Sensibilização ambiental de estudantes da EJA de uma sala multisseriada no Projeto de Assentamento Porto Esperança em Confresa-MT

Resumo

Esse estudo apresenta os resultados de uma intervenção pedagógica que visou promover sensibilização ambiental a estudantes de uma sala multisseriada da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e discutir alternativas na busca pela sustentabilidade.  Seu objetivo foi desenvolver reflexões, debates e ações que sensibilizassem esses estudantes sobre as questões ambientais e as práticas sustentáveis. Essa intervenção foi desenvolvida durante o ano de 2016 e envolveu uma sala com estudantes do 1º e 2º Ano do Ensino Médio da EJA. Uma particularidade dessa sala de extensão, é que a mesma é pertencente a Escola Estadual Waldir Bento da Costa, localizada no distrito de Veranópolis, município de Confresa-MT. Para tanto, foram realizadas pesquisas sobre o assunto, aulas de campo, palestra, leitura de textos e discussões em grupo afim de que fossem socializadas suas concepções sobre o tema e as práticas que vivenciam. Alguns instrumentos de coleta de dados foram os textos dissertativos que produziram, a observação participante e o registro no diário de bordo. Os estudantes demonstraram preocupação com o meio ambiente e que buscarão praticar ações sustentáveis em suas práticas cotidianas. Dessa maneira, é possível perceber que inserir a temática ambiental na EJA de uma escola do campo é uma necessidade e que essa formação mais êxito terá se estiver voltada para questões da vida cotidiana e para a relação equilibrada com o meio ambiente.

Palavras-chave: Educação Ambiental, EJA, Meio Ambiente, Sustentabilidade.

 

Environmental awareness of EJA students from a multi-series room at the Porto Esperança Settlement Project in Confresa-MT

ABSTRACT. This study presents the results of a pedagogical intervention aimed at promoting environmental awareness among students of a multi-tiered Youth and Adult Education (EJA) room and discuss alternatives in the quest for sustainability. Its objective was to develop reflections, debates and actions that sensitized these students on environmental issues and sustainable practices. This intervention was developed during the year 2016 and involved a room with students from the 1st and 2nd year of EJA High School. One peculiarity of this extension room is that it is owned by Waldir Bento da Costa State School, located in the district of Veranópolis, municipality of Confresa-MT. For that, research was done on the subject, field classes, lecture, reading of texts and group discussions in order to socialize their conceptions about the theme and the practices they experience. Some instruments of data collection were the essay texts that produced, the participant observation and the logbook record. Students have shown concern for the environment and will seek to practice sustainable actions in their daily practices. In this way, it is possible to perceive that inserting the environmental theme in the EJA of a rural school is a necessity and that this training will be more successful if it is focused on issues of everyday life and the balanced relationship with the environment.

Keywords: Environmental Education, EJA, Environment, Sustainability.

 

Sensibilización ambiental de estudiantes de la EJA de una sala multiserial en el Proyecto de Asentamiento Porto Esperança en Confresa-MT

RESUMEN. Este estudio presenta los resultados de una intervención pedagógica que pretendía promover sensibilización ambiental a estudiantes de una sala multiserial de Educación de Jóvenes y Adultos (EJA) y discutir alternativas en la búsqueda de la sostenibilidad. Su objetivo fue desarrollar reflexiones, debates y acciones que sensibilizara a esos estudiantes sobre las cuestiones ambientales y las prácticas sostenibles. Esta intervención fue desarrollada durante el año 2016 e involucró una sala con estudiantes del 1º y 2º Año de la Enseñanza Media de la EJA. Una particularidad de esa sala de extensión, es que la misma es perteneciente a la Escuela Estadual Waldir Bento da Costa, ubicada en el distrito de Veranópolis, municipio de Confresa-MT. Para ello, se realizaron investigaciones sobre el tema, clases de campo, charla, lectura de textos y discusiones en grupo, a fin de que fueran socializadas sus concepciones sobre el tema y las prácticas que vivencian. Algunos instrumentos de recolección de datos fueron los textos disertivos que produjeron, la observación participante y el registro en el cuaderno diario. Los estudiantes demostraron preocupación con el medio ambiente y que buscarán practicar acciones sostenibles en sus prácticas cotidianas. De esta manera, es posible percibir que insertar la temática ambiental en la EJA de una escuela del campo es una necesidad y que esa formación más exitosa se habrá orientado hacia cuestiones de la vida cotidiana y para la relación equilibrada con el medio ambiente.

Palabras clave: Educación Ambiental, EJA, Medio Ambiente, Sostenibilidad.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elaine Darc Ramos, Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT

Especialização em Ensino de Ciências pelo IFMT Campus Confresa. Graduação em Licenciatura em Pedagogia. Graduação em andamento em Licenciatura em Física pelo IFMT Campus Confresa. Professora da Rede Estadual de Ensino (SEDUC/MT).

Marcelo Franco Leão, Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT

Doutorado em Educação em Ciências (UFRGS). Mestre em Ensino (UNIVATES). Especialização em Orientação Educacional (Dom Alberto) e em Relações Raciais na Educação e na Sociedade Brasileira (UFMT). Graduação em Licenciatura em Química (UNISC) e em Física (UNEMAT). Professor do Departamento de Ensino do IFMT Campus Confresa. Membro do Grupo de Pesquisa Ensino de Ciências e Matemática no Baixo Araguaia (EnCiMa).

Referências

Andreola, B. A. (2000). Interdisciplinaridade na obra de Freire: uma Pedagogia da simbiogênese e da solidariedade. In Streck, D. R. (Org.). Paulo Freire: ética, utopia e educação (pp. p. 67-94). 3.ed. Petrópolis: Vozes.

Arroyo, M. (2006). Formação de Educadores de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica. SECAD/UNESCO.

Brasil. (2006). Caderno Trabalhando com a educação de Jovens e Adultos. Brasília: Ministério da Educação.

Brasil. (1988). Constituição: República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal.

Brasil. (1996). Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Palácio do Planalto.

Brasil. (2012). Resolução n. 2, de 15 de junho de 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. D.O.U. no. 116, seção 1, p. 70, 18 jun. 2012. Brasília: Diário Oficial da União.

Freire, P. (2001). Pedagogia do oprimido. (31 ed). Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (2005). A educação na cidade. (6 ed). São Paulo: Cortez.

Fajardo, E. (2003). Ecologia e cidadania: se cada um fizer a sua parte. Rio de Janeiro: Ed. Senac Nacional.

Gil, A. C. (2010). Como Elaborar Projeto de Pesquisa. (5 ed). São Paulo: Atlas.

Leão, M. F. (2014). Ensinar Química por meio de alimentos: possibilidades de promover Alfabetização Científica na Educação de Jovens e Adultos (Dissertação de Mestrado). Centro Universitário UNIVATES, Lajeado.

Leff, E. (200). Saber Ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. Petrópolis: Vozes.

Melo, J. R., & Rotta, J. C. G. (2010). Concepção de ciência e cientista entre estudantes do ensino fundamental. In Anais XV Encontro Nacional de Ensino de Química (XV ENEQ). Brasília: Sociedade Brasileira de Química

Santos, S. F., & Leão, M. F. (2017). Uso de objetos educacionais digitais para ensinar sistemas do corpo humano em uma escola do campo. Revista Brasileira de Educação do Campo, 2(3), 861-880. Doi: https://doi.org/10.20873/uft.2525-4863.2017v2n3p861

Sato, M. T. (2004). Educação Ambiental. In Selbach, S. (Org.). Arte e didática (pp. 36-45). Coleção Como Bem Ensinar/coordenação Celso Antunes. Petrópolis, RJ: Vozes.

Sauvé, L. (2005). Uma cartografia das correntes em educação ambiental. In Sato, M., & Carvalho, I. (Orgs.). Educação ambiental: pesquisas e desafios (pp. 17-44). Porto Alegre: Artmed.

Soares, L. (2008). Avanços e Desafios na formação do Educador de Jovens e Adultos adulto. Formação de educadores de jovens e adultos/organizado por Margarida Machado – Brasília: Secad/MEC/UNESCO.

Unesco. (2004). Educação de Jovens e Adultos: Uma memória contemporânea, 1996-2004. Coleção educação para todos. Brasília: UNESCO/MEC.

Publicado
2019-12-18
Como Citar
Ramos, E. D., & Leão, M. F. (2019). Sensibilização ambiental de estudantes da EJA de uma sala multisseriada no Projeto de Assentamento Porto Esperança em Confresa-MT. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 4, e4860. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e4860
Seção
Artigos / Articles / Artículos