A Pedagogia da Alternância no Espírito Santo e a EFA São Bento do Chapéu

  • Débora Monteiro do Amaral Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
  • Patricia Hand Littig Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
  • Sheiliane Bravim Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
  • Amanda Ludovico Breda Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Resumo

O artigo em questão tem como objetivo geral discutir como a Escola Família Agrícola de São Bento do Chapéu realiza a formação dos sujeitos que passam pela instituição ao longo de sua existência e quais as contribuições para as comunidades campesinas dos municípios de Domingos Martins, Marechal Floriano e Santa Leopoldina. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, e caracterizou-se como um estudo de caso. A coleta de dados se deu por meio de duas frentes de trabalho: a primeira centrou-se no resgate histórico da Escola Família Agrícola São Bento do Chapéu; a segunda, pela aplicação de um questionário estruturado contendo questões que foram respondidas por ex-alunos da instituição. A pesquisa tem como fundamentação teórica Nosella (2012), Freire (1996) e Begnami (2006), entre outros. O estudo evidenciou que a perspectiva da Pedagogia da Alternância como processo epistemológico e organização metodológica promove a aproximação entre a escola e a família; articula conhecimentos práticos e teóricos das comunidades e os que compõem o currículo escolar. Tais características qualificam e tornam a aprendizagem mais significativa e a formação dos educandos mais contextualizada e eficaz.

Palavras-chave: Pedagogia da Alternância; Educação do Campo; Escola Família Agrícola. 

 

La Pedagogía de la Alternancia en el estado del Espíritu Santo y la EFA São Bento do Chapéu

Resumen

Este trabajo tiene como objetivo general desvelar cómo la Escuela Familia Agrícola de São Bento do Chapéu realiza la formación de sujetos que han pasado por la institución a lo largo de su existencia y en qué contribuye a las comunidades campesinas de los municipios de Domingos Martins, Marechal Floriano y Santa Leopoldina. Esta es una investigación cualitativa, y se caracterizó como un estudio de caso. Se realizó la recolección de datos a través de dos frentes de trabajo: el primero se centró en el rescate histórico de la Escuela Familia Agrícola São Bento do Chapéu; por otra parte, el segundo se enfocó en la aplicación de un cuestionario estructurado conteniendo preguntas que fueron respondidas por ex alumnos de la institución. La investigación está basada en Nosella (2012), Freire (1996) y Begnami (2006), entre otros. El estudio ha demostrado que la perspectiva de la Pedagogía de la Alternancia como proceso epistemológico y organización metodológica promueve la aproximación entre Escuela y Familia; permite la articulación de los saberes prácticos y teóricos, además de los que componen el programa de los colegios. Dichas características califican y hacen que el aprendizaje sea más significativo y que la formación de los estudiantes sea más contextualizada y eficaz.

Palabras clave: Pedagogía de la Alternancia; Educación del Campo; Escuela Familia Agrícola

 

Alternation Pedagogy in Espírito Santo State and the Agricultural Family School of São Bento do Chapéu

Abstract

This article has as its general objective to discuss how the Agricultural Family School of São Bento do Chapéu conducts the training of the subjects that have passed through the institution throughout its existence and also which were the contributions to rural communities of the municipalities of Domingos Martins, Marechal Floriano and Santa Leopoldina municipalities. This is a qualitative research, and was characterized as a case study. Data collection was carried out through two sources: the first one focused on the historical rescue of the São Bento do Chapéu Agricultural Family School; the second one by the application of a structured questionnaire containing questions that were answered by the institution's former students. The research has as a theoretical foundation Nosella (2012), Freire (1996) and Begnami (2006), among others. The study highlighted that the perspective of the Alternance Pedagogy as an epistemological process and methodological organization promotes the approximation between the school and the families; it also articulates practical and theoretical knowledge of  communities and of those that make up the school curriculum. These characteristics qualify and make learning more meaningful and students’ training more contextualized and effective.

Keywords: Alternation Pedagogy; Rural  Education; Agricultural Family School.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Monteiro do Amaral, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Docente do Curso de Licenciatura em Educação do Campo e no Programa de Pós-Graduação de Mestrado Profissional em Educação (UFES). Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa da Educação do Campo do Espírito Santo (GEPECES).

Patricia Hand Littig, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Graduação em História pela Universidade Metropolitana de Santos (2011), Graduação em Pedagogia pela Universidade de Uberaba (2008) e Graduação em Licenciatura Educação do Campo pela Universidade Federal do Espírito Santo (2019). Atualmente é professora da Prefeitura Municipal de Domingos Martins e mestranda no Programa de Pós Graduação de Mestrado Profissional em Educação (UFES).

Sheiliane Bravim, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Possui Curso Técnico em Agropecuária pela Escola Família Agrícola de Olivânia (2012); Curso Técnico em Administração, pela Secretaria de Estado de Educação /ES (2015) e Graduação em Licenciatura em Educação do Campo na área de Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do Espírito Santo (2019). Atualmente é Auxiliar Administrativa em uma empresa em Domingos Martins.

Amanda Ludovico Breda, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade de Venda Nova do Imigrante – FAVENI (2017). Graduação em Licenciatura em Educação do Campo na área de Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do Espírito Santo (2019). Atualmente é professora da Prefeitura Municipal de Marechal Floriano/ES.

Referências

Begnami, J. B. (2006). Pedagogia da Alternância como sistema educativo. Revista da Formação por Alternância, 32, 4-47. Recuperado de: http://www.mepes.org.br/nosso-trabalho/efas

Brasil. Decreto nº 7.352, de 04 de novembro de 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária - PRONERA. Brasília, 2010. Recuperado de: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7352.htm

Documento Curricular da Educação Básica – Uma produção coletiva dos sujeitos. (2016). Prefeitura Municipal de Domingos Martins.

Ferreira, A., Wisniewsky, J., Vargas, D., Guedes, A., & Bohner, T. (2014). Exemplo de educação do campo baseada nos princípios do enfoque agroecológico e na Pedagogia da Alternância. In IV Fórum Internacional de Pedagogia. Santa Maria, RS.

Freire, P. (1996). Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo, SP: Paz e Terra.

Freire, P. (2005). Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro, RJ: Paz e Terra.

Freire, P., & Macedo, D. (1994). Alfabetização: leitura do mundo leitura da palavra. Rio de Janeiro, Paz e Terra.

Gil, A. (2002). Como elaborar um projeto de pesquisa. São Paulo, SP: Atlas.

Jesus, J. (2007). Saberes e Formação dos Professores na Pedagogia da Alternância (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

Molina, M. C., & Jesus, S. M. S. A. (Orgs.). (2004). Contribuições para a construção de um projeto de Educação do Campo. Brasília, DF: Articulação Nacional "Por Uma Educação do Campo. Coleção Por Uma Educação do Campo, nº5.

Nosella, P. (2012). Educação no campo: origens da pedagogia da alternância no Brasil. Vitória, ES: EDUFES.

Puig-Calvó, P. (2006). Los Centros de Formación por Alternancia: desarrol de las personas y de su médio: la importância de la formación y de la investigación en las instituciones (Tesis Doctoral). Universitat Internacional de Catalunya, Barcelona.

Sacristán, J. G. O. (2000). Currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre, Artmed.

Schunck, C., Rosa, D., Littig, P., Ewald, V., Schunck, V., & Machado, W. (2012). Meio ambiente em debate: uma metodologia vinculada à prática. In Silva, A. S. et al. (Orgs.). Educação do Campo: Saberes e Práticas (pp. 205-218). Vitória, ES: EDUFES.

Schunck, V. (2010) A importância do Plano de Estudo para enfoques interdisciplinares. In III Congresso Internacional Cotidiano – diálogos sobre diálogos. Domingos Martins, ES.

Publicado
2019-12-19
Como Citar
do Amaral, D. M., Littig, P. H., Bravim, S., & Breda, A. L. (2019). A Pedagogia da Alternância no Espírito Santo e a EFA São Bento do Chapéu. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 4, e7305. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e7305
Seção
Dossiê Temático: 50 anos da Alternância no Brasil