇÃO DAS PRÁTICAS HIGIÊNICO SANITÁRIAS NA PRODUÇÃO DE AÇAÍ NA TIGELA: DIAGNÓSTICO E INTERVENÇÃO 2020-09-10T13:50:13-03:00 TATIANNE OLIVEIRA ferreira.tatianne@yahoo.com.br Eveline Gomes Rosa de Moura eveline-moura@hotmail.com Thaynara Cristina de Oliveira thaynara.cris@hotmail.com Daniela Ayumi Amemiya daniela.amemiya@gmail.com Carolina Fernandes Nobre krol_nobre@hotmail.com Raquel Troncoso Chaves Moreno raquel.troncoso@hotmail.com Raquel Hidalgo Campos raquelhidalgocampos@gmail.com Liana Jayme Borges lianajb@gmail.com Maria Cláudia Dantas Porfírio Borges André mcporfirio@hotmail.com <p><em>O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade nutricional e microbiológica do açaí pronto para consumo, as condições físicas e funcionais dos estabelecimentos que comercializam esse produto e verificar a presença de microrganismos nas mãos e nas narinas dos manipuladores. Foram avaliados 23 estabelecimentos da cidade de Goiânia-Goiás e as amostras de açaí foram obtidas em duas etapas: antes e após o treinamento dos manipuladores sobre as boas práticas de fabricação. Observou-se uma diminuição nas contagens de coliformes totais (de 26,08% para 8,7% das amostras), estafilococos positivos para coagulase (de 78,26% para 65,2% das amostras) e mesófilos aeróbicos (de 100% para 73,91% das amostras). A presença de microrganismos nas mãos e nas narinas dos manipuladores não apresentou diferença estatística entre as duas etapas. De acordo com a lista de verificação aplicada, seis itens apresentaram conformidade reduzida. Após o treinamento dos manipuladores, a contaminação microbiológica do açaí diminuiu e a presença de E. coli nas narinas dos manipuladores não foi mais observada, o que destaca a importância do treinamento sobre a implementação de Boas Práticas de Fabricação para garantir a qualidade sanitária dos alimentos.</em></p> 2020-08-25T09:11:10-03:00 Copyright (c) 2020 TATIANNE OLIVEIRA, Eveline Gomes Rosa de Moura, Thaynara Cristina de Oliveira, Daniela Ayumi Amemiya, Carolina Fernandes Nobre, Raquel Troncoso Chaves Moreno, Raquel Hidalgo Campos, Liana Jayme Borges, Maria Cláudia Dantas Porfírio Borges André https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/9548 ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE 2020-09-10T13:48:48-03:00 Rhaissa Calazans rhai.calazans@gmail.com Gabriela de Medeiros Cabral gmcabral@ifto.edu.br Dimas Magalhães Neto dimasnet@uft.edu.br <p><span id="m_6854799866790136051gmail-docs-internal-guid-40d6cef0-7fff-d72a-c72f-7f28bab6cdf4">A manutenção da saúde física, mental e social é alicerçada na prática regular de atividade física e a uma alimentação saudável, no qual este benefício se estende para a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis. Ao analisar este aspecto na população de países em desenvolvimento observa-se um crescente número de adolescentes sedentários, com um perfil dietético rico em produtos hipercalóricos com predominância de alimentos ultraprocessados, o que gera grande preocupação, pois estes hábitos tendem a se perpetuar na vida adulta. Cientes dos malefícios que a inatividade </span>física associada ao consumo de alimentos nutricionalmente pobres podem causar à saúde, algumas ações sociais estão sendo difundidas dentro das Universidades a fim de promover uma mudança no estilo de vida dos jovens, vislumbrando uma melhor qualidade de vida, impactando positivamente tanto seu rendimento estudantil, quanto no incentivo a perpetuação dessas práticas favorecendo a promoção a saúde o que resulta na prevenção de doenças facilmente evitáveis.&nbsp;&nbsp;</p> <div class="yj6qo ajU">&nbsp;</div> 2020-08-29T10:26:45-03:00 Copyright (c) 2020 Rhaissa Calazans, Gabriela de Medeiros Cabral, Dimas Magalhães Neto https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/9391 VIABILIDADE ECONÔMICA DA COGERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DO BIOGÁS 2020-09-10T13:49:16-03:00 Marcelo Jacobowski marcelo.jk@hotmail.com Manoel João Ramos eng.major@hotmail.com Carlos Alberto Piacenti piacenti8@yahoo.com.br Weimar Freire da Rocha Júnior wrochajr2000@gmail.com Christian Luiz da Silva christianlsilva76@gmail.com <p>Este estudo tem por finalidade analisar a viabilidade econômica da geração de energia elétrica a partir da produção de biogás no aterro sanitário do município de Toledo, PR. Diante da dificuldade que o país vem passando com sua matriz energética devido a sua dependência de fontes hídricas que vem sendo afetado pela instabilidade climática, o presente estudo se torna relevante por explorar uma alternativa para produção de energia elétrica local. Diante desses fatos, o propósito do trabalho foi identificar a capacidade de geração de biogás para a produção de energia elétrica e verificar a viabilidade econômica dessa atividade. O estudo foi descritivo e usou a técnica de coleta de dados primários pelas entrevistas semi-estruturadas, e também dados secundários, usando levantamentos documentais. Foram entrevistadas duas pessoas que atuam na secretaria do meio ambiente do município de Toledo que são responsáveis pela gestão do aterro sanitário, as mesmas contribuíram com informações que foram utilizadas na análise de viabilidade. As entrevistas ocorreram no período de janeiro a julho do ano de 2018 e as principais conclusões foram que a produção de energia elétrica no aterro por meio do biogás pode ser viável desde que se cumpra com algumas condições para operação do sistema.</p> 2020-08-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Marcelo Jacobowski, Manoel João Ramos, Carlos Alberto Piacenti, Weimar Freire da Rocha Júnior, Christian Luiz da Silva https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/7815 DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM TENSÃO DO PAPEL DE CUIDADOR EM FAMILIARES DE PESSOAS COM FERIDAS CRÔNICAS 2020-09-10T13:49:45-03:00 Kezia Juliana da Silva keziajuliana23@gmail.com Julliany Lopes Dias jullianydias@mail.uft.edu.br Maurício Gomes da Silva Neto mauricio.gomesneto@gmail.com Henrique da Silva Oliveira Araújo henrique.s.o.araujo@gmail.com Amanda Martins Bastos amandabastos@hotmail.com Marlene Andrade Martins marlenianapower@hotmail.com Selma Rodrigues Alves Montefusco sramontefusco@hotmail.com Ângela Lima Pereira angelimap@gmail.com <p>O cuidado da pessoa com ferida crônica é complexo, e sob responsabilidade da família gera demandas que podem resultar em cansaço e desgaste do cuidador, que é apresentado na NANDA-I como <em>tensão no papel de cuidador</em>. O objetivo foi analisar a ocorrência do diagnóstico de enfermagem (DE) <em>tensão do papel de cuidador</em> em familiares de pessoas com feridas crônicas. Trata-se de um estudo descritivo exploratório, realizado em 2019, por meio de entrevista semiestruturada com pessoas que cuidam de um familiar com ferida crônica em Palmas-Tocantins. Análise de variáveis quantitativas realizada por estatística descritiva, e de variáveis subjetivas por “agrupamento de dados” e “interpretação do agrupamento”. Identificados 6 cuidadores com DE <em>tensão no papel de cuidador</em>, com predomínio do sexo feminino, grau de parentesco de filhos e cônjuges. Os principais fatores relacionados foram: excesso de atividades de cuidado, crise financeira e o prejuízo à saúde. A principal característica definidora foi a falta de tempo para atender às necessidades pessoais. Tensão no papel de cuidador em familiares de pessoas com feridas crônicas gera implicações significativas na saúde e dinâmica de vida dos cuidadores. Assim, tornam-se necessárias políticas de saúde que atendam não apenas a população com ferida crônica, mas também a família.</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Relações familiares; Diagnóstico de Enfermagem; Ferimentos e lesões.</p> 2020-08-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Kezia Juliana da Silva, Julliany Lopes Dias, Maurício Gomes da Silva Neto, Henrique da Silva Oliveira Araújo, Amanda Martins Bastos, Marlene Andrade Martins, Selma Rodrigues Alves Montefusco, Ângela Lima Pereira https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8956 ANÁLISE FONOESTILÍSTICA DE AH! e DODÓI 2020-09-10T13:48:17-03:00 Sílvia Rejane Teixeira de Abreu srejaneunb@gmail.com Alexandre Melo de Sousa alexlinguista@gmail.com <p>O presente artigo, com base nos pressupostos teórico-metodológicos da fonoestilística, objetiva demonstrar como as escolhas léxicas, a partir do arranjo sonoro e dos efeitos que estes provocam no plano constroem a expressividade de um texto. Neste estudo, analisamos dois textos do compositor Luiz Tatit – Ah! e Dodói – fundamentando-nos, ainda, na função poética de Jakobson. Os resultados mostram que há predominância da função poética nos textos analisados, o que reflete que o autor se utiliza de escolhas lingüísticas no eixo da seleção (paradigma) sobre o eixo da combinação (sintagma) para provocar efeitos de sentido na construção de suas poesias. Verificamos, ainda, a presença dos fenômenos da motivação sonora, percebidos na expressividade dos fonemas e das palavras que formam cada poesia – o que comprova a relação entre o som e o sentido.</p> 2020-08-29T11:06:55-03:00 Copyright (c) 2020 Sílvia Rejane Teixeira de Abreu, Alexandre Melo de Sousa https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/9111 PERFIL E TENDÊNCIA DOS CASOS DE SUICÍDIO NO MUNICÍPIO DE ARAGUAÍNA TOCANTINS. 2020-09-10T13:47:48-03:00 Helierson Gomes profhelierson@gmail.com Pamela Mayumi Kihara profpmk105@gmail.com Stefani Morais Vieira moraisvieira_10@gmail.com Wathyson Alex de Mendonça Santos wathms@yahoo.com Luisa Sousa Machado luisasousamachadouft@gmail.com Natã Silva dos Santos nata_ss2020@gmail.com Andrielly Gomes de Jesus andriellygm@gmail.com <p>Diante da atual epidemia de casos de suicídio entre a população mundial, esta pesquisa vem com objetivo de analisar o perfil e a tendência dos casos de suicídio na cidade de Araguaína Estado do Tocantins no período de 2008 a 2017. Estudo epidemiológico dos casos de suicídio foi realizado com base em métodos descritivo e ecológico realizado no município de Araguaína, localizado ao norte do Estado do Tocantins. No período estudado o município de Araguaína apresentou um total de 111 casos notificados de suicídio com uma significativa prevalência nos indivíduos do sexo masculino (79 %), solteiros (63,9%) com faixa etária entre 20 e 59 anos de idade com baixa escolaridade, sendo importante salientar que 61,2% dos casos de suicídio no município se tratam de pessoas que sequer terminaram o primeiro grau, sendo o enforcamento o método mais utilizado na execução do ato suicida (60%), seguido pela intoxicação por pesticidas (17%). Um ponto preocupante é a projeção de uma tendência crescente dos casos para os próximos anos, onde poderia agravar ainda mais a situação atual da cidade de Araguaína que apresenta uma taxa média anual moderada com pouco mais de 6 casos por 100 mil/habitantes.</p> 2020-08-29T11:36:34-03:00 Copyright (c) 2020 Helierson Gomes, Pamela Mayumi Kihara, Stefani Morais Vieira, Wathyson Alex de Mendonça Santos, Luisa Sousa Machado, Natã Silva dos Santos, Andrielly Gomes de Jesus https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8289 COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE EXTRAÇÃO DE RNA APLICADOS A CULTURAS AMILÁCEAS UTILIZADAS NA PRODUÇÃO DE ETANOL 2020-09-10T13:47:14-03:00 Micaele Rodrigues de Soouza micaele.souzasp@gmail.com Gabriel Duarte de Oliveira gdoliveira96@gmail.com Ana Elisa Esteves dos Santos anaelisaesteves1@gmail.com Solange Aparecida Ságio solsagio@uft.edu.br <p>A crescente preocupação com os efeitos provenientes do uso de combustíveis fosseis, devido à grande dependência dos mesmos, tem proporcionado nas últimas décadas estudos mais intensos sobre biocombustíveis, bem como a diversificação de matérias primas. Atualmente o maior produtor mundial de etanol é os Estados unidos e a matéria prima majoritária utilizada para este fim é a cultura do milho. Entretanto, tem se buscado uma maior diversificação de matérias primas, intensificando-se os estudos voltados para culturas como a mandioca e a batata-doce. Visando a obtenção de cultivares com alto potencial energético, a engenharia genética é considerada uma ferramenta indispensável, já que o melhoramento tradicional tem sido um desafio para diversas culturas. Entre as várias técnicas aplicadas, estão os estudos moleculares transcricionais, que possuem como a primeira etapa a extração do RNA, sendo este um fator limitante em análises moleculares, por ser a base para estudos posteriores. Nesta revisão consta um levantamento dos métodos mais empregados para o isolamento do RNA das culturas do milho, mandioca e batata-doce e uma análise de custo/benefício. Concluindo-se que o método menos dispendioso e que mantem qualidade e quantidade de RNA são os protocolos que tiveram suas adaptações a partir do método de CTAB.</p> 2020-08-29T12:04:12-03:00 Copyright (c) 2020 Micaele Rodrigues de Soouza, Gabriel Duarte de Oliveira, Ana Elisa Esteves dos Santos, Solange Aparecida Ságio https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8556 INTERVENÇÃO EDUCATIVA SOBRE TUBERCULOSE PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE EM UNIDADES DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE EM UM MUNICÍPIO DA REGIÃO NORTE 2020-09-10T13:46:46-03:00 Pollyana Roberta Freitas pollyrobe@gmail.com Eduardo Rezende Honda eduardohonda@hotmail.com Erika Simone Galvão Pinto erikasgp@gmail.com Melisane Regina Lima Ferreira melisane1206@gmail.com Nathalia Halax Orfão nathaliahalax@hotmail.com <p>Diante da necessidade de propor uma qualificação para transformação e aprimoramento dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), considera-se de fundamental importância a identificação do conhecimento desses atores, que representam um elo entre o serviço e a comunidade, em especial, na atenção à Tuberculose (TB). Assim, o presente estudo teve como objetivo desenvolver uma intervenção educativa sobre TB para ACS, de duas Unidades de Saúde da Família, no município de Porto Velho-RO. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados entre março e abril de 2017, por meio de um questionário estruturado, e a análise através de estatística descritiva. A intervenção foi delineada, a partir das lacunas do conhecimento identificadas e realizada em encontros de quatro horas cada, com os mesmos conteúdos e metodologia. Verificou-se que os ACS possuíam um conhecimento restrito sobre as características gerais da TB, diagnóstico, tratamento, medidas de prevenção e vigilância dos casos. Tais achados permitem refletir sobre a importância dos processos formativos e de qualificações constantes que possibilitem o diálogo com os profissionais sobre o cenário em que suas atribuições são desempenhadas e as dificuldades vivenciadas, visando um planejamento coerente e participativo com os atores envolvidos.</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Tuberculose; Agentes Comunitários de Saúde; Atenção Primária à Saúde.</p> 2020-08-29T12:17:25-03:00 Copyright (c) 2020 Pollyana Roberta Freitas, Eduardo Rezende Honda, Erika Simone Galvão Pinto, Melisane Regina Lima Ferreira, Nathalia Halax Orfão https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/6503 ATUAÇÃO DO NUTRICIONISTA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA 2020-09-10T13:46:13-03:00 Francisco Valdicélio Ferreira celionutri@gmail.com Antônia Maria Railene de Lima Cunha Linhares railenelima@yahoo.com.br Rosalice Araújo de Sousa Albuquerque. rosaliceas@hotmail.com Edilayne Gomes Boto edylanne88@hotmail.com <p>O conceito de saúde tem transformado o modelo hospitalocêntrico e reabilitador por uma proposta inovadora, interdisciplinar com foco na promoção de saúde. Com isto a inserção da equipe multiprofissional na estratégia saúde da família tem sido essencial para a reorganização da atenção básica, visto que varias condições como a de alimentação e nutrição constitui um dos direitos fundamentais, sendo o nutricionista protagonista participativo. A partir disto investigou-se nas publicações a atuação do nutricionista da estratégia saúde da família através de uma revisão integrativa com caráter descritivo e abordagem qualitativa. Selecionou-se um total de 10 artigos para formar o corpo do estudo de acordo com os critérios utilizados. Verificou-se que o nutricionista na estratégia saúde da família teve maior destaque após a criação do Nasf no qual passou a atuar de forma multiprofissional. Notou-se que as principais atribuições no nutricionista estão direcionadas em várias dimensões, individual, coletiva e/ou comunitária, como a realização de varias atividades além da organização dos programas do sistema de vigilância alimentar e nutricional. Concluiu-se que as ações aqui encontradas fortalecem a consolidação da categoria nutrição enquanto ciência da saúde bem como a sua importância para o cuidado e promoção da saúde da comunidade.</p> 2020-08-29T16:39:55-03:00 Copyright (c) 2020 Francisco Valdicélio Ferreira, Antônia Maria Railene de Lima Cunha Linhares, Rosalice Araújo de Sousa Albuquerque., Edilayne Gomes Boto https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/7404 INFLUÊNCIA DOS DEJETOS DA CAPRINOCULTURA NA COMPOSIÇÃO DE SUBSTRATOS PARA PRODUÇÃO DE MUDAS DE Anadenanthera peregrina (L) Speg. 2020-09-10T13:45:45-03:00 Bruno Aurelio Campos Aguiar aguiar.florestal@gmail.com Norivania Diniz da Silva norivaniadiniz@hotmail.com Mirlla Rayra Reis Sousa mirllarayra@hotmail.com Bárbara Maria Martins Santos barbaramarttins1997@hotmail.com Flávia Bezerra Souza flavinha_2711@hotmail.com Priscila Bezerra de Souza priscilauft@uft.edu.br <p>O esterco caprino é um material orgânico que pode ser uma alternativa para a formulação de substratos para produção de mudas de espécies nativas. O trabalho foi conduzido em um viveiro, coordenado em delineamento experimental inteiramente casualizado com cinco tratamentos: T1 – Terra de subsolo (TS) (100%), T2 – Terra de subsolo (TS) + Esterco caprino (EC) (75%:25%), T3 – Terra de subsolo (TS) + Esterco caprino (EC) (50%:50%), T4 – Terra de subsolo (TS) + Esterco caprino (EC) (25%:75%) e T5 - Esterco caprino (EC) (100%) com 4 repetições. Foi possível observar pela análise de variância que houve diferença significativa (p&lt;0,05) entre os tratamentos na porcentagem de esterco caprino (EC) para as variáveis germinação (G), altura (H) e diâmetro do colo (DC) aos 30 e 60 dias após a semeadura, massa seca da parte aérea (MSPA) massa seca da parte radicular (MSPR), massa seca total (MST). O T4 proporcionou os melhores resultados nas variáveis analisadas, mesmo assim não é recomendado para a produção de mudas de <em>Anadenanthera peregrina </em>(L) Speg. no tempo avaliado, pois as mesma obtiveram&nbsp; valor inferior a 0,20 ao qual é recomendado na literatura para o índice de qualidade de Dickson<strong>.</strong><strong>&nbsp;</strong></p> 2020-09-01T10:46:29-03:00 Copyright (c) 2020 Bruno Aurelio Campos Aguiar, Norivania Diniz da Silva, Mirlla Rayra Reis Sousa, Bárbara Maria Martins Santos, Flávia Bezerra Souza, Priscila Bezerra de Souza https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/7804 RESOLUÇÃO DO PROBLEMA DO CAIXEIRO VIAJANTE NO SETOR VAREJISTA USANDO HEURÍSTICA COM PREVISÃO DE TRAJETÓRIA 2020-09-10T13:45:17-03:00 Wellington Gonçalves wellington.goncalves@ufes.br Hilson Henrique Massucatti Canal hilsonhen@gmail.com Mauro Henrique Massucatti Canal maurohmassucatti@gmail.com <p>A entrega rápida e econômica em domicílio de mercadorias encomendadas é um desafio logístico. E, devido a isso, diversas empresas estão procurando novas formas de serem mais ágeis para com seus clientes. Em nossos cenários, a duração necessária para prestar serviço a qualquer cliente não é fixa, mas, definida como uma função do horário de início da atividade. Assim, este trabalho realizou uma simulação de rotas para reduzir distâncias percorridas em serviços de entrega, empregando a heurística Traveling Salesman Problem (TSP). O modelo proposto pode lidar com vários tipos de funções de tempo de serviço e, condicionantes e características locais. Além disso, aplicamos nosso modelo a várias instâncias reais com diferentes características e tamanhos de percurso. Os experimentos sugerem que são possíveis economias substanciais com esse modelo em comparação com a entrega baseada somente na expertise. A modelagem realizada e os resultados numéricos obtidos com a implementação do TSP em várias instâncias de teste são apresentados. Esses resultados permitiram identificar rotas otimizadas, as quais obtiveram uma redução média de 6,1% das distâncias percorridas, e ainda, possibilidades da aplicação desta metodologia como uma ferramenta de gestão e minimização de custos.</p> 2020-09-01T21:36:25-03:00 Copyright (c) 2020 Wellington Gonçalves, Hilson Henrique Massucatti Canal, Mauro Henrique Massucatti Canal https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8083 QUALIDADE DE VIDA E SATISFAÇÃO NO TRABALHO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE 2020-09-10T13:44:47-03:00 Ana Karoliny Alecrim Cardoso alecrimcardoso27@gmail.com <p><strong>Introdução</strong>: Agente Comunitário de Saúde (ACS), é o principal agente social da Estratégia de Saúde da Família constituindo o elo entre o serviço e a comunidade, sendo imprescindível nesse cenário. Assim, faz-se necessário avaliar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) e a Satisfação no Trabalho (ST), visto que possuem relação com a produtividade e alcance dos objetivos organizacionais. <strong>Objetivo:</strong> avaliar a QVT e a ST dos ACS da região sul de Palmas-TO<strong>. Metodos e Materiais:</strong> Estudo descritivo, exploratório, quantitativo realizado com 27 ACS dos Centros de Saúde da Comunidade da região sul de Palmas- TO. Utilizou-se o Quality of Working Life Questionnaire - QWLQ-bref e o Questionário de Satisfação no Trabalho S20/S23. <strong>Resultados: O </strong>escore total médio para QVT foi 3,49, variando de 1,90 a 4,55 e o escore total médio para ST foi 3,40, variando de 1,80 a 5,00. <strong>Conclusão: </strong>Verificou-se índices elevados de QVT e de ST. Os escores dos domínios da QVT apresentaram correlação positiva moderada ou forte com os fatores da ST, demonstrando na amostra estudada, quanto maior a qualidade de vida no trabalho, maior a satisfação no trabalho.</p> 2020-09-01T22:20:46-03:00 Copyright (c) 2020 Ana Karoliny Alecrim Cardoso