Educação matemática realística: uma abordagem teórico-metodológica para o ensino de matemática nas escolas do campo

  • Marcos Guilherme Moura-Silva Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
  • Rayza de Oliveira Souza Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
  • Tadeu Oliver Gonçalves Universidade Federal do Pará
  • Ruy Guilherme Braga Borges Universidade do Estado do Pará

Resumo

O movimento por uma Educação do Campo ainda carece de investigações de pressupostos teórico-metodológicos para o campo didático, pautadas no estudo de práticas de ensino que considerem o objeto de conhecimento e, ao mesmo tempo, valorize o aspecto realístico/contextual onde o aluno está inserido. Nessa perspectiva, investigamos as implicações teórico-metodológicas da teoria da Educação Matemática Realística (EMR) para o ensino de matemática na escola do campo. Baseados em uma abordagem metodológica qualitativa, elaborou-se uma trajetória hipotética de aprendizagem fundamentada nos princípios da EMR relacionada ao ensino de geometria analítica, a partir da prática de gabaritagem de terra no cultivo do Maracujá (passiflora edulis). Nossos resultados apontam a EMR como uma via teórico-metodológica promissora de exploração didática para o contexto do campo capaz de promover raciocínios formais, conceitos em situações realísticas, apropriação de linguagem matemática e potencial para o desenvolvimento de conceitos no ramo da geometria cartesiana.

Palavras-chave: Educação Matemática Realística, Modelos Emergentes, Geometria Analítica, Escola Rural. Educação do Campo.

 

Realistic Mathematic Education: a theoretical- methodological approach to the teaching of mathematics in countryside schools                    

ABSTRACT. The movement for a Rural Education still lacks investigations of methodological theoretical assumptions for the didactic field, based on the study of teaching practices that consider the object of knowledge and, at the same time, value the realistic/contextual aspect in which the student is inserted. From this perspective, we investigate the methodological theoretical implications of the theory of Realistic Mathematical Education (EMR) for the teaching of mathematics in the countryside school. Based on a qualitative methodological approach, a hypothetical learning path was elaborated based on the principles of EMR related to the teaching of analytical geometry, from the practice of soil modeling in passion fruit (passiflora edulis) cultivation. Our results point to the EMR as a promising methodological theoretical approach of didactic exploration to the countryside context capable of promoting formal reasoning, concepts in realistic situations, appropriation of mathematical language and potential for the development of concepts in the field of Cartesian geometry.

Keywords: Realistic Mathematics Education, Emerging Models, Analytical Geometry, Countryside School, Rural Education.

 

Educación Matemática realista: un enfoque teórico- metodológico para la enseñanza de las matemáticas en las escuelas rurales

RESUMEN. El movimiento para una Educación del Campo aún carece de investigaciones de supuestos teóricos metodológicos para el campo didáctico, basados ​​en el estudio de prácticas de enseñanza que consideran el objeto del conocimiento y, al mismo tiempo, valoran el aspecto realista / contextual en el que se inserta el estudiante. Desde esta perspectiva, investigamos las implicaciones teóricas metodológicas de la teoría de la Educación Matemática Realista (EMR) para la enseñanza de las matemáticas en la escuela del campo. Basado en un enfoque metodológico cualitativo, se elaboró ​​un camino de aprendizaje hipotético basado en los principios de EMR relacionados con la enseñanza de la geometría analítica, a partir de la práctica del modelado del suelo en el cultivo de maracuyá (passiflora edulis). Nuestros resultados apuntan a la RME como un enfoque teórico metodológico prometedor de la exploración didáctica en el contexto rural capaz de promover el razonamiento formal, los conceptos en situaciones realistas, la apropiación del lenguaje matemático y el potencial para el desarrollo de conceptos en el campo de la geometría cartesiana

Palabras clave: Educación Matemática Realista, Modelos Emergentes, Geometría Analítica, Escuela Rural. Educación del Campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Guilherme Moura-Silva, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Possui graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal do Pará com Mestrado e doutorado em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Pará. Atualmente é professor Adjunto I da Universidade Federal do Pará (UFPA), investigando principalmente os seguintes temas: Cognição Matemática em Neurociências, Educação do Campo e Formação de professores que ensinam matemática.

Rayza de Oliveira Souza, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Graduada em Licenciatura em Educação do campo com ênfase em matemática pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA. Mestranda em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Pará - UFPA. Atualmente desenvolve pesquisas envolvendo os seguintes temas: Ansiedade Matemática, Educação do Campo e aprendizagem autorregulada.

Tadeu Oliver Gonçalves, Universidade Federal do Pará

Licenciado em Matemática pela Universidade Federal do Pará (1976), Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (1981) e Doutor em Educação Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (2000). É professor titular da Universidade Federal do Pará, atuando principalmente nos seguintes temas: educação matemática, formação de professores, ensino-aprendizagem, ensino da matemática e neurociência e educação matemática.

Ruy Guilherme Braga Borges, Universidade do Estado do Pará

Graduado em Matemática pela Universidade do Estado do Pará - UEPA; Especializando em Educação Matemática pela Universidade Federal do Pará - UFPA; Integrante do Grupo de Pesquisa de Formação de Professores: Um enfoque Interdisciplinar – GPEFORP, atuando nos seguintes temas: modelagem matemática, Etnomatemática e ensino de matemática.

Referências

De lange, J. (1987). Mathematics, insight and meaning. Utrecht: OW & OC.

De Lange, J. (1999). Framework for classroom assessment in mathematics. Madison: WCER.

Ferreira, P. E., & Buriasco, R. L. (2015). Enunciados de tarefas de matemática baseados na perspectiva da Educação Matemática Realística. Bolema, 29(52), 452-472. https://doi.org/10.1590/1980-4415v29n52a02

Ferreira, P. E., & Buriasco, R. L. (2016). Educação matemática realística: uma abordagem para os processos de ensino e de aprendizagem. Educação Matemática Pesquisa, 18(1), 237-252.

Freudenthal, H. (1983). Didactical phenomenology of mathematical structures. Kluwer Academic Publishers New York, Boston, Dordrecht, London, Moscow.

Gravemeijer, K. P. E. (1994). Developing Realistic Mathematics Education. CD-ß Press/Freudenthal Institute, Utrecht, The Netherlands.

Gravemeijer, K. (1999). How emergent odels May Foster the constitution of formal mathematics. Mathematical Thinking and Learning, 1(2), 155-177. https://doi.org/10.1207/s15327833mtl0102_4

Gravemeijer, K. P. E., & Terwel, J. (2000). Hans Freudenthal: a mathematician on didactics and curriculum theory. Journal of Curriculum Studies, 32(6), 777-796.

Gravemeijer, K., Bowers, J., & Stephan, M. (2003). Chapter 4: A Hypothetical Learning Trajectory on Measurement and Flexible Arithmetic. In Stephan, M; Bowers, J; Cobb, P. Journal for Research in Mathematics Education (pp. 51-66). Retrieved from: https://www.researchgate.net/publication/46654962_Supporting_students'_development_of_measuring_conceptions_Analyzing_students'_learning_in_social_context_Journal_for_Research_in_Mathematics_Education_Monograph_No_12, accessed on November 7, 2019.

Gravemeijer, K. (2004). Learning trajectories and local instruction theories as means of support for teachers in reform mathematics education. Mathematical Thinking and Learning, 6(2), 105-128.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. (2011). Microdados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica - SAEB. Brasília: INEP.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. (2018). Microdados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica - SAEB. Brasília.

Rasmussen, C., & Blumenfeld, H. (2007). Reinventing solutions to systems of linear differential equations: A case of emergent models involving analytic expressions. Journal of Mathematical Behavior, 26(3), 195-210. https://doi.org/10.1016/j.jmathb.2007.09.004

Treffers, A., & Goffree, F. (1985). Rational analysis of realistic mathematics education – the Wiskobas program’. In Streefland, L. (Ed.). Proceedings of the Ninth International Conference for the Psychology of Mathematics Education (pp. 97–121). OW&OC; Utrecht University; Utrecht; The Netherlands.

Treffers, A. (1987). Mathematics education library. Three dimensions: A model of goal and theory description in mathematics instruction-the Wiskobas Project. Dordrecht, Netherlands: D Reidel Publishing Co.

Treffers, A. (1991). Didactical background of a mathematics program for primary education. In Streefland, L. (Ed.). Realistic Mathematics Education in Primary School (pp. 21–57). CD-ß Press, Utrecht.

Van Den Heuvel-Panhuizen, M. (2005). The role of contexts in assessment problems in mathematics. For the Learning of Mathematics, 25(2), 2-9.

Zandieh, M., & Rasmussen, C. (2010). Defining as a mathematical activity: A framework for characterizing progress from informal to more formal ways of reasoning. Journal of Mathematical Behavior, 29(2), 57-75.

Publicado
2020-05-29
Como Citar
Moura-Silva, M. G., de Oliveira Souza, R., Oliver Gonçalves, T., & Braga Borges, R. G. (2020). Educação matemática realística: uma abordagem teórico-metodológica para o ensino de matemática nas escolas do campo. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 5, e7879. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e7879
Seção
Artigos / Articles / Artículos