https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/capimdourado/gateway/plugin/AnnouncementFeedGatewayPlugin/atom Capim Dourado: Diálogos em Extensão: Notícias 2018-05-15T15:54:25-03:00 Open Journal Systems <p><strong>[PT]</strong> A Revista<strong> Capim Dourado: Diálogos em Extensão (ISSN nº 2595-7341)</strong> é uma publicação de periodicidade quadrimestral, considerando chamadas extraordinárias, associada às políticas de promoção das diretrizes da extensão universitária brasileira, em especial às suas vivências e aplicabilidade no contexto amazônico.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>[EN]</strong> The <strong>Capim Dourado: Dialogues in Extension (ISSN nº 2595-7341)</strong>&nbsp;is a quarterly periodical publication, considering extraordinary calls, associated to the policies to promote the guidelines of the Brazilian university extension, especially to its experiences and applicability in the Amazonian context.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>[ES]&nbsp;</strong>La <strong>Revista Capim Dorado: Diálogos en Extensión (ISSN nº 2595-7341)</strong> es una publicación de periodicidad cuatrimestral, considerando llamadas extraordinarias, asociada a las políticas de promoción de las directrices de la extensión universitaria brasileña, en especial a sus vivencias y aplicabilidad en el contexto amazónico.</p> https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/capimdourado/announcement/view/168 Chamada de Artigos: Temas livres 2018-05-15T15:54:25-03:00 Capim Dourado: Diálogos em Extensão <p>Editores:</p> <p>Prof. Dr. Francisco Gilson Rebouças Porto Junior, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil.</p> <p>Prof. Dr. Alessandro Rodrigues Pimenta, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Ementa</strong><br>A&nbsp;<span class="il">Revista</span>&nbsp;"<span class="il">Capim</span>&nbsp;Dourado: Diálogos em Extensão" recebe artigos, relatos de experiência e ensaios fotográficos para o seu número de temas livres que versem sobre a&nbsp;<span class="SpellE">indissociabilidade</span>&nbsp;entre o ensino, pesquisa e extensão, estimulando a troca de saberes que permita a&nbsp;<span class="SpellE">publicização</span>&nbsp;<span class="GramE">coordenada de ações que priorizem o diálogo&nbsp;<span class="SpellE">interepistêmico</span>&nbsp;e qualificado que&nbsp;</span>fortaleçam a Rede Nacional de Extensão e as demandas internacionais de cooperação para o envolvimento em políticas públicas e enfrentamento de desigualdades.&nbsp;</p> 2018-05-15T15:54:25-03:00 https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/capimdourado/announcement/view/140 Chamada de Trabalhos: Edição Inaugural: Dossiê: Extensão, das linguagens aos fazeres de novos saberes 2017-09-28T15:52:02-03:00 Capim Dourado: Diálogos em Extensão <p class="MsoNormal" style="text-align: justify;">Editores convidados:</p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify;">Prof. Dr. <span class="SpellE">Rumeninng</span> Abrantes dos Santos, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil.</p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify;">Profa. <span class="SpellE">Msc</span>. Maria Santana Ferreira dos Santos <span class="SpellE">Milhomem</span>, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil.</p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify;"><br> Ementa:&nbsp;<br> <br> <span class="GramE">As demandas sociais das universidades como espaço</span> ainda privilegiado de formação, experimentação e validação de mecanismos reparatórios e compreensivos da realidade brasileira se <span class="SpellE">complexificam</span> na medida em que as fragilidades nacionais e globais se aprofundam. Neste sentido, é estratégico que reavaliem constantemente seu papel e compartilhem possibilidades de interação participativa e respeitosa, que protagonizem respostas autônomas, comunitariamente sólidas. As diretrizes nacionais da Extensão Universitária incorporam essa premente necessidade de comunicação, porque é na consolidação de caminhos, por trocas respeitosas de saberes e reconhecimento das formas distintas de <span class="SpellE">produzí-los</span>, que novos impactos serão produzidos, dinâmicos como se exigem aos desafios do tempo de fluidez e incertezas que vivemos. Focadas no potencial e chamado emancipatório dessas prerrogativas, a edição de abertura desta&nbsp;revista&nbsp;priorizará a transformação social construída coletivamente por métodos acessíveis e possíveis. Estimulará e divulgará as potencialidades de intervenção respeitosa que inspiramos e <span class="SpellE"><span class="GramE">co-inspiramos</span></span>: parte da base ética que preceituamos como missão e compromisso legado. Neste sentido, abre-se para adaptar criativamente os formatos de ação às possibilidades que as tecnologias disponíveis, abertas e democráticas, dispõem.</p> 2017-09-28T15:52:02-03:00