Epistemologia de “nosotras”: mulheres do campo, das águas e das florestas

Resumo

A Revista Brasileira de Educação do Campo (RBEC), ISSN 2525-4863, periódico do Departamento de Educação do Campo, da Universidade Federal do Tocantins, campus de Tocantinópolis, lança o seu quarto número do volume 3, referente ao terceiro quadrimestre de 2018. Este número traz 13 artigos, aprovados dentre os manuscritos recebidos ao longo de 2018, conforme chamada pública para esse dossiê. Como organizadoras desse Dossiê temático, agradecemos a cada um dos/das autores/as pela submissão de seu manuscrito ao periódico e, igualmente o nosso agradecimento, ao conjunto de avaliadores/as ad hoc que contribuíram para a qualificação dessa edição ao emitirem os seus pareceres. Desde o sul do Brasil, desejamos uma boa leitura.

 

Organizadoras: Dra. Graziela Rinaldi da Rosa e Dra. Cheron Zanini Moretti.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Graziela Rinaldi da Rosa, Universidade Federal de Rio Grande - FURG

Professora adjunta do Instituto de Educação da Universidade Federal do Rio Grande-FURG-RS, campus São Lourenço do Sul. Professora colaboradora do programa de Pós-Graduação em Educação- PPG-Edu (UNISC). Foi pesquisadora PNPD/CAPES, realizando pesquisa de pós doutoramento e atividades no Grupo de pesquisa: Educação Popular, Metodologias Participativas e Estudos Descoloniais; Grupo de pesquisa Educação, trabalho e emancipação; com o projeto de pós doutoramento intitulado: Mulheres nas Fontes Pedagógicas Latino-Americanas: Diálogos entre a Educação Popular e as Epistemologias Feministas; (UNISC). Possui graduação em Licenciatura Plena em Filosofia pela Universidade Federal de Pelotas (2002) e Licenciatura Plena em Geografia (2012), especialização em Metodologia do Ensino de História e Geografia; Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos/UNISINOS. Coordena o Coletivo Feminista Dandaras; líder do Núcleo de Estudos Afrobrasileiro e Indígena da FURG/SLS; e do Coletivo Pomerano da FURG. Possui experiência de 15 anos na rede básica de ensino (Ensino Fundamental e Médio), com disciplinas de Filosofia, História, Geografia, Práticas de pesquisa, ética e Cidadania, Educação Ambiental, entre outras. Tem experiência com ensino com adolescentes, jovens e adultos. Participa do Grupo do Pesquisa Sexualidade e Escola-GESE/FURG, bem como do DGENERUS: Núcleo de Estudos Feministas e de Gênero/UFPEL. Experiência com pesquisa junto com mulheres quilombolas. Atua com estudos e pesquisas no campo do Currículo, Educação básica e políticas públicas, bem como no campo dos estudos de gênero e feministas na Educação e na Filosofia na perspectiva de descolonizar o pensamento pedagógico e filosófico. Trabalha com Epistemologias Feministas, Educação do campo e Filosofia; Relações de gênero na Filosofia e Filosofia da Educação com o olhar para América Latina e a Educação Popular. Integrante da Articulação em Defesa da Educação do Campo no Rio Grande do Sul, AEDOC-RS.

Cheron Zanini Moretti, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Professora no Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade de Santa Cruz do Sul/UNISC, na linha de pesquisa: Educação, Trabalho e Emancipação, e também no Departamento de Educação.Coordena o grupo de pesquisa Educação Popular, Metodologias Participativas e Estudos Descoloniais (CNPq). Doutorada no Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade do Vale do Rio dos Sinos/UNISINOS; foi bolsista CNPq durante toda a realização do curso (2010-2014) onde compõe o grupo de pesquisa: Mediações Pedagógicas e Cidadania. É Mestra em Educação (2008) e licenciada em História (2005), nessa mesma universidade. Tem se preocupado em pesquisar temas relacionados à América Latina, como: Educação Popular, Alternativas e ideias pedagógicas, (Des)Colonialidade do Conhecimento e Insurgência como princípio educativo, tendo como referência a pesquisa ação participativa nos processos metodológicos. Realizou estágio de doutoramento no exterior na Facultad de Filosofia y Letras, da Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) com bolsa do programa CAPES/PDSE (2012). Recentemente, concluiu pós-doutoramento em educação com bolsa CNPq/PDJ. Editora-Chefe da Revista Reflexão e Ação (B1).

Publicado
2018-12-23
Como Citar
da Rosa, G., & Moretti, C. (2018). Epistemologia de “nosotras”: mulheres do campo, das águas e das florestas. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 3(4), i-v. https://doi.org/10.20873/uft.2525-4863.2018v3n4pi