Tessituras curriculares para os componentes de Física numa perspectiva agroecológica: propostas a partir das experiências pedagógicas no curso da LEdoC no CETENS/UFRB

  • Frederik Moreira dos Santos Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB
  • Antonio Carlos Sena Ferreira Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Resumo

O presente trabalho discute práticas pedagógicas de agroecologia utilizadas para o ensino de Física, para licenciandos em Educação do Campo (área de Ciências da Natureza e Matemática), de forma interdisciplinar. Nossas ações reflexivas partiram do contexto das nossas vivências em escolas do campo e no curso de Licenciatura em Educação do Campo na área de Ciências da Natureza, dentro do Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CETENS/UFRB). O intuito do texto é propor eixos temáticos curriculares que levem em conta os complexos temáticos discutidos por Moisey M. Pistrak. Durante a trajetória em nossa caminhada sentimos a necessidade em articular nossa abordagem com a perspectiva teórica freireana, tendo consciência de que, ao exercermos o ofício do magistério, apresentamos um sistema de compreensão sobre a Natureza em sua completude. Os temas propostos em nosso trabalho trazem embutido também a preocupação com a estratégia da abordagem, que balizaram nossas aulas, pois a metodologia, justamente por ser aberta, possui mediação dialógica. As práticas desenvolvidas no Espaço Ecodinâmico do Laboratório Vivo em Agroecologia da UFRB nos serviram como momentos cruciais para reflexão crítica e debate sobre as contribuições advindas dos componentes de Física.

Palavras-chave: Ensino de Física, Educação do Campo, Agroecologia, Transdisciplinaridade, Currículo.

 

Curricular seams for disciplines of Physics in an agroecological perspective: proposals from pedagogical experiences at the CETENS/UFRB                                    

ABSTRACT. The present work discusses pedagogical practices of agroecology used to teach Natural Sciences (since of Physics teaching) in the Semiarid region in an interdisciplinary way. Our reflective actions started from the context of our experiences in rural schools, and during the undergraduate course of teaching and learning on ​​Natural Sciences to traditional communities within the Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CETENS/UFRB). This paper proposes thematic axis considering the thematic complexes discussed by Moisey Pistrak. During our journey we felt the need to articulate our approach with the Freirean theoretical perspective. Always being aware that, in exercising the magisterium labor, we present a system of understanding on Nature in its wholeness. Upon an open methodology, the topics proposed in our work also include the concern with a strategy of approach shared and discussed with our students, i.e., a dialogic mediation. The practices developed in the Ecodynamic Zone for the Living Laboratory in Agroecology gave us crucial moments to critical reflection and debate on the contributions of the discipline of Physics to traditional communities at CETENS/UFRB.

Keywords: Physics Teaching, Rural Education, Agroecology, Transdisciplinarity, Curriculum.

 

Tesituras curriculares para los componentes de Física en una perspectiva agroecológica: propuestas a partir de las experiencias pedagógicas en el CETENS/UFRB

RESUMEN. El presente trabajo discute prácticas pedagógicas de agroecología utilizadas para enseñar de la Física en el Semiárido de forma interdisciplinar. Nuestras acciones reflexivas partieron del contexto de nuestras vivencias en escuelas del campo y en la carrera de Licenciatura en Educación del Campo en área de las Ciencias de la Naturaleza, dentro del Centro de Ciência y Tecnología en Energía y Sustentabilidad de la Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CETENS/UFRB). El propósito del texto es proponer temas que tengan en cuenta los complejos temáticos discutidos por Moisey Pistrak. Durante la trayectoria, sentimos la necesidad de articular nuestro enfoque con la perspectiva teórica freiriana, siempre teniendo conciencia de que, al ejercer el oficio de maestro, presentamos un sistema de entendimiento sobre la Naturaleza en su totalidad. Los temas propuestos en nuestro trabajo incorporan la preocupación con la estrategia del abordaje, que ha anclado nuestras clases, pues la metodología, por ser abierta, tiene mediación dialógica. Las prácticas desarrolladas en el Espacio Ecodinámico del Laboratorio Vivo en Agroecología de la UFRB nos sirvieron como momentos cruciales para reflexión crítica y debate sobre las contribuciones provenientes de los componentes de Física en el transcurso de la carrera de Licenciatura en Educación del Campo.

Palabras clave: Enseñanza de Física, Educación del Campo, Agroecología, Transdisciplinariedad, Currículo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Frederik Moreira dos Santos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Possui graduação em Física (2006), mestrado em Filosofia Contemporânea (2009), e doutorado com ênfase em Ensino e Filosofia das Ciências (2016), pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino, História e Filosofia das Ciências pela Universidade Federal da Bahia (UFBA)/Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Realizou estágio de doutoramento no Departamento de Filosofia da Columbia University, nos EUA, com auxílio financeiro da CAPES. Membro da Sociedade Brasileira de Física (SBF) e da Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (ANPOF).

Antonio Carlos Sena Ferreira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Técnico em Agropecuária formado (1989) pela Escola Agrotécnica Federal de Belo Jardim-PE e atuando no campo ha trinta anos, com pesquisa de que trata este artigo iniciada (2015) no Laboratório Vivo em Agroecologia do CETENS - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, onde atualmente graduando em Licenciatura em Educação do Campo/ Ciências da Natureza, pesquisador bolsista do CNPq, prestando Assessoria Parlamentar na Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Vereadores de Lauro de Freitas-BA.

Referências

Abrantes, P. (2016). Imagens da natureza, imagens de ciência. Rio de Janeiro: EdUERJ.

Caldart, R. S. (fevereiro de 2016). Escolas do campo e Agroecologia: uma agenda de trabalho com a vida e pela vida! Veranopolis – RS (mimeo).

Delizoicov, D. (1983). Ensino de física e a concepção freiriana da educação. In Revista de Ensino de Física, 5(2).

Delizoicov, D., & Angotti, J. A. (1990). Física. São Paulo: Cortez.

Freire Jr., O. (2015). Das margens para o centro: Mudanças na pesquisa em fundamentos da mecânica quântica, 1950-1990. Caderno Brasileiro de Ensino de Física (Online), 32, 369-377. https://doi.org/10.5007/2175-7941.2015v32n2p369

Freire Jr., O. (2002). A relevância da Filosofia e da História das Ciências para a formação dos professores de ciências. In Silva Filho, W. J. (Org.). Epistemologia e Ensino de Ciências (pp. 13-30). Salvador: Arcadia.

Freire Jr., O. (1993). Sobre as raízes sociais e econômicas dos princípios de Newton. Revista da Sociedade Brasileira de História da Ciência, 9, 51-64.

Freire Jr., O. (1991). Sobre as desigualdades de Bell. Caderno Catarinense de Ensino de Fisica, 8(3), 212-226.

Martins, R. A. (2010). Espaço, tempo e éter na teoria da relatividade. In Knobel, M., & Schulz, P. A. (Orgs.). Einstein: muito além da relatividade (pp. 31-60). São Paulo: Instituto Sangari.

Martins, R. A. (2008). A herança de Sacrobosco e seus comentadores: desenvolvimentos e erros na astronomia geocêntrica do século XVI. In Martins, R. A., Silva, C. C., Ferreira, J. M. H., & Martins, L. A. P. (Orgs.). Filosofia e História da Ciência no Cone Sul. Seleção de Trabalhos do 5º Encontro (pp. 373-382). Campinas: Associação de Filosofia e História da Ciência do Cone Sul (AFHIC).

Martins, R. A. (2007). Os "raios N" de René Blondlot: uma anomalia na história da física. Rio de Janeiro: Booklink; São Paulo: FAPESP; Campinas: GHTC. (Scientiarum Historia et Theoria, vol. 3).

Martins, R. A. (1990). Sobre o papel da História da Ciência no ensino. Boletim da Sociedade Brasileira de História da Ciência, 9, 3-5.

Moreira-dos-Santos, F., & El-Hani, C. N. (2017). Belief, Knowledge and Understanding. Science & Education (Online), 26, 215-245. https://doi.org/10.1007/s11191-017-9891-5

Okuno, E., Caldas, I. L., & Chow, C. (1986). Física para Ciências Biológicas e Biomédicas. São Paulo: HARBRA.

Pistrak, M. M. (2003). Fundamentos da escola do trabalho. São Paulo: Expressão popular.

Sousa, R. P., & Martins, S. R. (2013). Construção do conhecimento agroecológico: desafios para a resistência científico-acadêmica no Brasil. In Costa Gomes, J. C., & Assis, W. S. (Orgs.). Agroecologia: princípios e reflexões conceituais (pp. 73-108). Brasília: EMBRAPA.

Publicado
2020-05-07
Como Citar
dos Santos, F. M., & Carlos Sena Ferreira, A. (2020). Tessituras curriculares para os componentes de Física numa perspectiva agroecológica: propostas a partir das experiências pedagógicas no curso da LEdoC no CETENS/UFRB. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 5, e6297. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e6297
Seção
Artigos / Articles / Artículos