Da alfabetização à politização na Comunidade Viva Deus

  • Betania Oliveira Barroso Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Jullyana Cristhina Almeida de Freitas Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Elena Steinhorst Damasceno Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Juliana Ferreira de Sousa Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar uma experiência prática da Educação Popular, tendo em vista sua importância social, pedagógica e cultural em processos de resistência, a partir das concepções de Paulo Freire e como isso contribui para processos de alfabetização num contexto de luta popular por terra na Comunidade Viva Deus, localizada na Estrada do Arroz na cidade de Imperatriz/MA, que conta com o Grupo de Ensino Pesquisa e Extensão em Educação Popular - GEPEEP. Nesse sentido, apresentaremos duas frentes de formação: a de alfabetização EJA e de politização, enfatizando a alfabetização por meio da metodologia freireana, que nos traz o círculo de cultura e a palavra geradora como elementos base para a formação. Assim, partindo de uma ação dialógica, democrática, emancipatória que não está presa somente ao processo formativo de saber ler e escrever, mas também, de uma reafirmação de identidade da comunidade, da própria existência autônoma no espaço social, é que o presente trabalho encontrou significação e pode afirmar a concretização de mudanças e transformações da Comunidade Viva Deus.

Palavras-chave: Alfabetização de Jovens e Adultos, Educação Popular, Paulo Freire, Comunidade Viva Deus.

 

From literacy to politicization in the Viva Deus Community                           

ABSTRACT. This paper aims to present a practical experience of Popular Education, considering its social, pedagogical and cultural importance in resistance processes, based on the conceptions of Paulo Freire and how this contributes to literacy processes in a context of popular struggle for land in the Viva Deus Community, located on the rice road in the city of Imperatriz/MA, which has the Teaching. Research and Extension Group in Popular Education - GEPEEP. In this sense, we will present two training fronts: EJA literacy and politicization, emphasizing literacy through Freirean methodology, which brings us the circle of culture and the generating word as basic elements for the formation. Thus, starting from a dialogic, democratic, emancipatory action that is not only bound up with the formative process of knowing how to read and write, but also with a reaffirmation of the identity of the community, of the autonomous existence itself in the social space, meaning and can affirm the concretization of changes and transformations of the Living God Community.

Keywords: Youth and Adult Literacy, Popular Education, Paulo Freire, Viva Deus Community.

 

De la alfabetización a la politización en la Comunidad Viva Dios

RESUMEN. El presente artículo tiene como objetivo presentar una experiencia práctica de la Educación Popular, teniendo en cuenta su importancia social, pedagógica y cultural en procesos de resistencia, a partir de las concepciones de Paulo Freire y cómo esto contribuye a los procesos de alfabetización en un contexto de lucha popular por la tierra en la Comunidade Viva Deus, ubicada en la Estrada do Arroz en la ciudad de Imperatriz/MA, que cuenta con el Grupo de Enseñanza, Investigación y Extensión en Educación Popular - GEPEEP. En este sentido, presentaremos dos frentes de formación: la de alfabetización EJA y de politización, enfatizando la alfabetización por medio de la metodología freireana, que nos trae el círculo de cultura y la palabra generadora como elementos base para la formación. Así, partiendo de una acción dialógica, democrática, emancipatoria que no está presa sólo al proceso formativo de saber leer y escribir, sino también, de una reafirmación de identidad de la comunidad, de la propia existencia autónoma en el espacio social, es que el presente trabajo ha encontrado significación y puede afirmar la concreción de cambios y transformaciones de la Comunidad Viva Dios.

Palabras clave: Alfabetización de Jóvenes y Adultos, Educación Popular, Paulo Freire, Comunidad Viva Dios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Betania Oliveira Barroso, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Profa. Dra. Betania Oliveira Barroso possui doutorado em Educação pelo PPGE/FE/UnB, é participante do Grupo cadastrado no Diretório do CNPq: de Ensino Pesquisa e Extensão em Educação Popular e Estudos Filosóficos e Histórico-Culturais (GENPEX/FE/UnB) e Coordenadora do Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação Popular, (GEPEEP/LCH/UFMA).

Jullyana Cristhina Almeida de Freitas, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Profa. Jullyana Cristhina Almeida de Freitas é licenciada em Ciências Humanas com habilitação em Sociologia pela UFMA, mestranda em Formação Docente em Práticas Educativas (PPGFOPRED/UFMA) e integrante do Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação Popular, GEPEEP.

Elena Steinhorst Damasceno, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Profa. Dra. Elena Steinhorst Damasceno possui doutorado em Políticas Públicas (PPGPP/ UFMA), é integrante do Grupo de Estudos: Desenvolvimento Modernidade e Meio Ambiente (GEDMMA/DESOC/UFMA), membro da CLACSO e cadastrado no diretório do CNPq, Vice - Coordenadora do Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação Popular, (GEPEEP/LCH/UFMA).

Juliana Ferreira de Sousa, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Profa. Juliana Ferreira de Sousa é graduanda no curso de Licenciatura em Ciências Humanas com habilitação em Sociologia na UFMA, é bolsista no programa de Residência Pedagógica (CAPES).

Referências

Arroyo, M. G. (2004). Imagens quebradas: trajetórias e tempos de alunos e mestres. Petrópolis: Vozes.

Barroso, B. O. (2015) A constituição do sujeito de aprendizagem: uma perspectiva da aprendizagem situada na alfabetização de jovens e adultos no centro de cultura e desenvolvimento do paranoá – CEDEP – DF (Tese de doutorado). Universidade de Brasília, Brasília.

Brandão, C. R. (2005). Paulo Freire, Educar para transformar. São Paulo: Mercado Cultural.

Fávero, O. (2005). Memória das campanhas e movimentos de educação de jovens e adultos (1947-1966). Núcleo de Estudos e Documentação de Educação de jovens e Adultos. Rio de Janeiro: UFF. Recuperado de http://forumeja.org.br/df/files/leiamais.apresenta.pdf

Freire, P. (1977). Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1978). Cartas à Guiné-Bissau: registro de uma experiência em processo. 4ª Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1979). Conscientização: teoria e prática da libertação – uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Cortez & Moraes.

Freire, P. (1991). A Educação na cidadania. São Paulo: Cortez.

Gadotti, M. (Org.). (1996). Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez/Instituto Paulo Freire.

Gohn, M. G. (2011). Movimentos sociais na contemporaneidade. Revista Brasileira de Educação, 16(47), 333-361. https://doi.org/10.1590/S1413-24782011000200005

Mora-Osejo, L. E., & Borda, O. F. (2004). A superação do eurocentrismo: Enriquecimento do saber sistêmico e endógeno sobre nosso contexto tropical. In Santos, B. (Org.). Conhecimento prudente para uma vida decente (pp. 711-720). São Paulo: Cortez.

Plataforma Instituto Paulo Freire. Recuperado de www.paulofreire.org

Scocuglia, A. C. (2000). A educação de jovens e adultos: histórias e memórias da década de 60. Brasília: Plano Editora.

Soares, L. J. G., & Pedroso, A. P. F. (2013). Dialogicidade e a formação de professores na EJA: as contribuições de Paulo Freire. Educação Temática Digital, 15(2), 250-263. https://doi.org/10.20396/etd.v15i2.1281

Souza, R. A., & Matineli, T. A. P. (2009). Considerações históricas sobre a influência de John Dewey no pensamento pedagógico brasileiro. Revista HISTEDBR On Line, 35, 160-162. https://doi.org/10.20396/rho.v9i35.8639620

Vieira, M. C. (2006). Memória, história e experiência: trajetórias de educadores de Jovens e Adultos no Brasil (Tese de Doutorado). Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Wanderley, L. E. (1984). Educar para transformar: educação popular, igreja católica e política no Movimento de Educação de Base. Petrópolis: Vozes.

Weffort, F. C. (1967). Educação e Política: reflexões sociológicas sobre uma pedagogia da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Publicado
2020-02-29
Como Citar
Barroso, B. O., Almeida de Freitas, J. C., Damasceno, E. S., & Sousa, J. F. de. (2020). Da alfabetização à politização na Comunidade Viva Deus. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 5, e6500. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e6500
Seção
Artigos / Articles / Artículos