Dossiê Temático: 50 anos da Alternância no Brasil: o que dizem as pesquisas nacionais e internacionais

  • Pedro Puig-Calvó Universitat Internacional de Catalunya - UIC / Association Internationale des Mouvements Familiaux de Formation Rurale - AIMFR, Spain
  • Claudia Gagnon Université de Sherbrooke - Quebec, Canadá
  • Janinha Gerke Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Resumo

O ano de 2019 constitui um marco na Educação Brasileira, em especial para as experiências formativas da Educação do Campo, pela celebração dos 50 anos da Pedagogia da Alternância. Nascida na França e trazida para o Espírito Santo por um padre jesuíta, foi construída nas diferentes realidades de nosso país pelos sujeitos camponeses como uma possibilidade contra-hegemônica de educação que amalgama a formação escolar-acadêmica ao mundo do trabalho, ao pertencimento a terra e às suas identidades culturais. Nessa perspectiva, os grupos de pesquisas Culturas, Parcerias e Educação do Campo (CNPq/UFES) e de Investigação Internacional do Sistema Dual-Alternância da Universidade de Sherbrooke/Canadá, assumem junto à Revista Brasileira de Educação do Campo a proposição desse dossiê. Trata-se de uma oportunidade de reunir, no âmbito desse importante periódico, uma pluralidade de discussões e resultados investigativos que emergem da práxis dos monitores-educadores-professores e investigadores que atuam com a Formação por Alternância no Brasil, Canadá, Espanha, Camarões, Itália e França. Compreendemos esta oportunidade como um marco da reflexão, problematização e do compartilhamento das boas experiências, considerando os inúmeros desafios do cenário atual. Não se trata de um dossiê contemplativo, mas reflexivo e problematizador, no sentido de uma práxis viva e dinâmica, produzida por sujeitos historicamente situados, que se colocam no campo da resistência e por assim se constituírem pensam os contextos e acenam possibilidades. Desta forma, as pesquisas aqui compartilhadas emergem das mais diversas experiências, da educação básica ao ensino superior, o que nos revela o potencial transgressor da Alternância. Reconhecer essa diversidade de práticas é também afirmar que a Pedagogia da Alternância, nascida em terras brasileiras há 50 anos, constitui-se hoje em Patrimônio da Educação Brasileira e como tal figura na lei e nas políticas públicas. Contudo, a caminhada por ser histórica e social, também nos coloca desafios que surgem no próprio movimento de transformação da sociedade e dos modos de vida, trabalho e produção. Enfrentar tais desafios e permanecer na luta são aqui erguidos como bandeiras fulcrais na produção dos novos e outros sentidos da Formação por Alternância, sem afastar-se de seus pilares, suas mediações e/ou instrumentos pedagógicos e, sobretudo, com o fortalecimento de seu viés político, emancipador e transformador das realidades e de seus sujeitos. Com vistas a buscar uma organização dos textos por aproximação das discussões, reunimos em sequência os vinte e seis artigos a partir de três abordagens: Inicialmente os artigos que trazem a história da Pedagogia da Alternância e seu entrelaçamento com a Educação do Campo; princípios epistemológicos e análise das suas mediações ou instrumentos pedagógicos. Na sequência, os textos que discutem especificamente a Pedagogia da Alternância na formação de educadores-monitores-professores do campo e, por fim, em maior número, trazemos as investigações acerca da sua práxis nas diferentes experiências da educação básica escolar e para além dessa. Portanto, o que dizem as pesquisas nacionais e internacionais sobre a Pedagogia da Alternância nesses 50 anos de história é um convite ao conhecimento produzido por sujeitos que atuam, refletem e problematizam a práxis por meio da investigação científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Puig-Calvó, Universitat Internacional de Catalunya - UIC / Association Internationale des Mouvements Familiaux de Formation Rurale - AIMFR, Spain

Pedro Puig-Calvó (nascido em 3 de abril de 1955) é professor universitário em Ciências da Educação na Universidade Internacional de Catalunha- Barcelona (Espanha). Seu trabalho faz parte do campo da educação em alternância especialmente no meio rural e da formação, de formadores. Atualmente e Secretario Geral da AIMFR Associação Internacional dos Movimentos Familiares de Formação Rural) e coordenador da equipa pedagógica internacional. Colabora no departamento de formação de Fondation ONDJYLA e pesquisador no sistema da formação por alternância. Autor de livros e artigos sobre educação e desenvolvimento.

Pedro Puig-Calvó (né le 3 avril 1955) est professeur universitaire en sciences de l'éducation à l'Université internationale de Catalogne-Barcelone (Espagne). Son travail s'inscrit dans le domaine de l'alternance scolaire notamment en milieu rural et de la formation des formateurs. Il est actuellement Secrétaire Général de l'AIMFR (Association Internationale des Mouvements Familiaux de Formation Rurale) et coordinateur de l'équipe pédagogique internationale. Collabore au département formation de la Fondation ONDJYLA et chercheur en alternance. Auteur d'ouvrages et d'articles sur l'éducation et le développement.

Claudia Gagnon, Université de Sherbrooke - Quebec, Canadá

Claudia Gagnon, Ph.D., é professora titular da Faculdade de Educação da Université de Sherbrooke em Quebec, Canadá, onde é responsável por estágios e treinamento prático no Bacharelado em Educação Profissional. Atualmente, é diretora do Grupo internacional de pesquisa e reflexão sobre alternância (GIIRA) y pesquisadora do Centro de Pesquisa Interuniversitária em Treinamento e Profissão Docente (CRIFPE), dentro do grupo Qualificação e Integração Socioprofissional de Jovens Adultos em Quebec (QISAQ) e do Rede de pesquisa e desenvolvimento de pesquisas para o bem-estar e sucesso em um contexto de diversidade (REVERBÈRE). Sua pesquisa se concentra na formação em alternância e, mais especificamente, nas práticas de professores e estagiários, particularmente no que diz respeito ao apoio ao estagiário, treinamento vocacional no nível secundário e treinamento universitário para o ensino. Ela também trabalha no apoio a alunos com necessidades especiais em treinamento vocacional.

Claudia Gagnon, Ph.D., es profesora titular en el Colegio de Educación de la Universidad de Sherbrooke en Quebec, Canadá, donde es responsable de pasantías y capacitación práctica en el Bachillerato en Educación Profesional. Actualmente es directora del Grupo Internacional de Investigación y Reflexión sobre Alternancia (GIIRA) e investigadora del Centro Interuniversitario de Investigación sobre Formación y Profesión Docente (CRIFPE), dentro de la Capacitación e Integración Socioprofesional de Jóvenes Adultos en Quebec (QISAQ) y la Red Investigación y desarrollo Investigación para el bienestar y el éxito en un contexto de diversidad (REVERBÈRE). Su investigación se centra en la formación en alternancia y, más específicamente, en las prácticas de docentes y aprendices, particularmente en lo que respecta al apoyo a los alumnos, la formación profesional en el nivel secundario y la formación universitaria para la enseñanza. Ella también trabaja para apoyar a los estudiantes con necesidades especiales en la formación profesional.

Janinha Gerke, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Doutora em Educação. Professora da Licenciatura em Educação do Campo, Universidade Federal do Espírito Santo. Membro do grupo de pesquisa Cnpq/UFES Culturas, Parcerias e Educação do Campo e do grupo de investigação internacional do Sistema Dual-Alternância, Universidade de Sherbrooke/Canadá.

Referências

Como citar este Editorial / How to cite this Editorial

APA

Puig-Calvó, P., Gagnon, C., & Gerke, J. (2019). Dossiê Temático: 50 anos da Alternância no Brasil: o que dizem as pesquisas nacionais e internacionais. Rev. Bras. Educ. Camp., 4, e8135. DOI: http://dx.doi.org/10.20873/uft.rbec.e8135

ABNT

PUIG-CALVÓ, P.; GAGNON, C.; GERKE, J. Dossiê Temático: 50 anos da Alternância no Brasil: o que dizem as pesquisas nacionais e internacionais. Rev. Bras. Educ. Camp., Tocantinópolis, v. 4, e8135, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.20873/uft.rbec.e8135

Publicado
2019-12-19
Como Citar
Puig-Calvó, P., Gagnon, C., & Gerke, J. (2019). Dossiê Temático: 50 anos da Alternância no Brasil: o que dizem as pesquisas nacionais e internacionais. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 4, e8135. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e8135
Seção
Dossiê Temático: 50 anos da Alternância no Brasil