Plano de Estudo (PE) da Pedagogia da Alternância: perspectiva problematizadora na ação formativa da Escola Família Agrícola dos Cocais/PI (EFA Cocais/PI)

  • Maria Raquel Barros Lima Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Carmen Lúcia de Oliveira Cabral Universidade Federal do Piauí - UFPI

Resumo

O presente trabalho objetiva a análise do Plano de Estudo (PE) da Pedagogia da Alternância em sua dimensão problematizadora na ação formativa da Escola Família Agrícola dos Cocais/PI (EFA Cocais/PI). Como indagação fundamentadora do presente estudo, questiona-se: em que medida a dimensão problematizadora mediada pelo PE se efetiva na EFA Cocais/PI?Essa questão se baseia na condição inerente do PE como mediação pedagógica da Pedagogia da Alternância, que é a problematização. Conectada às outras mediações, não menos relevantes, o PE articula, além dos tempos e espaços formativos, os saberes cotidianos das famílias nos processos de ensino aprendizagem. Esses elementos incorrem no desenho de uma formação veiculada à dimensão problematizadora, tendo em vista que a realidade vivenciada no cotidiano das famílias se insere no ambiente escolar através do PE. A análise dos dados apresentou a efetivação da condição problematizadora inerente ao PE na ação formativa desenvolvida na EFA Cocais/PI, contudo desvelou também a existência de lacunas na realização do que denominamos de ciclo do PE.

Palavras-chave: Plano de Estudo, Pedagogia da Alternância, Dimensão problematizadora.

 

Alternance Pedagogy study plan (SP): Problematizing perspective on the formative action of the Cocais/PI Agricultural Family School (EFA Cocais/PI)

ABSTRACT. The present study aims to analyze the Study Plan (SP) of the Alternation Pedagogy in its problematic dimension in the formative action of the Cocais/PI Agricultural Family School (EFA Cocais/PI). As a grounding question of the present study, the question is: to what extent is the problematizing dimension mediated by the SP effective in the EFA Cocais/PI? This question is based on the inherent condition of the SP as the pedagogical mediation of the Alternation Pedagogy, which is the problematization. Connected to other mediations, no less relevant, the SP articulates, beyond the formative times and spaces, the daily knowledge of families in the processes of teaching and learning. These elements incur the design of a formation conveyed to the problematizing dimension, considering that the reality experienced in the daily lives of families is inserted in the school environment through the SP. The data analysis showed the effectiveness of the problematic condition inherent to the SP in the formative action developed in the EFA Cocais/PI, but also revealed the existence of gaps in the realization named the SP cycle.

Keywords: Study Plan, Pedagogy of Alternation, Problematic Dimension.

 

Plan de Estudio (PE) de la Pedagogía de Alternancia: perspectiva problematizadora en la acción formativa de la Escuela Familia Agrícola de los Cocais/PI (EFA Cocais/PI)

RESUMEN. El presente trabajo objetiva el estudio del Plano de Estudio (PE) de la Pedagogía de la Alternancia en su dimensión problemtizadora en la acción formativa de la Escuela Familia Agrícola de los Cocais/PI (EFA Cocais/PI). Como indagación fundamentadora del presente estudio, cuestiona-se: En qué medida la dimensión problematizadora mediada por el PE se efectiva en EFA Cocales/PI? Esa cuestión se basa en la condición esencial del PE como mediación pedagógica de la Pedagogía de la Alternancia, que es la problematización. Conectada a otras mediaciones pedagógicas de la alternancia, no menos relevantes, el PE articula, además de los tiempos y espacios formativos, los saberes cotidianos de las familias a los procesos de enseñanza y aprendizaje. Esos elementos generan en el dibujo de una formación que se encuentra entrelazada a dimensión problematizadora, gritando atención para el facto que la realidad del cotidiano de las familias se encuentran presente en ambiente escolar a través del PE. El análisis de los dados presentó la efectivación de la condición problematizadora según la naturaleza del PE. En La acción formativa en EFA Cocais/PI, sin embargo, el estudio desveló también la existencia de rasgos en la realización del que  nombramos ciclo del PE.

Palabras clave: Plan de Estudio, Pedagogía de la Alternancia, Dimensión Problematizadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Raquel Barros Lima, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Possui graduação em Letras - Espanhol pela Universidade Estadual do Piauí - UESPI. Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Atualmente é professora substituta da Universidade Federal do Maranhão - UFMA. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Educação do Campo e Pedagogia da Alternância, Formação de Professores e Prática Educativa. Cursando 8º período de Pedagogia pela Faculdade Excelência - FAEX.

Carmen Lúcia de Oliveira Cabral, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Pós-Doutora pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Licenciada em Filosofia e Pedagogia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Atualmente, professora da UFPI na Graduação e Pós-Graduação em Educação. Desenvolve estudos na área da Educação e Filosofia da Educação, com ênfase em: formação de professores, práticas educativa, ensino e filosofia.

Referências

André, M. E. D. A. (1995). Etnografia na prática escolar. Campinas, SP: Papirus.

André, M. E. D. A. (1984). Estudo de caso: seu potencial na educação. Cad. Pesq., (49), 51-54. Recuperado de: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/1427/1425

Angrosino, M. (2009). Etnografia e observação participante. Tradução de José Fonseca. Porto Alegre: Artmed.

Bakhtin, M. (2006). Marxismo e filosofia da linguagem. 12. ed. São Paulo:HUCITEC

Brait, B. (Org.). (2005). Bakhtin: dialogismo e construção do sentido. 2. ed. rev. Campinas, SP: Ed. UNICAMP.

Colombo, A. A., & Berbel, N. A. N. (2007). A Metodologia da Problematização com o Arco de Maguerez e sua relação com os saberes de professores. Semina: Ciências Sociais e Humanas, 28(2), 121-146. Recuperado de: http://www.sgc.goias.gov.br/upload/links/arq_390_ametodologiadaproblematizacaocomoarcodemaguerez.pdf

Fairclough, N. (2008). Discurso e mudança social. Brasília: Editora Universidade de Brasília.

Freire, P. (1987). Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Gimonet, C. J. (2007). Praticar e compreender a pedagogia da alternância dos CEFFAs. Tradução de Thierry Burghgrave. Petrópolis, RJ: Vozes; Paris: AIMFR – Associação Internacional dos Movimentos familiares de Formação Rural.

Jesus, J. G. (2011). Formação de professores na pedagogia da alternância. Vitória, ES: GM.

Mészáros, I. (2005). A educação para além do capital. Tradução de Isa Tavares. São Paulo: Boitempo.

Villardi, M. L., Cyrino, E. G., & Berbel, N. A. N. (2015). A metodologia da problematização no ensino em saúde: suas etapas e possibilidades. In A problematização em educação em saúde: percepções dos professores tutores e alunos [online] (pp. 45-52). São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica. Recuperado de: http://books.scielo.org/id/dgjm7/pdf/villardi-9788579836626-05.pdf

Publicado
2019-12-19
Como Citar
Barros Lima, M. R., & de Oliveira Cabral, C. L. (2019). Plano de Estudo (PE) da Pedagogia da Alternância: perspectiva problematizadora na ação formativa da Escola Família Agrícola dos Cocais/PI (EFA Cocais/PI). Revista Brasileira De Educação Do Campo, 4, e7322. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e7322
Seção
Dossiê Temático: 50 anos da Alternância no Brasil