Contribuições do estado da questão na pesquisa sobre política pública, Educação Rural e Educação do Campo

  • Magda Gisela Cruz dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Conceição Paludo Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Resumo

Com base em um estudo bibliográfico que investigou a relação entre educação rural, educação do campo e políticas públicas das duas últimas décadas, o presente artigo explicita a importância do Estado da Questão para as pesquisas acadêmicas. Se descreve e reflete sobre suas principais contribuições na delimitação do tema e do objeto de pesquisa, na problematização das questões iniciais e na fundamentação da hipótese. Conclui-se que, além de possibilitar uma visão de totalidade da produção de conhecimento na área em que a pesquisa se insere, a realização do Estado da Questão contribui substantivamente na transição das percepções iniciais sobre o objeto de pesquisa, para um conhecimento sistematizado, com o rigor e a profundidade que caracterizam os conhecimentos científicos.

Palavras-chave: Estado da Questão, Educação Rural e Educação do Campo, Políticas Públicas.

 

Contributions of the state of the question in research on public policy, Rural Education and Countryside Education                               

ABSTRACT. Based on a bibliographic study that investigated the relationship between rural education, countryside education and public policies in the last two decades, this article explains the importance of the State of the Question for academic research. It describes and reflects on its main contributions in the delimitation of the theme and the research object, in the problematization of the initial questions and in the foundation of the hypothesis. It is concluded that, in addition to providing a view of the totality of knowledge production in the area in which the research is inserted, the realization of the State of the Question contributes substantially in the transition from initial perceptions about the research object, to systematized knowledge, with the rigor and depth that characterize scientific knowledge.

Keywords. State of the Question, Rural Education and Countryside Education, Public Policy.

 

Contribuciones del estado de la cuestión en investigación sobre políticas públicas,  Educación Rural y Educación del Campo

RESUMEN. Basado en un estudio bibliográfico que investigó la relación entre educación rural, educación del campo y políticas públicas en las últimas dos décadas, este artículo explica la importancia del Estado de la cuestión para la investigación académica. Describe y reflexiona sobre sus principales contribuciones en la delimitación del tema y el objeto de investigación, en la problematización de las preguntas iniciales y en la base de la hipótesis. Se concluye que, además de proporcionar una visión de la totalidad de la producción de conocimiento en el área en la que se inserta la investigación, la realización del Estado de la cuestión contribuye sustancialmente en la transición de las percepciones iniciales sobre el objeto de investigación, al conocimiento sistematizado, con el rigor y la profundidad que caracterizan el conocimiento científico.

Palabras clave: Estado de la Cuestión, Educación Rural y Educación del Campo, Políticas Públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Magda Gisela Cruz dos Santos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Doutora e Mestra em Educação pela Universidade Federal de Pelotas. Pesquisadora colaboradora do Grupo de Pesquisa Trabalho, Movimentos Sociais e Educação (TRAMSE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pesquisadora no Projeto Observatório da Educação do Campo no Estado do Rio Grande do Sul.

Conceição Paludo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Doutora e Mestra em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Docente e pesquisadora no Programa de Pós-Graduação e no curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pesquisadora do Grupo de Trabalho, Movimentos Sociais e Educação (TRAMSE). Coordenadora do Projeto de Pesquisa Observatório da Educação do Campo no Rio Grande do Sul.

Referências

Anhaia, E. M. (2010). Constituição do Movimento de Educação do Campo na luta por políticas de Educação (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Antônio, C. A. (2010). “Por uma Educação do Campo”: um movimento popular de base política e pedagógica para a educação do campo no Brasil (Tese de Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Arroyo, M. G. (2006). A escola do campo e a pesquisa do campo. In Molina, M. C. (Eds.). Educação do Campo e pesquisa: questões para reflexão (pp. 103-116). Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Bezerra Neto, L. (2003). Avanços e retrocessos da educação rural no Brasil (Tese de Doutorado). Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

Cêa, G. S. S (Ed.). (2007). O Estado da Arte da formação do trabalhador no Brasil. (1ª Ed.) Cascavel: EDUNIOESTE.

Damasceno, M. N., & Beserra, B. (2004). Estudos sobre educação rural no Brasil: estado da arte e perspectivas. Educação e Pesquisa, 30(1), 73-89. https://doi.org/10.1590/S1517-97022004000100005

Ferreira, N. S. A. (2002). As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, 23(79), 257-272. https://doi.org/10.1590/S0101-73302002000300013

Gil, A. C. (1994). Métodos e técnicas de pesquisa social. (4º Ed.). São Paulo: Atlas.

Hidalgo, A. M., & Mikolaiczyk, F. A. (2012). A busca do dissenso para a compreensão das influências dos organismos internacionais no desenvolvimento da educação rural nos anos 1950 à educação do campo após os anos 1990. Revista HISTEDBR, 12(47), 108-121. https://doi.org/10.20396/rho.v12i47.8640042

Molina, M. C. (Ed.). (2006). Educação do Campo e pesquisa: questões para reflexão (pp. 9-14). Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Morosini, M. C. (2015). Estado de conhecimento e questões do campo científico. Educação, 40(1), 101-116. http://dx.doi.org/10.5902/1984644415822

Nascimento, C. G. (2009). Educação do Campo e Políticas Públicas para além do capital: hegemonias em disputa (Tese de Doutorado). Universidade de Brasília, Brasília.

Nóbrega-Therrien, S. M., & Therrien, J. (2004). Trabalhos científicos e o Estado da Questão: reflexões teórico-metodológicas. Estudos em Avaliação Educacional, 15(30), 1-12. http://dx.doi.org/10.18222/eae153020042148

Rocha, E. N. (2013). Das práticas Educativas às Políticas públicas: tramas e artimanhas pela Educação do Campo (Tese de Doutorado). Universidade de Brasília, Brasília.

Santos, C. A. (2009). Educação do Campo e Políticas públicas no Brasil: a instituição de políticas públicas pelo protagonismo dos movimentos sociais do campo na luta pelo direito à educação (Dissertação de Mestrado). Universidade de Brasília, Brasília.

Souza, M. A. (2008a). Educação do campo: políticas, práticas pedagógicas e produção científica. Educação & Sociedade, 29(105), 1089-1111. https://doi.org/10.1590/S0101-73302008000400008

Souza, M. A. (2008b). A pesquisa em educação e movimentos sociais do campo. In Souza, M. A. (Orgs.). Anais 31ª Reunião Anual da ANPEd: Constituição Brasileira, Direitos Humanos e Educação (pp. 1-17). Caxambu: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação.

Publicado
2020-04-30
Como Citar
Santos, M. G. C. dos, & Paludo, C. (2020). Contribuições do estado da questão na pesquisa sobre política pública, Educação Rural e Educação do Campo. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 5, e7365. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e7365
Seção
Artigos / Articles / Artículos