Educação do Campo e os desafios para a educação brasileira e editoração científica

Resumo

No ano de 2019, buscando dar continuidade à qualidade dos artigos publicados e maior inserção da revista em bases internacionais, a Revista Brasileira de Educação do Campo (RBEC) aumentou significativamente a quantidade de textos publicados em outros idiomas, especialmente em inglês, além da diversidade de autores e instituições que publicaram no periódico ao longo do ano, o que reforça a importância da RBEC em ser um importante veículo de comunicação científica na área educacional nacional e internacional. Com o objetivo de atender as atualizações acerca da editoração científica internacional, visando ampliar e defender o acesso aberto, as boas práticas de publicação, a importância da pesquisa para o desenvolvimento de uma nação e a rapidez na publicação dos artigos, a RBEC adotou no ano de 2019 o formato de publicação contínua (PC), que consiste em acelerar o processo de comunicação e disseminação das pesquisas aos leitores e à comunidade acadêmica, disponibilizando-as de forma mais rápida às pessoas. Dentro desse novo formato, a revista continua a publicar os artigos recebidos em fluxo contínuo, além de números especiais ao longo do ano. Além do fluxo contínuo, a revista publicou dois dossiês no ano de 2019: o primeiro diz respeito a “Políticas para a Educação e a Diversidade Sociocultural”, que reúne trabalhos de diferentes instituições acerca da política pública em educação e diversidade, cujas pesquisas são importantes para ampliação do debate no que se refere aos avanços e desafios ao enfrentamento das desigualdades. No segundo dossiê, intitulado “50 anos de alternância no Brasil: o que dizem as pesquisas nacionais e internacionais”, foram publicados trabalhos relevantes sobre a Pedagogia da Alternância no Brasil e em outros países, como Canadá, África, Espanha entre outros, que enaltecem, a partir de diferentes experiências e pesquisas, a relevância desse sistema educativo para a Educação do Campo e Educação em geral, fundamental e necessário para ampliar ainda mais o debate sobre a Alternância em diferentes contextos nacionais e internacionais. Nesse sentido, podemos afirmar que o ano de 2019 foi um ano de desafios, mas de avanços também para a RBEC, tanto no que diz respeito ao aumento das pesquisas publicadas e na sua diversidade quanto ao atendimento às novas atualizações da editoração científica e no enfrentamento das desigualdades, exercendo o seu compromisso social com a divulgação de conhecimento. Para isso, é preciso continuarmos a ter força e a resistir sempre contra as mazelas que assolam a Educação brasileira, para ampliarmos a luta por uma excelência acadêmica, pela defesa da Universidade Pública, com alcance social e político. Desejamos a todos e a todas boas leituras e um próspero ano de 2020!

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Cunha de Araújo, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Doutor em Educação pela UNESP. Mestre em Educação pela UFMT. Graduado em Educação Artística com Habilitação em Artes Plásticas (Artes Visuais) pela UFU. Professor da Universidade Federal do Tocantins.

Cícero da Silva, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Doutor (2018) e Mestre (2011) em Letras: Ensino de Língua e Literatura pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). É graduado em Letras - Licenciatura plena em Português-Inglês pela Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e especialista em Leitura e Produção Escrita (2006) também pela UFT. É Professor Adjunto da Universidade Federal do Tocantins e atua no curso de Licenciatura em Educação do Campo: Artes e Música - Campus de Tocantinópolis e no Programa de Pós-graduação em Letras: Ensino de Língua e Literatura, Campus de Araguaína. Editor assistente da Revista Brasileira de Educação do Campo e Editor administrativo da Revista EntreLetras. É líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação do Campo (GEPEC/UFT) e membro do Grupo de Pesquisa Gêneros Discursivos e Formação de Professores (GEDFOR/UFGD). Tem experiência na área de Linguística e Educação do Campo, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino-aprendizagem de língua portuguesa, gêneros do discurso, material didático, letramento, práticas pedagógicas em Educação do Campo (Pedagogia da Alternância).

Referências

Como citar este Editorial / How to cite this Editorial

APA

Araújo, G. C., & Silva, C. (2019). Educação do Campo e os desafios para a educação brasileira e editoração científica. Rev. Bras. Educ. Camp., 4, e6110. DOI: http://dx.doi.org/10.20873/uft.rbec.e5869

ABNT

ARAÚJO, G. C.; SILVA, C. Educação do Campo e os desafios para a educação brasileira e editoração científica. Rev. Bras. Educ. Camp., Tocantinópolis, v. 4, e6110, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.20873/uft.rbec.e5869

Publicado
2019-12-20
Como Citar
Araújo, G. C. de, & da Silva, C. (2019). Educação do Campo e os desafios para a educação brasileira e editoração científica. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 4, 1-2. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e8132

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>